Vitiligo e Pilates – uma história de superação!

O maior desafio de se trabalhar com pessoas com vitiligo é ajudar a manter a autoestima e afastar a depressão, que acomete tantos portadores da doença. Dependendo de onde as manchas estiverem, a pessoa que possui vitiligo acaba evitando praticar algumas atividades ou ir a lugares que gostaria, às vezes por auto discriminação. Mas a história a seguir é de aceitação e mostra o quão lindo pode sernão ser igual a todos.

Roger Monte descobriu que tinha vitiligo depois de um trauma aos 20 anos de idade, período que amava ir às praias do Rio de Janeiro, praticar exercícios, dançar e jogar água no rosto sem se preocupar com outras pessoas o observando. Até que apareceram as primeiras despigmentações da pele e uma parte dele ficou reservada dentro de uma caixinha por longos 10 anos.

Lá ele não se sentia confortável em fazer aquelas atividades que tanto lhe encantavam e o assíduo praticante de atividades físicas deu vez a uma pessoa sedentária, cada vez mais chateada com o seu condicionamento físico. Ele usava maquiagem para esconder suas manchas…mas como seria possível fazer exercício sem a maquiagem sair? 

Foi então que Roger aceitou o desafio para uma aula experimental de Pilates. Em seguida se tornou um aluno disciplinado, focado e querendo um novo aprendizado em cada aula. Ele começou a notar as mudanças no corpo e ver que os ensinamentos do método se estendiam para fora do espaço, ajudando a superar os seus obstáculos e a recuperar a autoestima, afetada após o aparecimento do vitiligo.

Quem é o Roger hoje? “Hoje eu sou algo que nunca me veria sendo há 3 anos. Amo o meu corpo, a minha vida, minha pele, olho para o sol, fico na chuva e não preciso me preocupar com nada. A partir do momento em que a gente se aceita, o mundo ao redor nos aceita. Tudo o que antes me deixava com medo, hoje em dia não faz diferença, sou muito mais feliz agora. Depois do momento em que comecei a aceitar o que sou, eu sou o não padrão da sociedade, eu me amo muito. Hoje eu não sou um padrão de beleza, mas é por isso que me sinto ótimo, sou grato ao Pilates e a outras atividades físicas que hoje pratico por me ajudarem a me redescobrir como pessoa.”

O que é vitiligo?

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

Vitiligo é o nome dado à doença cutânea que forma lesões com pouca quantidade ou ausência de melanina nas áreas, que é o pigmento que dá a coloração da pele; esse processo é chamado de hipopigmentação. Não é uma doença contagiosa, não traz perigos à saúde física e suas causas nunca foram 100% estabelecidas, mas sabe-se que vários fatores relacionados à autoimunidade estão correlacionados com o surgimento.

Principais sintomas do vitiligo

Não existe qualquer sintoma antes do surgimento das manchas mais claras ou brancas na pele, típicas do vitiligo. No máximo, a pessoa pode sentir um aumento de sensibilidade e até dor nas áreas que perderam a pigmentação natural. O que mais afeta as pessoas que sofrem dessa doença, e que também preocupa os médicos, amigos e familiares, são os sintomas emocionais. E, ao contrário do que muitos pensam, essa doença acomete qualquer pessoa, de qualquer cor, sexo e idade. Pessoas brancas também podem ter vitiligo, sendo essas condições identificadas por exames específicos (lâmpada de Wood). 

Fisioterapeuta Fabiane Gonçalves – CREFITO 2/109516-F
Aluno Roger Monte – @rogermon
Espaço Fabiane Gonçalves
Rua Real Grandeza, 108 – Sala 309 / Botafogo
(21)3563-6249 / (21)97917-2353

Com informações do blog Kamaleoah