Trabalhos funcionais que podem ser realizados na Chair

Por: Queila Florêncio

Vamos falar das “cadeiras” que Joseph Pilates criou. Você sabia que existe mais de um formato desse equipamento? E cada uma tem um propósito para com o corpo. Além de toda a variedade de equipamentos, hoje, você vai aprender os trabalhos funcionais que podem ser realizados na Chair.

Diante de muitas histórias sobre a criação da Chair temos, inicialmente, a High Chair que surgiu da necessidade de adaptação para pessoas com limitação de movimento. Tendo o encosto inspirado no encosto das cadeiras de rodas.

Em seguida, temos a Wunda Chair, que se transforma em um acento e, devido ao seu tamanho e versatilidade, pode ser transportada para qualquer lugar. Algumas pessoas dizem que Joseph criou para um amigo se exercitar em casa. Outros relatos dizem que ele se inspirou nas cadeiras de acrobacias circenses. Sendo verdade, ou não, o importante é que esta criação promove um trabalho significativo para o corpo.

A Baby Chair ou Arm Chair, também utilizada no Pilates Clássico, foi desenvolvida para trabalhar o corpo como um todo. Em especial os braços e tronco superior, auxiliando no desenvolvimento da força, equilíbrio e controle, principalmente de pessoas com dificuldades e limitações na parte superior do corpo.

PUBLICIDADE

A Chair mais usada pelo público contemporâneo é a Combo Chair ou Step Chair, que não possui encosto e não se transforma em uma poltrona. Essa Chair possui handles para apoiar as mãos e os pedais podem ser separados ou não.

Sendo equipamentos práticos e funcionais, possuem molas para promover resistência elástica. Permitindo que os trabalhos sejam feitos com eficiência e intensidade nos músculos da região central, a chamada Power House, promovendo ajuste postural. Um equipamento desafiador e versátil onde podemos explorar todos os movimentos corporais.

Nem todas as cadeiras são como as criadas por Joseph Pilates. Atualmente, muitas pessoas estão sedentárias, deixando de praticar atividades físicas e permanecendo sentadas por muitas horas seguidas. Algumas disfunções, principalmente nas regiões da coluna e quadril, são causadas pelos sofás e poltronas.

Então, diante do exposto, preparei cinco exercícios para trabalhar a funcionalidade do quadril, melhorar as dores e prevenir disfunções e lesões.

Double Leg Pumps

Posição Inicial: Sentado com o quadril apoiado no centro da Chair, coluna mantendo crescimento axial, braços em rotação externa, mãos apoiadas nas handles, peitoral aberto e pés na posição em V position (Toes) apoiados no pedal.

Execução: Inspire na posição e expire realizando a extensão de quadril, empurrando o pedal para baixo, mantendo a estabilidade do quadril e crescimento axial, inspire e retorne o pedal, fechando-o por completo.

Pode realizar todas as posições do footwork (toes, arche e heels), de 5 a 10 repetições.

Standing Leg Pumps

Posição Inicial: Em pé, em frente à Chair, mantenha a distância da perna que está apoiada no pedal, posição dos pés arche, realizando uma pequena flexão de tronco mantendo a curva “C” da coluna e realizando crescimento axial. Mãos apoiadas no quadril, com o pé de apoio paralelo ao outro, pode fazer uma leve rotação de quadril.

Execução: Inspire na posição e expire realizando a extensão de quadril, empurrando o pedal para baixo, com os joelhos estendidos, mantenha a estabilidade de quadril e crescimento axial, inspire e retorne o pedal fechando-o por completo.

Pode realizar de 5 a 10 repetições.

Frog Lying Flat

Posição Inicial: Deitado com os pés em frente à Chair, braços paralelos ao corpo, perna em abdução com a borda externa dos pés apoiados no pedal, mantendo a posição de frog, com as plantas dos pés unidas ou em V position, mantendo o crescimento axial e quadril apoiado no solo.

Execução: Inspire na posição e expire realizando a extensão de quadril, empurrando o pedal para baixo, joelhos flexionados e direcionados para o solo. Mantendo a estabilidade de quadril e crescimento axial, inspire e retorne o pedal fechando-o por completo, e mantendo a resistência das molas.

Pode realizar de 5 a 10 repetições.

Scissors Leg Side

Posição Inicial: Deitado em decúbito lateral, com um cotovelo flexionado e apoiado no solo, uma mão apoiada no solo e a outra mão apoiada na cabeça. Mantendo o alinhamento de ombro e cotovelo, quadril apoiado e alinhado, perna de cima estendida em leve rotação externa e pé apoiado no pedal, pode ser o tornozelo também caso haja incomodo. Pernas de baixo estendidas e pés em dorsiflexão.

Execução: Inspire na posição e expire realizando a adução de quadril, empurrando o pedal para baixo, com os joelhos estendidos. Simultaneamente realize uma flexão lateral da coluna na direção do pedal, mantenha a estabilidade de quadril e crescimento axial, inspire e retorne à posição inicial.

Pode realizar de 5 a 10 repetições.

Hip Mobility

Posição Inicial: Semi ajoelhado em cima da Chair, com um pé apoiado no pedal (toes), joelhos em abdução, braços em extensão na frente do corpo e segurando uma tonning ball (1kg), manter o crescimento da coluna e quadril alinhado.

Execução: Inspire na posição e expire realizando uma flexão de quadril, como se fosse sentar nos calcanhares. Os joelhos devem se estender, empurrando o pedal para baixo, simultaneamente. Realize uma flexão da coluna fazendo uma flexão de braço, mantenha alinhamento da pelve e crescimento axial, inspire e retorne na posição inicial.

Pode realizar de 5 a 10 repetições com cada lado.

Considere o estado físico e clínico do seu aluno/paciente para aplicação dos exercícios acima, realizando os exercícios de acordo com as necessidades e limitações de cada. Os exercícios na Chair promovem força, equilíbrio, estabilidade e ajuste posturais, melhoram consideravelmente a funcionalidade do quadril e dores. As molas devem ser usadas de acordo com a força de centro de cada indivíduo.

Esperamos que seja útil nas suas aulas, vejo você na próxima matéria!

PUBLICIDADE
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!