Rotação da coluna no Pilates

A rotação é um movimento fundamental para as atividades diárias.
O padrão biomecânico adequado favorece o trabalho dos oblíquos internos e externos de forma contralateral. A torção da coluna é fundamental para que o aluno trabalhe a musculatura da cintura de forma equivalente.

Além deste trabalho, é essencial manter a coluna em uma posição neutra. Os eretores da coluna são responsáveis para manter a boa postura durante o exercício.

Aliar rotação da coluna e manutenção da coluna neutra durante os movimentos promove uma ótima utilização da musculatura estabilizadora do tronco (músculos profundos) e simultaneamente mobiliza a coluna no plano transversal.

No exercício lançando feitiço, por exemplo, a sensação de fazer uma espiral com a coluna e projetar o peso do corpo para um dos lados faz com que o aluno perceba o trabalho da musculatura do centro.

Os oblíquos juntamente com os eretores da coluna trabalham de forma isométrica para manter a posição da coluna. Esse exercício é uma ótima escolha para clientes com tendência a translação da caixa torácica e/ou escoliose.

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

Pensando em mobilidade (trabalho contralateral) ou estabilidade (trabalho isométrico), as rotações são bem-vindas nas aulas de Pilates, mas devem ser trabalhadas com atenção quando outro plano de movimentos estiver envolvido nos exercícios.

Inclua as rotações nas aulas e tenha certeza que os alunos estão executando o movimento a partir da região da coluna torácica. Cuidado com o movimento excessivo dos braços, isso pode mascarar um padrão de movimento correto.

Melina Caleffi
Treinadora Internacional STOTT Pilates

7 COMENTÁRIOS

  1. Por gentileza,teria como vocês adicionarem vídeos dos exercícios nas matérias? Porque o vídeo complementa melhor o entendimento da leitura. Obrigada.

  2. Gostaria de fazer uma pergunta: Levando em consideração que uma boa rotação da coluna significa um movimento em expiral, onde os eretores da coluna entram como estabilizadores ganhando espaço entre as vértebras, trabalhar uma boa extensão da coluna, estimulando e fortalecendo a cadeia paravertebral seria um passo importante e anterior para introduzir as rotações?