Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Podemos ser criativos no Pilates?

Nós sabemos que existe um repertório original dos exercícios que são ou pelo menos deveriam ser respeitados pelos professores de Pilates, mas em algumas formações contemporâneas e reconhecidas internacionalmente, eles sofreram algumas mudanças. Mudanças essas, que são compreendidas diante da própria base do Pilates e fundamentos que foram respeitados pelo simples fato de manter a segurança e a eficiência dos movimentos.

Não sou contra criar exercícios que “não existem” no repertório de Pilates, pelo contrário, já criei muitos, mas prefiro me julgar sendo a favor de “criações possíveis” para qualquer tipo de cliente praticar, ainda mais sabendo que na prática de Pilates não existe contraindicações. Não é isso que todos os estúdios “vendem”?

Por muitas vezes, me deparo com alunos mostrando em seus celulares dizendo para nós professores: ‘’quero fazer esse exercício!’’. Aparentemente, pela imagem ou vídeo, parece lindo e perfeito, mas pela nossa surpresa, aquele foi mais um exercício criado com a base do professor e com o que ele tinha disponível na sala de aula. Ao mesmo tempo, penso que talvez ele tenha esquecido de estudar sua própria “criação”, antes de ensinar para alguém.

Minha sugestão para criarmos exercícios de solo, com ou sem acessórios, ou até mesmo nos equipamentos, é fazer você responder essas perguntas:
Em seu exercício criado…

  • Os princípios estão presentes?
  • A posição inicial está bem definida?
  • A respiração está coerente em cada movimento do exercício?
  • A especificidade muscular também está clara para o praticante?
  • Existe total segurança durante a execução do exercício?
  • A indicação é para qualquer cliente?
  • Caso o praticante não consiga executar, você também criou modificações?
  • Estão claros, quais serão os possíveis erros e correções que o professor deverá fazer nesse exercício?

Ainda não sei qual sua opinião, mas diante desses pontos, acredito que se para todas essas perguntas sua resposta foi sim… Então, sim, esse exercício que você criou pode ser adaptado ao repertório do Pilates! Mas não esqueça, PRATIQUE PILATES CONSCIENTE!

Rafaela Porto
Educadora Física
Certificada Internacionalmente pela STOTT PILATES
Pós Graduada em Atividade Física Adaptada e Saúde
CREF 048367-G/SP

Compartilhar:

Redes Sociais

Mais Populares

Receba as últimas atualizações

Seja dono do seu estúdio

Categorias

Destaques do mês

Confira nosso blog

BAIXE NOSSOS E-BOOKS gratuitamente

Sobre Nós
Um canal digital que fornece informações para a comunidade do Pilates, incluindo praticantes, instrutores, profissionais da saúde, profissionais de educação física, fisioterapeutas e estudantes.

FALE CONOSCO

Preencha o formulário abaixo, e em breve entraremos em contato!