Pilates é recomendado para quem tem varizes nas pernas?

Muitas mulheres sofrem com as benditas varizes nas pernas. E o mais difícil é aguentar as dores que elas causam. Mas você sabia que o Pilates, a caminhada e outras atividades físicas podem ajudar a melhorar a circulação sanguínea e a controlar essas dores?

Solange Evangelista, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, em entrevista ao MdeMulher, conta que ao menos um terço das brasileiras tem varizes.

“Os primeiros microvasinhos geralmente surgem na adolescência, vão crescendo e só passam a incomodar mais tarde. Mas o uso de anticoncepcionais e o sedentarismo – além, claro, da preocupação em ter pernas bonitas – estão antecipando o problema e a busca por tratamento. O que os especialistas recomendam é tratar logo que os primeiros vasos aparecerem – ou mesmo antes disso, se os pais tiverem varizes”, relata.

Conversamos com a Fisioterapeuta Marjorie Filellini (Crefito-3: 160760-F) para entender como o Pilates pode ajudar e esclarecer algumas outras dúvidas sobre este tema que assola as mulheres. Vamos conferir?

O que deve ser feito, em primeiro lugar?

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

A primeira coisa é buscar orientação médica, porque existem dois tipos de varizes: as superficiais e as profundas. Algumas delas precisam de cirurgia, tudo vai depender da avaliação do médico.

Como prevenir o aparecimento das varizes?

Se as varizes forem congênitas não tem muito o que fazer. Uma hora elas vão aparecer. Mas, com os cuidados indicados, é possível protelar um pouco o momento.

Muitas vezes, é necessário mudar a rotina e incorporar hábitos saudáveis no dia a dia. Mas, em regra geral, é muito simples prevenir o aparecimento deste incômodo:

Faça exercícios físicos de baixo impacto, como Pilates, caminhada, bicicleta, natação e hidroginástica (ou qualquer atividade na água). Na musculação, é melhor dar ênfase às repetições e usar cargas de pouco peso.

Se tiver de ficar em pé, tente caminhar ou levantar e abaixar os calcanhares. Se trabalha sentada, procure ficar em pé a cada meia hora. Mas tente não ficar muito tempo parada na mesma posição, seja ela em pé ou sentada.

Mantenha o peso. Engordar subitamente favorece o aparecimento de varizes, por isso é comum que elas surjam na gravidez. Não fume. Segundo a cirurgiã vascular Solange Evangelista, o cigarro piora a circulação e favorece as doenças venosas de maneira geral – dentre elas as varizes.

Qual o tratamento?

O tratamento pode ser feito de várias maneiras. Veja as mais comuns:

A principal forma de prevenir e tratar é praticar atividades físicas – A caminhada é a mais recomendada, já que embaixo dos pés existe a sola venosa de Lejars, que funciona como um coração venoso e só é acionada quando caminhamos. Também, com a atividade física, é possível aumentar naturalmente o tônus muscular, sem medicamentos. As atividades ajudam com o retorno venoso.

Usando meia elástica de compressão – As meias tem compressões diferentes e uma maneira específica de colocar, que serão recomendadas pelo médico.

Medicamentos – Existem também alguns medicamentos que ajudam na circulação venosa. Mas atenção: só utilize medicamentos recomendados pelo médico.

Cirurgia – Quando o Angiologista ou Cirurgião percebe um grande comprometimento vascular, o melhor tratamento pode ser o cirúrgico. Exames, como ultra-som eco collor doppler vascular, podem mostrar exatamente a gravidade do problema.

O Pilates é recomendado?

O Pilates é sim recomendado, desde que tenha liberação médica. Porque as varizes podem ter coágulos que talvez gerem uma complicação. A atividade somada a caminhada pode ser uma forte aliada porque consegue dosar e aumentar o tônus muscular e também ajudar no controle de edemas nos membros inferiores.

2 COMENTÁRIOS