Pilates e prevenção de lesões em atletas

Pilates e prevenção de lesões

Entenda como o método atua na prevenção de lesões 

Quase todas as pessoas, independentemente da idade, valorizam a habilidade de realizar suas funções motoras de modo independente durante o dia a dia. Quando um indivíduo busca os serviços de saúde por causa de uma desordem física que o impede de realizar certas atividades do cotidiano, que considera importantes, procura reaver aquela função que por algum motivo ficou prejudicada, causando dor ou problemas no movimento. Mas temos também os atletas profissionais e amadores, que buscam o serviço de fisioterapia para obter uma melhora na performance ou no desempenho da atividade que realizam, e também como forma de prevenir futuras lesões. 

A preparação de atletas 

Os exercícios físicos são as principais formas de utilização das ações motoras na preparação desportiva, a qual é um componente do sistema de treinamento do atleta e tem como objetivo propiciar o bom desenvolvimento e aperfeiçoamento, em um nível máximo para o desempenho da modalidade específica que ele atua. Vale destacar algumas das capacidades físicas que devem ser treinadas para a realização de esportes. Destas são resistência, força, velocidade, flexibilidade e coordenação. Além disso, é necessário que os atletas desenvolvam uma boa aptidão física, controle motor, conhecimento do gesto esportivo, além do ótimo nível de preparação física e mental. 

Segundo especialistas na área, é comprovado que o exercício físico traz vários benefícios à saúde dos praticantes, como o emagrecimento, a melhora das condições cardiorrespiratórias, a diminuição da pressão arterial, melhora nas funções cognitivas, diminuição do estresse, além da melhora no desempenho das funções musculoesqueléticas, dentre outros. 

PUBLICIDADE
Linha WAVE 2.0 MetaLife setembro 2021
Five Outubro 2021 - Seu próximo passo, sua nova oportunidade
Linha WAVE 2.0 MetaLife setembro 2021

Para um bom desempenho nos esportes requer atividades altamente especializadas, assim como padrões repetitivos, exigindo um bom conhecimento da mecânica corporal e de sua resposta ao estresse e tensão impostos. No esporte de alto rendimento, todas essas exigências se tornam ainda maiores, o que acaba por aumentar o desgaste físico dos atletas. Certos padrões de dominância postural podem ser evidenciados em função do esporte praticado, exercendo influência sobre o desequilíbrio muscular e contribuindo para o desenvolvimento de alterações posturais. Estes são potencializados e podem evoluir para uma lesão, gerando dor e a incapacidade de realizar a atividade física. 

As lesões musculoesqueléticas podem ser definidas como qualquer alteração que ocasione o mal funcionamento do músculo, que pode resultar de um treinamento físico ou atividade física realizada de forma inadequada, na qual a lesão pode perdurar por semanas, com alterações na rotina do indivíduo. De acordo com o grau da lesão, pode incapacitá-lo, levando a procurar ajuda profissional, que, quando for realizada com uma orientação e preparação física adequada, levando em conta fatores como alongamentos, reforço muscular, postura e respiração, podem ser sanadas. 

 Pilates e prevenção de lesões 

O Método Pilates é uma modalidade de exercício que tem sido usada em um amplo espectro de aplicações clínicas, desde a reabilitação, melhora das capacidades físicas específicas de vários esportes e até como um meio de combater doenças inflamatórias crônicas.  

Um dos objetivos do método é restabelecer o funcionamento ideal do corpo através dos princípios básicos que norteiam a técnica: respiração; centralização; controle; concentração; precisão e fluidez, sendo capaz de proporcionar força, flexibilidade, melhora da postura, controle motor, melhora de consciência e percepção corporal. Estes benefícios ajudam a prevenir lesões e auxiliar no alívio de dores crônicas. 

Os princípios tradicionais do método são seis

O primeiro é a centralização, que é o aperto do centro muscular do corpo ou casa de força, localizado entre o assoalho pélvico e a caixa torácica durante o exercício.  

O segundo é a concentração que é a necessária atenção cognitiva para realizar o exercício.   

O terceiro é controle ou a gestão rigorosa da postura e movimento durante o exercício.  

O quarto é precisão da técnica do exercício.  

O quinto é a fluidez, ou seja, a transição suave de movimentos dentro da sequência de exercícios.   

O sexto princípio é a respiração para mover o ar para dentro e para fora dos pulmões em coordenação com o exercício. 

Por Márcio Schons
Fisioterapeuta – IPA;
Sócio do Instituto Golden Pilates e Fisioterapia
@institutogolden_ensino
@institutogolden_clinica 
Pós-Graduado em Traumato Ortopedia e Desportiva;
Dry Needling;
Formação em Pilates Clássico – Básico ao Avançado;
Formação em Pilates com Acessórios Clássicos;
Neurociência da Dor;
Podoposturologia;
Raciocínio Clínico na Fisioterapia Musculoesquelética;
Ventosaterapia. 

PUBLICIDADE
Estúdio Infinity MetaLife Outubro 2021
Estúdio Infinity MetaLife Outubro 2021
Five Outubro 2021 - Seu próximo passo, sua nova oportunidade