Pilates como tratamento da hérnia de disco

Por Larissa Moraes –  Crefito 125953-F 

Fisioterapeuta e Especialista em Fisiologia do Exercício e Biomecânica

Grande parte da população sente ou já sentiu algum desconforto lombar. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 8 em cada 10 pessoas no mundo tem diagnóstico de hérnia de disco. Sim, um número alarmante. Sendo assim, a chegada de clientes com queixa de dor e diagnóstico de hérnia de disco é cada vez mais frequente.

Muitos são os fatores de risco que desencadeiam essa condição, dentre eles estão sedentarismo, fator genético, atividade laboral, sobrepeso.  

Existem duas opções de tratamento: CONSERVADOR ou CIRÚRGICO. Sendo que a segunda opção serve para a minoria dos casos. O tratamento conservador será sempre a primeira escolha. O Pilates é super indicado no tratamento da hérnia de disco. Os resultados são extraordinários através do movimento bem orientado. 

PUBLICIDADE

Primeiramente, vamos deixar claro que nem toda hérnia de disco é sintomática. Assim como nem toda queixa de dor lombar, mesmo que irradiada é causada pela patologia.  

A dor lombar nem sempre é justificada pela hérnia de disco, mesmo com detecção nos exames de imagem. Esses exames devem ser complementares a uma boa avaliação funcional e história do cliente. 

Por ser uma doença proveniente do desgaste do disco intervertebral, a musculatura entra com papel valioso de sustentação e proteção dessa coluna. Força de musculatura lombar, assoalho pélvico, glúteos e CORE. É necessário trabalhar estabilidade de cintura pélvica. 

Outro fator importante a ser avaliado e trabalhado nas aulas de Pilates é a mobilidade. Especialmente das articulações adjacentes, como quadril e coluna torácica.  

Vamos levar isso tudo à prática com 5 opções de exercícios de mobilidade no Reformer.

 

Força de Glúteos utilizando a miniband

O agachamento é um exercício completo e funcional que deve estar presente no repertório escolhido, desde que seja realizado com prudência, mantendo um bom padrão de movimento.

 

Força de CORE, avaliando e reavaliando diariamente competência abdominal

As progressões devem ser inseridas quando o cliente estiver preparado. Para isso é preciso um bom conhecimento de biomecânica, e aos poucos explorar alavancas, planos e eixos de movimento. Estou usando uma mola vermelha e a overball é pra gerar conforto, porém não se pode descarregar peso sobre ela, use-a como um leve apoio.

Atendo diariamente clientes com diagnóstico de hérnia de disco e tenho excelentes resultados, Muitos deles estão há anos sem crise. Outros, tiveram as hérnias reabsorvidas. Os relatos e feedbacks são incríveis. Transformar vidas através do movimento é uma dádiva.

Gostou das dicas? Marque seus amigos nos comentários e para que eles possam conhecer essas dicas também.  

Quer ser um colaborar da Revista Pilates? Mande um e-mail para conteúdo@metalife.com.br 

PUBLICIDADE
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!