Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Pilates clínico: o que é, quais os seus benefícios e diferenças

O Pilates clínico tem sido um caminho para muitas pessoas que buscam mais saúde e bem-estar. A técnica vem ganhando destaque por conta de suas particularidades, se diferenciando do modo tradicional da prática. 

Mas afinal, o que é Pilates Clínico? Neste artigo vamos explorar essa técnica, abordando as características e os benefícios proporcionados para a saúde ou reabilitação em diversos casos. 

Quer entender mais sobre essa técnica? Então siga a leitura e entenda por que pode ser a escolha ideal para muitas pessoas, independente da idade e objetivos. Acompanhe!

O que é Pilates clínico?

O Pilates clínico junta exercícios terapêuticos com as técnicas tradicionais do Pilates, porém é mais direcionado para prevenções de lesões e condições específicas de saúde. A prática é realizada por um profissional de fisioterapia, que personaliza os exercícios de acordo com as necessidades  de cada pessoa. 

A modalidade é caracterizada por movimentos precisos e controlados, com foco na melhoria da força central, flexibilidade, equilíbrio e postura. A respiração também possui um papel crucial, pois auxilia no controle dos movimentos e na concentração. 

Diferenças entre Pilates clínico e tradicional

Embora utilizem alguns princípios fundamentais, as duas práticas apresentam diferenças significativas em seus objetivos. 

O Pilates tradicional é um sistema de exercícios que tem como finalidade apresentar melhorias na força, flexibilidade e equilíbrio do corpo inteiro. A técnica, geralmente, é praticada  em grupos e prioriza a fluidez dos movimentos e a consciência corporal.

Por outro lado, o Pilates clínico é uma adaptação que tem foco na reabilitação e prevenção de lesões. Os exercícios são personalizados de acordo com as necessidades de cada indivíduo e, por isso, costumam ser realizados de maneira individual, levando sempre em consideração idade e condição física. Trata-se de uma ferramenta valiosa para a recuperação física. 

Quais os benefícios do Pilates clínico?

O Pilates clínico proporciona diversos benefícios para a saúde física e mental. Agora veja algumas das principais vantagens dessa modalidade. 

Benefícios para a saúde física

O Pilates Clínico é conhecido pelo fortalecimento dos músculos que sustentam e estabilizam a coluna vertebral. Essa força aprimorada pode resultar em uma postura melhor e na prevenção de dores nas costas. A prática também promove flexibilidade e equilíbrio, o que é benéfico para os idosos, pois pode ajudar a prevenir quedas.

Além disso, o Pilates Clínico ajuda na recuperação e reabilitação de lesões. Ao focar nos movimentos precisos e controlados, auxilia no fortalecimento dos músculos enfraquecidos e a melhorar a mobilidade das articulações.

Benefícios para a saúde mental

Entretanto, os benefícios do Pilates clínico não são somente para o  corpo. A técnica também é excelente para a mente. A concentração exigida durante a prática ajuda a acalmar e reduzir os níveis de estresse e ansiedade. Além disso, outro benefício é a melhora da qualidade do sono. Portanto, é uma prática que promove uma sensação de bem-estar e equilíbrio geral.

Quais pessoas podem se beneficiar com o Pilates clínicos?

O Pilates Clínico oferece benefícios a uma ampla gama de pessoas, abrangendo todas as idades, níveis de condicionamento físico e objetivos de saúde. Acompanhe.

  • Pessoas com problemas de postura e dores nas costas: A prática de Pilates Clínico, com seu foco em movimentos precisos e no fortalecimento do núcleo, pode contribuir significativamente para a melhoria da postura e a redução de dores na região lombar.
  • Pessoas em recuperação de lesões esportivas: O Pilates Clínico é altamente recomendado para quem está se recuperando de lesões esportivas, pois os exercícios podem ser personalizados para tratar áreas específicas e ajudar a reabilitar os músculos e articulações.
  • Indivíduos com condições neurológicas: Pacientes com doenças neurológicas, como a doença de Parkinson, podem se beneficiar do Pilates Clínico, pois ele ajuda a melhorar a coordenação, o equilíbrio e a força muscular.
  • Mulheres grávidas ou no pós-parto: O Pilates Clínico é seguro para mulheres grávidas e no pós-parto, pois os exercícios podem ser adaptados para acomodar as mudanças no corpo. Ele pode ajudar a fortalecer o assoalho pélvico, a melhorar a postura e a aliviar as dores nas costas.
  • Atletas: O Pilates Clínico também pode ser um excelente complemento para o treino de atletas, ajudando a melhorar a performance através do fortalecimento do núcleo e do aprimoramento do controle motor e da flexibilidade. Ele também pode contribuir para a prevenção de lesões.
  • Idosos: Para os idosos, o Pilates Clínico pode ajudar a manter a independência e a qualidade de vida, melhorando a força, o equilíbrio, a mobilidade e a coordenação.

Exercícios de Pilates Terapêutico 

Os exercícios de Pilates Clínico são variados e adaptados às necessidades específicas de cada indivíduo. Aqui estão alguns exemplos de exercícios que podem ser realizados em uma sessão de Pilates terapêutico. 

  • The Hundred: Este exercício clássico do Pilates ajuda a fortalecer o núcleo e os músculos abdominais. Enquanto deitado de costas, os braços e as pernas são levantados e um pequeno movimento de bombeamento é realizado com os braços, enquanto a respiração é controlada.
  • Leg Circle: Este exercício ajuda a melhorar a mobilidade do quadril e a fortalecer os músculos das pernas e do núcleo. Deitado de costas, uma perna é estendida e movida em um movimento circular, enquanto a outra permanece dobrada no chão.
  • Roll Up : Ótimo para melhorar a flexibilidade da coluna e fortalecer os abdominais, esse exercício envolve deitar de costas e ‘enrolar’ o corpo para sentar-se, depois lentamente voltar à posição inicial.
  • Swan:Este exercício é útil para fortalecer os músculos das costas e melhorar a postura. Deitado de barriga para baixo, o tronco é elevado, arqueando as costas, enquanto as pernas permanecem estendidas no chão.
  • Side Kick: Este exercício fortalece os músculos do núcleo e dos glúteos. Deitado de lado, a perna de cima é levantada e movida para a frente e para trás em um movimento controlado.
  • Teaser: Este é um exercício avançado que desafia a força do núcleo e o controle do corpo. Deitado de costas, as pernas e o tronco são levantados ao mesmo tempo para formar um “V” com o corpo.

Mas lembre-se: todos os exercícios devem ser executados pela supervisão de um fisioterapeuta qualificado para garantir que os movimentos sejam feitos de forma correta. 

Acesse nossos conteúdos

Deseja saber mais sobre as características e benefícios do Pilates? Então acesse o nosso site e veja os artigos com dicas importantes sobre muitos aspectos da modalidade. Também aproveite para fazer o download dos nossos e-books gratuitos, com informações ricas e detalhadas para o seu dia a dia.  

Gostou do assunto deste conteúdo? Deixe seu comentário. 

Compartilhar:

Destaques do mês

Confira nosso blog

BAIXE NOSSOS E-BOOKS gratuitamente

Sobre Nós
Um canal digital que fornece informações para a comunidade do Pilates, incluindo praticantes, instrutores, profissionais da saúde, profissionais de educação física, fisioterapeutas e estudantes.

FALE CONOSCO

Preencha o formulário abaixo, e em breve entraremos em contato!