Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Para treinar pilates em casa, tenha acompanhamento profissional

Para treinar pilates em casa, tenha acompanhamento profissional

Recentemente fiz uma enquete rápida nas minhas redes sociais sobre treinar em casa. Dentre os mais variados comentários, recebi, em especial, uma chuva deles alertando sobre os riscos de treinar sozinho. Percebi então que quando falamos sobre fazer pilates em casa, muitas pessoas se imaginam treinando sem supervisão e a primeira resposta tende a ser “não quero me machucar”. Mas, preciso dizer para você que, caso não queira passar por isso, você pode ter acompanhamento profissional ainda assim.

Para escrever esse artigo, contei com a ajuda dos meus alunos, artigos científicos, seguidores das redes sociais e colegas de profissão, coletando informações para trazer ideias e parâmetros de quais tipos de treino e acompanhamento você pode ter, sem passar perrengue. Eu sou Letícia Marchetto, praticante de Pilates, Ballet Fly (método que combina acrobacias aéreas com tecido) e contorção. Também sou bacharel em educação física e professora de Pilates.

Como inspiração, deixo aqui uma citação de um artigo publicado na revista científica Sports Med, de junho de 2017. Para o conteúdo, foi feita uma revisão sistemática e meta-análise envolvendo 11 estudos. Os resultados demonstraram que programas de exercícios totalmente supervisionados, parcialmente supervisionados e não supervisionados trouxeram diferentes melhorias nos resultados para os adultos mais velhos.

Leia também:

https://metalifepilates.com.br/blog-de-pilates/historia-do-pilates/

https://negociopilates.com.br/studio-de-pilates-moderno-15-decoracoes-para-se-inspirar/

https://revistapilates.com.br/pilates-define-o-corpo/

De acordo com o artigo, os programas de exercícios parcialmente supervisionados apareceram como uma boa estratégia para quem não consegue ter supervisão durante todos os treinamentos. Os resultados apontaram que, ainda que o instrutor não esteja presente em todos os treinos, se ele conseguir supervisionar de dois a três treinos semanais, há melhora qualitativa no equilíbrio e desempenho de força em relação ao treino não supervisionado. Ou seja, é possível adequar treinos em casa e ainda assim obter resultados satisfatórios!

Se você se considera leigo na atividade física que pretende praticar, como o pilates, sugiro que faça em casa dois tipos de treino: o assistido e o de lição de casa. O assistido é aquele que acontece em aula, com um professor te acompanhando.

Aqui podemos pensar tanto no personal, aquele profissional que vai até a casa do praticante; como nas aulas online, em que o professor vê o aluno.

Nestes dois casos o profissional conseguirá planejar o programa de exercícios, orientar, realizar as correções e fazer ajustes conforme a evolução e as dificuldades relatadas pelo praticante.

Já o treino de lição de casa é aquele passado pelo instrutor para o praticante fazer sozinho no intervalo entre os encontros. Neste treino, o instrutor pode deixar desde uma aula completa a ser repetida pelo aluno, até poucos exercícios para ele vá memorizando alguns movimentos fundamentais do repertório.

Os benefícios da prática de pilates em casa pelo iniciante vão desde acelerar o processo de aprendizagem e do ganho de capacidades físicas como força, flexibilidade e agilidade até o desenvolvimento gradual e progressivo de um hábito saudável. Então, minha recomendação é ter um profissional acompanhando esse progresso para não se machucar. Vale lembrar que a prática de Pilates é mais efetiva quando incorporada aos hábitos do praticante no dia a dia, como corrigir a postura, caminhar, entre outras atividades.

Compartilhar:

Redes Sociais

Mais Populares

Receba as últimas atualizações

Seja dono do seu estúdio

Categorias

Destaques do mês

Confira nosso blog

BAIXE NOSSOS E-BOOKS gratuitamente

Sobre Nós
Um canal digital que fornece informações para a comunidade do Pilates, incluindo praticantes, instrutores, profissionais da saúde, profissionais de educação física, fisioterapeutas e estudantes.

FALE CONOSCO

Preencha o formulário abaixo, e em breve entraremos em contato!