O envelhecimento nos dias atuais II

As dores e incômodos corporais são há muito tempo uma fonte de preocupação para a saúde do idoso e um empecilho para a obtenção da plena qualidade de vida dele, uma vez que dificultam os movimentos diários e os afastam de eventuais práticas de atividade física.

Outra mudança fisiológica a ocorrer no envelhecimento é a diminuição progressiva da frequência cardíaca máxima, que colabora com cerca de 50% no decréscimo do VO2max (capacidade máxima do corpo de um indivíduo em transportar e metabolizar oxigênio durante um exercício físico incremental, é a variável fisiológica que mais reflete a capacidade aeróbica de um indivíduo).

Isto ocorre devido a diminuição e mudança na estrutura da capilarização cardíaca. Na verdade, a diminuição do número de capilares faz com que o coração tenha uma capacidade mais limitada de direcionar o fluxo sanguíneo aos músculos e isso faz com que se reduza a capacidade de extrair oxigênio pelos músculos no momento do exercício (MATSUDO & MATSUDO, 1993).

Todo este processo resulta no que os especialistas em geriatria chamam de sarcopenia, que é exatamente a diminuição da massa muscular que sempre ocorre com o processo de envelhecimento. Na verdade, a causa da sarcopenia é a diminuição do tamanho das fibras musculares e perda delas também, juntamente com a perda de proteína nos músculos.

Junto com a sarcopenia, o envelhecimento também acarreta o maior acúmulo de gordura no corpo porque o próprio processo fisiológico do envelhecimento causa uma diminuição da queima calórica corporal geral por conta da massa muscular que no idoso é menor, fazendo com que quase todos os idosos engordem na fase de envelhecimento. Essa gordura corporal acaba também prejudicando sua qualidade de vida quando atrapalha a execução dos movimentos e tarefas diárias, aumenta o peso, causando dores lombares, nas pernas, etc. (OTTO, 1987).

PUBLICIDADE
Linha WAVE 2.0 estúdio completo, design exclusivo
Five de um UP no seu estúdio
Linha WAVE 2.0 estúdio completo, design exclusivo

Existem muitas doenças, degenerações físicas e incômodos que surgem com o envelhecimento do ser humano. O papel do Pilates pode ser justamente preparar o corpo do aluno para enfrentar, de maneira mais saudável e funcional, o envelhecimento. A atividade irá adaptar o corpo do idoso aos movimentos que ele executa em seu dia a dia, ou seja, melhorando a capacidade funcional para ter uma melhor qualidade de vida (OKUMA, 1998).

Muitos idosos também passam por problemas psicológicos na fase de envelhecimento por diferentes motivos, tais como: a perda do cônjuge, a perda de familiares, a falta de trabalho e ocupação, por ser atingida por preconceitos sociais, por ter dificuldade de se manter financeiramente, por ter dificuldade em cuidar de si mesma, por não ter muito convívio social e as vezes ficar muito solitário, pelas dificuldades físicas e os incômodos advindos da velhice etc.

Assim, o Pilates pode também auxiliar no combate a depressão de idosos também, uma vez que estes estarão se relacionando socialmente, fazendo amigos, descobrindo os prazeres da atividade física, por diminuir o nível de dores e incômodos no corpo e por se sentir importante e queridos pelo professor e colegas de academia ou de atividade (BROKE, 2005).

Assim, podemos perceber que quanto mais o idoso praticar as sessões de Pilates, melhor será seu humor e estado psicológico, inclusive, como citado acima, haverá uma melhora no quadro depressivo (quando houver), que é muito comum entre essa população.

Muitos idosos apresentam depressão não somente pelo fato do corpo e da saúde já não serem os mesmos, mas principalmente pelo abandono da família e amigos. Todos nós sabemos que o ser humano é um ser sociável por natureza. Deste modo, percebemos que um programa consistente e periódico de Pilates pode trazer benefícios físicos, motores, afetivos e sociais, aumentando a qualidade de vida dos idosos em diferentes e variados aspectos.

Lígia Mattos Ribeiro de Lima
Cref: 112106-G/SP

PUBLICIDADE
Linha Infinity 2021 Seu Sucesso num Flash
Linha Infinity 2021 Seu Sucesso num Flash
Five de um UP no seu estúdio

8 COMENTÁRIOS

  1. Faço Pilates à 7(sete)meses,me sinto mto.bem,adoro,tenho algumas dificuldades,mas consigo superar algumas,mas com apoio e carinho da minha professora Fernanda Noronha estou conseguindo me dominar,principalmente no Estresse e Ansiedade……