Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

Pesquisar
Close this search box.

+80K

+390K

O conceito da tensegridade aplicado ao Pilates

A tensegridade ou integridade tensional é uma propriedade da física que se aplica em materiais cujos componentes usam da tração e da compressão de forma a proporcionar- lhes estabilidade e resistência. Em linhas gerais esse conceito é descrito por uma relação entre forças contrárias, onde a tração é contínua e a compressão descontínua.

Um exemplo seria um balão cheio de ar onde as paredes do balão agem em tensão enquanto as moléculas de ar presentes dentro do balão agem comprimindo suas paredes, fato que garante a resistência do balão mesmo este sendo feito por um material fino, instável e fraco.

Nos seres humanos, o conceito da tensegridade também pode ser aplicado quando correlacionamos a interação entre músculos e ossos onde os músculos atuam numa tração contínua e os ossos atuam numa compressão descontínua dando estabilidade estática e dinâmica às partes do corpo e ao movimento.

Caso ocorra algum desequilíbrio entres as estruturas musculares e ósseas, é possível que não ocorra uma congruência articular adequada gerando assim sobrecarga em estruturas como tendões em ligamentos e, isso a curto ou a longo prazo, pode desenvolver algum tipo de lesão.

Para MAGEE (1977) e KENDALL (1995) uma boa postura é definida como sendo uma posição onde o mínimo de esforço é aplicado em cada articulação, ou seja, a atividade muscular necessária para manter o posicionamento é mínima, assim a integridade tensional da musculatura é muito importante, pois sendo os músculos estruturas que tracionam – se em sentidos opostos para manter um correto alinhamento postural e uma descarga de peso neutro nas articulações, qualquer tensão desigual pode causar alterações posturais e  sobrecarga mecânica nas estruturas tendinosas, ligamentares e ósseas.

Atividades que proporcionam um correto posicionamento das estruturas ósseas durante a execução do movimento e consideram o padrão motor importante fator para prescrição de exercícios, se destacam como sendo ideais para um público sedentário, com hábitos posturais, comportamentais e pessoais extremamente inadequados, praticantes de esporte de alto rendimento e até lesionados, pelo simples fato de garantir segurança durante os exercícios e o correto desempenho muscular, preservando assim as articulações e tudo que as constituem.

Qualquer modalidade de exercício pode atuar com esses objetivos tais como, musculação, aulas de ginástica, atividades aquáticas e esportes em geral, desde que seja de conhecimento do profissional conceitos básicos de cinesiologia, biomecânica e postura.

O método Pilates destaca-se na aplicação do conceito da tensegridade, pois tem como princípio o alinhamento total do corpo e a execução controlada do movimento, possibilitando assim uma melhor atividade muscular dos músculos mais profundos que participam diretamente na estabilidade articular, tornando o movimento congruente e eficiente. Como dizia Joseph, ‘’ os exercícios devem ser executados com o mínimo de esforço e o máximo de prazer’’.

Correlacionando sempre a qualidade ao invés da quantidade, o Pilates busca equilibrar as forças aplicadas no corpo e assim proporcionar uma maior fluidez nos movimentos

Ao compararmos a teoria da tensegridade com a teoria do método Pilates observamos que ambas seguem a mesma linha de pensamento pois é necessário que as estruturas musculares, ligamentares, tendinosas e neurais atuem de forma combinada durante o movimento, garantindo que ocorra a correta tração dos músculos e a compressão dos ossos. Para que isso ocorra, é necessário educar o movimento alterando o padrão motor incorreto e buscar uma melhor conexão entre o sistema nervoso central e os músculos.

No Pilates esse é o conceito da concentração onde deve –se estar presente para execução dos exercícios, pois é a mente que esculpe o corpo. Sendo assim, o aprendizado do movimento e o direcionamento da atenção durante a aula é de suma importância e característica fundamental de uma aula de Pilates.

Para Joseph, contrologia, como assim chamava seu método, nada mais é que o desenvolvimento de um corpo uniforme, com uma postura correta, com uma grande vitalidade, uma mente vigorosa e um espírito elevado, considerando então o corpo como unidade funcional, onde cada parte deve atuar de forma clara e precisa evitando qualquer compensação. O método Pilates quando corretamente aplicado é capaz de tornar os movimentos mais seguros e precisos dando base para qualquer situação, seja ela no dia a dia, em alguma modalidade de exercício ou até mesmo no esporte, tornando cada prática ainda mais saudável.

O método Pilates hoje deixa de ser mais uma modalidade de exercício, e com o avanço das pesquisas tem se firmado como importante agente na melhoria de vida de muitos que o praticam. Além de um repertório rico de exercícios, o Pilates e seus conceitos devem ser transferidos para a vida de cada um, possibilitando assim maiores resultados. Como diz Joseph, ‘’ não interessa o que você faz e, sim, como faz’’.

Prof.esp. Victor Valente
Cref: 074605- G/SP

Compartilhar:

Redes Sociais

Mais Populares

Receba as últimas atualizações

Seja dono do seu estúdio

Categorias

Destaques do mês

Confira nosso blog

BAIXE NOSSOS E-BOOKS gratuitamente

Sobre Nós
Um canal digital que fornece informações para a comunidade do Pilates, incluindo praticantes, instrutores, profissionais da saúde, profissionais de educação física, fisioterapeutas e estudantes.

FALE CONOSCO

Preencha o formulário abaixo, e em breve entraremos em contato!