kinesio taping e Pilates

Você já ouviu falar de kinesio taping e a relação dele com o Pilates?  Quem explica tudo sobre essa técnica super diferente pra gente é a Fisioterapeuta Rebeca Sodré (CREFITO 120.411-F).

A kinesio taping é uma técnica de bandagem terapêutica desenvolvida em 1973 pelo Dr. Kenzo Kase, com o objetivo de proporcionar ao paciente um recurso terapêutico que auxiliasse o músculo e outros tecidos a buscarem a sua homeostase no intervalo entre as sessões de quiropraxia.

Esta técnica – kinesio taping – foi apresentada pela primeira vez nas olimpíadas de Seul em 1988, porém tornou-se notória após 1995 quando foi difundida no Ocidente. Ela passou a ser reconhecida pelas faixas coloridas, usadas pelos atletas.

Na função muscular, o objetivo da bandagem é desencadear efeitos de ativação ou inibição diretamente sobre a musculatura aplicada trabalhando sinergicamente a este, a fim de promover a melhora de um músculo fraco, inibido, hipotônico, desequilibrado ou relaxamento e redução da hiperatividade.

Podemos considerar que a utilização do taping durante uma aula de pilates terá um efeito duplo sobre a musculatura: o pilates atuando de forma direta e o taping atuando de forma indireta e sinérgica. Alunos que têm dificuldade de manter a cava plantar, podem por exemplo, utilizar deste recurso a fim de favorecer esta curvatura.

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

O profissional qualificado na técnica do kinesio taping aplica a bandagem. O aluno faz parte da aula utilizando-a e depois retira-a para dar continuidade a aula. O estímulo dado, continua enviando as informações, mesmo após a sua retirada; e a informação que chega ao encéfalo é de ainda manter a ativação da musculatura profunda dos pés. O aluno realizando o exercício com e sem a bandagem faz com que este treinamento seja processado de forma mais específica e eficaz.

O estímulo na pele envia informações preciosas, bem como o estímulo verbal e tátil dado pelo professor durante a aula; mas a junção destes três elementos, torna mais perceptível e consciente ao aluno, facilitando a atuação muscular e compreensão de postura e movimento.