Hérnia de disco e reabilitação com Pilates

Hérnia de disco e o movimento de elevação pélvica 

Como o movimento de elevação pélvica, através do método Pilates, pode contribuir para a melhora de pacientes com diagnóstico de hérnia de disco? Clique AQUI e confira a primeira matéria sobre o tema.

A hérnia de disco, uma patologia extremamente comum na atualidade, segundo Negrelli (2001), vem causando em seus portadores inabilidade, pois consiste em um processo de ruptura do anel fibroso, deslocando a massa central do disco para os espaços intervertebrais, existindo portanto inúmeros fatores de risco ambiental, que podem ser: carregar peso, dirigir por longos períodos, sem contar com o processo natural de envelhecimento. Também pode ser explicada com base na influência genética.

Causa comum de dor, devido ao encurtamento adaptativo dos músculos isquiotibiais, a hérnia de disco restringe os movimentos e a perda da qualidade de vida. Sendo necessário no tratamento a promoção da estabilização segmentar, no sentido de equilibrar as funções musculoesqueléticas, a fim de diminuir a compressão no disco e nas vértebras, possibilitando a eliminação da dor e minimizando as recidivas.

Almeida (2016) mostra que o Método Pilates é de suma importância no sentido do tratamento da hérnia de disco, visto que traz muitos benefícios como condicionamento físico, melhora da postura dos pacientes, diminuição da dor, sendo seu resultado a melhora da qualidade de vida, sendo um motivador para a continuidade do processo de tratamento, aliando corpo e mente em busca dos resultados positivos.

PUBLICIDADE
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual

Tratamento com Pilates

O método Pilates, segundo Almeida (2016), para ser eficaz no tratamento da hérnia de disco, é preciso que seja aplicado de forma que leve o indivíduo a sair da zona de crise para poder ter controle do próprio corpo.

O movimento de elevação pélvica, quando aplicado de forma correta, tem a função de fortalecer a musculatura extensora do tronco, trazendo melhora para a respiração, alinhando a postura e também o alongamento da musculatura profunda do corpo. Com isto, equilibra-se por completo e proporciona alívio das dores, sendo prevenida as compressões dos discos intervertebrais. Portanto, visando trabalhar em todo corpo, de dentro pra fora, como mostra Gozzi (2019).

A aplicação dos protocolos de exercícios do Método Pilates, com o uso dos aparelhos Reformer e Cadillac, traz resultados eficazes, onde o paciente apresenta diminuição de dor e ganho de mobilidade lombar. Por consequência, tem um impacto favorável na qualidade de vida, onde pode adquirir novos hábitos, e estes contribuem para a manutenção de sua adequada postura corporal.

Portanto, é impossível não constatar no tratamento conservador do Método Pilates sua eficácia na prevenção, e também no tratamento da hérnia de disco o intuito claro e objetivo proporcionado pelos exercícios propostos: o de fortalecer a musculatura e a estabilização do disco intervertebral, de forma que: – na prevenção não venha a sofrer os desgastes desnecessários. -no tratamento traga alívio das dores e melhora da qualidade de vida do paciente.

Vanessa Molina
Profissional de Educação Física
Gestora do estúdio Pilates Vanessa Molina

Referência bibliográficas:

  1. N. W. Hérnia Discal: Procedimentos de tratamento. ACTA ORTOP BRAS, p. 9. (Out/Dez de 2001).
  2. ALMEIDA, Vanessa Aparecida Dias Molina. Efeito do Método Pilates na Reabilitação da Hérnia Discal Lombar. São Paulo: Estácio, 2016.
  3. GOZZI, R. Métodos e tratamento da hérnia de disco lombar. Disponível em: http://www.ebah.com.br/content/ABAAAgxEkAG/018-anatomy-book-hernias-disco , Acesso em: Out de 2019.
PUBLICIDADE
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual