Equilíbrio na gestação com Pilates

Podemos dizer que é relativamente comum a gestante torcer o pé, isso porque o equilíbrio nessa fase fica alterado. Sabe por quê?

Durante a gestação acontecem milhares de mudanças hormonais, como na relaxina.

A relaxina, produzida pela placenta, é responsável por proporcionar maior mobilidade dos ligamentos, além de atuar na capacidade do útero distender-se para acomodar o bebê.

Quando pensamos na ação da relaxina nas articulações da região, observamos vários benefícios, já que este ajuda a preparar o corpo para o parto, afastando os ossos da pelve e permitindo um aumento do canal de passagem do bebê. Porém, precisamos tomar alguns cuidados com a ação desse hormônio nas outras articulações, que por ficarem mais instáveis, podem ter maior risco de lesão. Esses cuidados precisam ser levados em conta tanto no dia a dia, quanto na atividade física.

Dicas que fazem toda a diferença

Cuidado com superfícies molhadas ou irregulares quando caminhar e atenção ao carregar peso, especialmente crianças.

PUBLICIDADE
Linha WAVE 2.0 estúdio completo, design exclusivo
Five de um UP no seu estúdio
Linha WAVE 2.0 estúdio completo, design exclusivo

Salto alto então, nem pensar. Além da falta de equilíbrio e risco de torções, existem outros fatores que fazem com que a gestante deva ficar longe do salto (mas vamos deixar para outra matéria).

No caso da atividade física – sempre supervisionada – exercícios que necessitem de equilíbrio passam a não ter mais objetivo. Uma das indicações do American College of Obstetrician and Gynecologist (ACOG) é exatamente essa: “as atividades devem minimizar o risco da perda de equilíbrio e trauma”. Portanto, cuidado com posicionamentos com risco de queda e com bases instáveis.

Malabarismos no Pilates não são indicados durante a gestação. Vamos deixar os exercícios aéreos para um pós parto tardio, certo?

Não podemos esquecer que, além da ação da relaxina nas articulações, a gestante também está com seu centro de gravidade alterado devido às alterações posturais, intensificando ainda mais o desequilíbrio. Por esse motivo, o cuidado deve ser redobrado.

O Pilates, com suas devidas adaptações, atua no fortalecimento muscular, que irá ajudar a estabilizar as articulações, substituindo, na medida do possível, os ligamentos em articulações como ombros, punhos, joelhos e tornozelos, melhorando a mecânica corporal.

Adaptações na rotina da gestante e na prática da atividade física são muito bem-vindas!

Ana Regina Nogueira
CREFITO-3 163265/F
Fisioterapeuta e idealizadora da Umana Pilates – para o corpo gestante

PUBLICIDADE
Linha Infinity 2021 Turbine seu estúdio
Linha Infinity 2021 Turbine seu estúdio
Five de um UP no seu estúdio

3 COMENTÁRIOS

  1. A Umana Pilates – para o corpo Gestante gostaria de salientar que a foto selecionada é de total responsabilidade da Revista Pilates e que não possuímos qualquer relação com o studio citado na foto. Importante dizer que nos responsabilizamos apenas pela matéria, escrita pela idealizadora da Umana Pilates, a Fisioterapeuta Ana Regina Simões Nogueira.
    Concordamos em número e grau com o comentário de alguns seguidores da Revista criticando a escolha da imagem!
    Pedimos desculpas a todos que acompanham nosso trabalho. Já solicitamos para que a revista que modifique a imagem.
    Obrigado pela compreensão.
    Equipe Umana Pilates – para o corpo Gestante