Saber quais são e como funcionam os principais aparelhos de pilates clássico é crucial para o aluno ou o profissional conhecer melhor a atividade que será realizada nele.

Assim, pode-se extrair ao máximo das atividades e fornecer ao aluno a melhor experiência no aparelho. Todos eles foram criados junto com a técnica, para que se pudesse colher um resultado mais satisfatório.

Dessa forma, Joseph Pilates estudou quais seriam os melhores para dar suporte a tais exercícios. Na época de sua criação, eles eram feitos com itens que o próprio Pilates achava.

Então, se utilizava de barris, estribos de selas para montar a cavalo, cadeiras etc. Joseph os adaptava e assim conseguia inseri-los como parte do seu método. Ao longo dos anos, com toda a certeza, tudo foi sendo repensado, modificado e atualizado para épocas mais modernas.

Uma vez que uma das alunas de Joseph Pilates, Romana ficou a cargo do estúdio após sua morte, entrou em contato com Donald Gratz para que ele pudesse fabricar os aparelhos.

PUBLICIDADE

Muitos deles tinham diferentes medidas e formas e eles foram escolhendo os que mais serviam para o que eles tinham em mente.

Por exemplo:

Como exemplo temos o reformer: Joseph Pilates tinha inventado, ademais do reformer mais conhecido de hoje em dia, o home reformer, o reformer com patas de leão, o reformer devana/divana e muitos outros mais. Eles são chamados de aparelhos originais de pilates.

Logo depois de escolher um modelo de reformer para deixar de formato padrão e a partir do momento dessa primeira fabricação, nasce, portanto, o conceito de aparelhos clássicos de pilates.

Assim, conseguimos ver então aparelhos, desenvolvidos a partir da ideia original, sendo instalados em diversos estúdios e proporcionando o máximo de suporte aos alunos que os utilizam.

Quer saber que aparelhos são esses? Então continue lendo.

Quais são os principais aparelhos de pilates clássico?

Grande parte das pessoas que se interessam por pilates sabem que há três formas de executá-lo. A primeira é o pilates original (que Joseph treinava no seu próprio corpo e para seus alunos), a segunda é o clássico (dos alunos diretos de Joseph que mudaram algo em relação ao método) e a terceira é o contemporâneo.

O original foi criado lá no início do século XX e desde então, seu conceito se espalhou e cresceu até que novas técnicas surgissem e o pilates contemporâneo pudesse nascer.

O pilates clássico é praticado por milhões de pessoas ao redor do mundo e até hoje usa-se acessórios como auxílio para a atividade. Dessa forma, as pessoas conseguem executar melhor o exercício e reabilitar corpo e mente.

A versão clássica da atividade carrega esse nome justamente por manter até hoje os conceitos originais e os aparelhos nos exatos formatos que foram criados.

Os instrutores geralmente fazem alguns ajustes nos aparelhos para que cada pessoa se adapte melhor a eles e consigam utilizá-lo de forma certa. Mas com o tempo, o aluno praticante de pilates dominará os exercícios e aparelhos sem nenhum esforço.

Separamos abaixo esses aparelhos e a forma como se usa, veja:

 

1. Cadillac

aparelho clássico cadillac pilates

Esse é um dos principais aparelhos de pilates clássico que existem. Isso porque ele consegue entregar diversas formas de uso e tanto alunos iniciantes quanto os avançados conseguem utilizá-lo ao máximo.

No curso de pilates de São Paulo comentei que o nome do aparelho se refere ao carro que se utilizava na época e um dos mais famosos. Ele era o sonho de consumo de Joseph Pilates. Por conta de sua estrutura, o aparelho também ficou conhecido como trapézio.

Isso porque assim como o trapézio, é possível fazer alguns movimentos “no ar”. Por se tratar de um aparelho longo e que aparentemente não apresenta nenhuma dificuldade, muitos se enganam com essa ideia até que o usem por primeira vez.

O Cadillac foi pensado de forma exclusiva para o fortalecimento dos músculos, desenvolvimento de coordenação, mobilidade, dentre outros pontos importantes.

Nele, é possível realizar diversos movimentos e pode-se adaptá-lo ao usuário por conta dessa flexibilidade em seu uso.

2. Reformer

reformer clássico

Aliado ao Cadillac, o Reformer é um dos mais usados, principalmente dentro de um estúdio que utiliza a metodologia clássica. E o reformer tem esse nome porque o seu criador acreditava na possibilidade de o aparelho reformar as pessoas.

Sendo assim, criou a primeira versão do aparelho que era composta por um objeto móvel que fazia uso de 4 molas de mesma tensão entre si.

Hoje em dia, podemos encontrar aparelhos de até 5 molas com tensões variadas para que se possa ajustar a qualquer pessoa que o use, sendo ela iniciante ou avançada.

Com o tempo, você também pode aumentar o grau de complexidade que o aparelho te exige. O bom do pilates é que a maior parte dos aparelhos utilizados como suporte, podem ser adaptados.

Por isso, qualquer pessoa pode iniciar na atividade sem se preocupar se vai ou não dominar aquele aparelho, pois ele se ajustará especialmente ao modo como o indivíduo pode usá-lo sem sentir maiores dificuldades.

3. Chair (wunda, eletric e arm chair)

chair clássica pilates chair clássica pilates chair clássica pilates

Em uma de suas primeiras vers?es (wheel chair), Joseph chamou este aparelho de “reformer na vertical”. Isso porque a cadeira foi feita a partir de uma cadeira de rodas.

A principal intenção de Pilates ao fazer um aparelho na cadeira de rodas, era para que as pessoas pudessem se exercitar em qualquer momento, mesmo sentadas.

No curso de pilates Rio de Janeiro contei que o aparelho passou por algumas modificações e hoje em dia ele não tem o apoio das costas (para zona sacral), o que o torna mais versátil e com maiores possibilidades de realizar exercícios em posição decúbito.

Então, quem usava esse aparelho pode ter uma personalização maior e ainda variar um pouco a carga, fazendo com que o pedal fique mais resistente.

Joseph criou três tipos de chair, que são a high/eletric chair, a baby/arm chair e a wunda chair. Os três modelos são bem distintos um do outro quanto a propostas e exercícios.

4. Ladder Barrel

ladder barrel clássico

Foi elaborado por Joseph de uma forma muito especial. Isso porque ele se utilizou de um barril de cerveja, algo que gostava muito e na época eram vendidas em barris, para que pudesse criar o Ladder Barrel.

Notando a presença de um barril vazio, Joseph teve a ideia de transformá-lo para que ele pudesse ser usado durante os exercícios de flexão e extensão da cervical.

Há uma pequena escada na frente do aparelho e essa superfície arredondada para que o usuário consiga ganhar flexibilidade e realizar melhor os exercícios de alongamento, promovendo a mobilidade articular.

Um dos maiores desafios de quem utiliza esse aparelho é para que possa deixar o corpo ser mais forte e com maior flexibilidade. Ele tem como proposta trazer uma reabilitação na coluna. Se não chega a emagrecer no pilates, de forma radical, o certo é que trabalha os oblíquos e reto do abdome; ademais existem muitos comentários de que afina a cintura.

 

5. Pedi Pole

pedi pole pilates

Esse é um aparelho cuja função principal é poder tratar patologias da coluna e ademais possui outras variações para poder melhorar o equilíbrio do cliente.

O aparelho acaba sendo muito usado para que possa trazer uma estabilidade ao músculo do core. Dessa forma, o aparelho atua também no equilíbrio e na fortificação dos músculos.

Esse é um aparelho de estrutura bem simples, porém tem bastante utilidade na hora de realizar uma atividade específica para o alinhamento de postura.

 

6. Airplane board

airplane board

Este aparelho se trata de algo inventado para dar mais estabilidade e facilitar a atividade “airplane” que é feita no cadillac. Existem vários outros tipos de exercícios que se pode realizar com este aparelho.

Para as pessoas de terceira idade, ele é ideal, pois oferece total apoio nas atividades.

Ademais existem também:

 

7. Wall Unit

Esse aparelho parece muito com o cadillac e é uma das invenções em que mais pode ocorrer variações de exercícios. Isso porque ele trabalha principalmente junto com o MAT.

A semelhança se dá pelo fato de que muitos exercícios podem ser feitos nesse aparelho, exceto aqueles que fazem uso do trapézio e de barras horizontais.

 

8. Magic Circle

O magic circle também é muito conhecido como círculo mágico, anel mágico ou anel de pilates. Com ele é possível realizar muitos movimentos feitos em solo e também em outros equipamentos.

Além disso, é possível realizar também os movimentos do próprio aparelho. O grande foco do magic circle é atuar na área de power house de um jeito mais intenso para que o esforço seja ainda maior e os exercícios possam ser dificultados.

O magic circle é muito recomendado para os alunos que já estão avançados no pilates e precisam que os exercícios sejam um pouco mais intensos.

9. Foot Corrector

De forma literal, o equipamento tem como objetivo fazer a correção dos pés. Porém, não são todos os estúdios que continuaram aderindo esse aparelho.

Ainda que ele trabalhe especificamente os pés e toda a sua região, há outros aparelhos e exercícios no pilates que cumprem com o mesmo propósito.

Porém, esse em específico tem como objetivo poder corrigir a pisada desequilibrada, o desalinhamento do tornozelo, entre outras funções que podem interferir em outras partes do corpo por terem ligação com os pés.

10. Toe Corrector

Esse é um acessório pequeno e também não é tão utilizado quanto os outros aparelhos mais clássicos de pilates. Porém, ele é bastante útil principalmente para quem sofre com dores nos joanetes e precisa aliviar essa dor causada nos pés.

Utiliza-se então os dois elásticos nos dedos e realiza-se os movimentos para amenizar essa dor.

11. Push up device

Joseph, quando criou o pilates, pensou em cada parte do corpo que pudesse se desenvolver. Desse modo, ele desenvolveu o push up device que tem como objetivo fortificar os membros superiores e oferecer maior equilíbrio.

O aparelho funciona como uma barra de apoio de mãos e usa-se dessa forma.

 

12. Neck Stretcher

Esse objeto criado por Joseph Pilates foi usado de forma a auxiliar a musculatura do pescoço de uma pessoa. Assim, a musculatura acaba sendo trabalhada para que fique mais forte.

Em geral os lutadores é que fazem bastante uso desse aparelho para que possam treinar, visto que o pescoço é uma área muito trabalhada na luta. Porém, pode-se usar o aparelho por qualquer um que tenha necessidade.

 

13. Foot Exercise Bar

Esse é um aparelho relativamente simples. Sua criação se baseia em dar uma maior flexibilidade a musculatura dos tornozelos e tendões de Aquiles.

Além disso, o equipamento é capaz de fortalecer áreas importantes como os flexores plantares.

 

14. Bean Bag

Os acessórios criados por Joseph eram coisas que ele utilizava no dia a dia, portanto, eram objetos simples, porém, adaptados para que pudessem ter uma melhor execução.

O intuito era fazer uma fabricação caseira para que outras pessoas tivessem ajuda necessária. Por isso, o bean bag é um aparelho no qual você mesmo pode fazer e ter em casa.

Ele ajuda no fortalecimento e no equilíbrio. Sua estrutura é feita apenas com um bastão amarrado em uma corda que fica presa a um saco que tenha pelo menos 1kg.

No exercício, o indivíduo terá que enrolar e desenrolar a corda no bastão. Isso o ajudará a fortalecer os músculos da parte dos ombros e irá trabalhar também com as articulações do punho.

Um dos desafios que deixam o aparelho um pouco mais complicado é que os braços devem se manter na mesma altura dos ombros enquanto ele é realizado.

 

15. Iron Shoes

Esse é um equipamento elaborado para que se pudesse colocar um peso extra enquanto se executa alguns exercícios. O sapato de ferro permite que o indivíduo tenha um controle maior do corpo.

Assim, os movimentos acabam sendo mais precisos e os músculos acabam ficando um pouco mais tonificados. A maior parte dos estúdios que praticam o pilates clássico contam com esse tipo de aparelho.

Aqui estão alguns dos principais aparelhos utilizados dentro do pilates clássico. Claro que dependendo do tamanho do estúdio, pode ser que você não veja todos eles presentes.

16. Guillotine

Um dos aparelhos mais antigos no pilates é a Guillotine. Sua popularidade frente as outras quase não tem tanto reconhecimento. Porém, alguns estúdios gostam de tê-lo presentes.

Assim como a maior parte dos aparelhos, ele conta com uma versatilidade muito grande em que vários tipos de exercícios podem ser executados.

Então, por exemplo, exercícios que você poderia fazer no solo ou no cadillac, você pode realizar nele, sendo sentado, em pé ou deitado. Tudo isso faz com que o usuário possa ter uma certa variação de movimentos.

Porém, os principais sempre estarão lá, que são:

  1. Cadillac; 
  2. Reformer; 
  3. Wunda Chair; 
  4. Ladder Barrell; 
  5. Pedipole; 
  6. Arm Chair 
  7. Eletric Chair 

Então acaba sendo interessante que você ao menos conheça bem esses aparelhos para que possa saber como utilizá-los e quais as possibilidades de execução de exercícios eles proporcionam.

Conclusão

Por fim, vimos aqui um pouco dos principais aparelhos e como eles funcionam. Todos são fundamentais para uma boa execução dos exercícios. Sendo assim, vale a pena conhecer cada um e saber como funcionam.

Se você é profissional ou estudante de fisioterapia, educação física, enfermagem, dança ou outra profissão que o seu conselho permita ademais, trabalhar com pilates e quer saber mais sobre o método para que possa dar aulas, então é preciso que você faça um curso de formação em pilates e fique por dentro de todas as técnicas do método.

Conte aqui se este conteúdo foi útil para você e comparta com mais pessoas.

Sandro Alves, diretor Alves Pilates e criador do Blog de pilates da mesma empresa.

PUBLICIDADE
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!
Acessórios MetaLife, o seu estúdio mais completo!