Aulas online

AULAS ONLINEestruturação, ministração e acompanhamento 

Neste período, onde todos precisaram estar em casa isolados, manter a mente e o corpo em equilíbrio são a atitude mais sábia a ser adotada para combater a ansiedade e diminuir o estresse. Com o mundo cada dia mais digitalizado, o exercício físico em casa passou a ser uma excelente opção pelos diversos benefícios e facilidades. Alguns escolheram mergulhar no mundo virtual logo de cara, enquanto outros estão cedendo aos poucos, mas uma coisa é certa: o atendimento online é uma modalidade que veio para ficar. 

Além de ser uma possibilidade de manter seus alunos fieis ativos, a aula virtual permite que os profissionais do movimento alcancem um público muito maior, agora sem a barreira geográfica. Para iniciar no digital ou aperfeiçoar seu trabalho online, as ferramentas mais importantes são: planejamento, determinação e muita criatividade. Entre os diversos benefícios do exercício físico regular, treinar em casa ainda tem algumas facilidades que vale pontuar: 

  Economiza tempo e dinheiro com deslocamento; 

  1. Treino no conforto de casa ou onde preferir, mesmo nas férias; 
  1. Treino no tempo livre por estar sempre disponível, no caso de aulas gravadas; 
  1. Flexibilidade nos horários ao agendar com o professor e logo depois já estar disponível para outras atividades do cotidiano; 
  1. Não é necessário adquirir aparelhos ou acessórios caros, os exercícios utilizam do peso do próprio corpo; 

MINHA EXPERIÊNCIA 

PUBLICIDADE
Aula online do I am Studio

No I am Studio, em Curitiba, logo nos primeiros dias do assunto “pandemia” houve uma reunião para pensarmos nas possibilidades caso realmente fechasse o estúdio. Inteligência antecipativa é um ótimo ponto a ser estudado e praticado para manter o planejamento estratégico sob controle, considerando possíveis variáveis. A princípio, tanto a equipe quantos os alunos se mostraram bastante resistentes, mas todos decidiram experimentar esse novo formato de atendimento e o resultado foi surpreendente. 

Eu, diretora do espaço, já atendia um familiar no formato online desde 2016, o que me deu credibilidade para motivar os professores com dicas práticas. Nos primeiros seis meses de fechamento total do estúdio, 83% dos alunos se mantiveram ativos em algum dos formatos disponibilizados, percentual de muito orgulho para toda a equipe. O planejamento financeiro direcionou a administração a negociar todas as contas fixas possíveis e os resultados foram satisfatórios, mantendo o caixa saudável durante todo o “abre e fecha” nos últimos 18 meses.  

Percebemos que as aulas online definitivamente trazem tantos resultados quanto o atendimento presencial, uma vez que o ponto fundamental é a constância do aluno. Independente do professor estar em casa ou no estúdio, distante ou próximo, o papel do profissional é direcionar e corrigir os movimentos, mas todo o trabalho de evolução depende da dedicação do aluno durante as aulas. 

ESTRUTURAÇÃO DA AULA 

Após dedicar um tempo para estruturar seu atendimento a respeito da quantidade de alunos e duração das aulas, por exemplo, é o momento de lapidar alguns pontos importantes. 

Preços 

Primeiramente, há diferença entre preço e valor: enquanto “valor” são os benefícios que o serviço traz, “preço” é aquilo que se paga para adquirir tais benefícios. Pontue suas condições atuais, além de cobrir todos os seus custos, é importante que haja um lucro superior ao seu investimento para ter o conhecimento que possui hoje. 

Muitas pessoas têm preconceitos a respeito do atendimento virtual, se mostram resistentes e desacreditadas. Por isso, converse com os alunos e invista tempo para ouvir e entender quais as principais objeções a respeito das aulas à distância e quebre essas resistências, uma a uma. No seu momento de falar, explique em detalhes os benefícios e a importância da constância nos treinos, ou seja, venda seu serviço. Deixe claro os pontos positivos de uma aula em casa e valorize sua profissão. Aqui entra sua responsabilidade em defender seu serviço, tendo primeiro a certeza daquilo que oferece e, se necessário, oferecendo uma “amostra grátis” aos clientes mais difíceis. Outra ótima estratégia para ter defensores do seu trabalho, é oferecer aulas para conhecidos, amigos e familiares ainda que com um preço especial, assim, quando começarem a ver os resultados vão falar disso para potenciais clientes. 

A reserva do horário, estudo, planejamento, atendimento e correção são os mesmos na aula presencial e online, logo, não há justificativa alguma para cobrar menos pelo atendimento remoto se o conhecimento e disponibilidade do professor são os mesmos nos dois formatos de trabalho. Claro que o aluno terá uma experiência diferente ao realizar os exercícios em casa ou no estúdio, mas isso não diminui a qualidade da vivência corporal, dos benefícios de saúde e da qualidade de vida proporcionados. 

Formatos de aulas 

Existem diversas formas de levar o exercício físico no formato digital, mas o sucesso em cada uma delas depende de muita criatividade e dedicação para tornar o conteúdo de fácil compreensão aos alunos. Planeje a aula, prepare o ambiente e tenha um celular, esses são os requisitos básicos. Algumas das principais estruturas de atendimento remoto são:   

  • Aulas fotografadas: o aluno recebe a aula por meio de fotos. 
  • Vídeo aulas (gravadas): o aluno tem acesso às aulas em vídeo. 
  • Aulas online (ao vivo): o aluno é corrigido em tempo real. 

 MINISTRAÇÃO DA AULA 

A aula deve ser estruturada em pelo menos três partes: aquecimento, parte principal e volta à calma. Esse é o formato mais saudável para direcionar um ganho de saúde, qualidade de vida e bem-estar aos alunos. Somente com o pré-Pilates, MAT 34 e suas construções, já é possível preparar aulas bem variadas. Imagine quanto este leque de possibilidades aumenta ao acrescentar acessórios caseiros a cada exercício: cadeira, cama, sofá, toalha, almofada, cabo de vassoura, garrafinha de água… Adapte os movimentos e descubra quanto repertório você pode ter ao “sair da caixinha” e deixar a criatividade fluir (com responsabilidade). 

O local para a aula não precisa ser muito espaçoso, um cantinho que caiba o corpo deitado já é suficiente para trabalhar uma infinidade de exercícios. É importante direcionar o aluno quanto ao alinhamento da câmera para que seja possível visualizar o corpo todo enquanto realiza os movimentos. Dependendo do exercício, pedir para que mude de direção também facilita as devidas correções: em um momento ver o corpo de frente é o ideal, enquanto em outro pode ser importante estar de perfil para observar melhor a mobilidade de coluna, por exemplo. 

Já o ambiente do instrutor deve estar organizado e silencioso. Barulhos de trânsito, crianças e animais podem atrapalham a compreensão dos comandos verbais. Para o conforto do profissional, é indispensável uma cadeira ajustada de forma ergonômica, celular apoiado em uma altura saudável para manter os braços livres e a coluna alinhada. Após horas de aula online todos os dias, semanas e meses seguindo sem os devidos ajustes, estaria levando saúde enquanto prejudica a sua. 

ACOMPANHAMENTO DA AULA 

Durante os atendimentos de Pilates os comandos verbais são de extrema importância, tanto para trabalhar a parte cognitiva do aluno, quanto para poupar o corpo do instrutor com demonstrações repetitivas. O estímulo auditivo precisa ser dominado pelo professor com muito treino, atenção no vocabulário, experimentação de figuras de linguagem e autocorreções constantes. O ideal é que o instrutor experimente comandos claros e objetivos para que o aluno conheça cada vez mais o repertório verbal. Uma dica é utilizar referencias do próprio corpo ou do ambiente para facilitar as direções (olhe para a ponta do pé, direcione o olhar para seu umbigo, leve a mão em direção à janela…). 

Mantenha esse contato durante toda a aula, evitando momentos de silencio muito longos: sempre há algum estimulo a ser reforçado ou alguma correção a ser feita. Experimente dar um comando por repetição ou alternar com elogios para estimular de forma positiva, assim, não corre o risco de o aluno achar que está fazendo tudo errado e se sentir desmotivado. Também esteja atento ao exagero na quantidade de informações, sua voz é uma ferramenta poderosa no resultado do seu aluno. 

Outra dica valiosa é prestar atenção ao vocabulário negativo (não, sem, errado, difícil…), essas palavras liberam hormônios de estresse e podem criar uma experiência desagradável. Experimente substituir essas palavras por antônimos e, ao invés de dizer o que não quer que o aluno faça (não relaxe o abdômen), diga aquilo que ele deve fazer (mantenha o abdômen contraído). O cérebro humano não processa palavras negativas, logo, repetir o que é errado no exercício vai acabar reforçando para que aquilo acabe acontecendo. 

CONCLUSÃO 

As redes sociais têm sido ótimas ferramentas profissionais nesse período. Então, divulgue se trabalho e não tenha vergonha de investir em marketing pessoal: só sendo visto para ser lembrado. Basta alguma pesquisa para encontrar dicas valiosas que facilitem as vendas. Outro ponto importante é seguir profissionais do Pilates, assim, é possível se inspirar e ter novas ideias para suas aulas. 

É necessário estar em constante evolução e manter o conhecimento atualizado. Porém, saia da zona de conforto e estude além da área da saúde: aprenda sobre marketing, mídias digitais, PNL, multi-inteligências e perceba como tudo pode contribuir para um atendimento de ainda mais qualidade. Antes de tudo, acredite em você e trabalhe duro: o retorno será proporcional à dedicação. 

Lívia Gariani – @liviagariani

Bacharela em Ed. Física
Especialista em Fisioterapia Esportiva
Empresária – Proprietária do @iamstudiocuritiba
Professora de Pilates desde 2012.

PUBLICIDADE