A roda e a metodologia Flow Wheel

Leg pull back

Segundo algumas hipóteses, a roda foi criada pelo homem há aproximadamente 6000 mil anos, possivelmente na Ásia, para fins de transporte. Desta forma, poupando energia e trabalho para o ser humano.

Hoje, em pleno século XXI, a roda foi reinventada para diferentes empregos, incluindo cuidar da saúde da coluna, fortalecer e alongar o corpo. Colocando-o, desta vez, para gastar energia enquanto poupa esforços excessivos na prática de grandes desafios!

Estamos falando de um novo aparelho, criado em Nova York no ano de 2014 e trazido ao Brasil em 2015 por mim, Samanta Bozola, e pela TcPILATES. O nome original desta roda é Yoga Wheel (roda de Yoga). Mas ela não é utilizada apenas para os asanas de Yoga. Sua aplicabilidade vai além, abrangendo assim o repertório de Pilates, Yoga, treinamento funcional, movimentos ginásticos e naturais, entre outros.

É possível também adaptar exercícios dos aparelhos de Pilates, como Reformer e Chair, para a prática com a roda, bem como fazer a associação de ambos para uma aula de aparelhos de Pilates com acessórios.

Thigh stretch

Onde praticar Flow Wheel com a roda?

PUBLICIDADE
A cada R$ 100 você ganha uma arte decorativa digital
A cada R$ 100 você ganha uma arte decorativa digital
Mentoria MetaLife
Mês do cliente - Descontos incríveis aproveite
Mentoria MetaLife

Para a prática de Flow Wheel você precisa apenas da protagonista, a Yoga Wheel, mais conhecida popularmente como roda. A princípio, você pode utilizá-la em diversos ambientes, como parques, academias, estúdios e até mesmo em casa! Ainda é possível conciliar o uso da parede para vários exercícios, sendo então uma excelente opção para quem não pode se deslocar até algum lugar ou precisa otimizar o tempo em sua rotina.

Shoulder mobility

Como funciona o Flow Wheel com a roda?

Aliando diferentes técnicas, desenvolvi uma nova modalidade, chamada Flow Wheel, que utiliza a roda. Esta pode ser aplicada como a prática protagonista, bem como agregar em outras técnicas, como Yoga e Pilates, por exemplo.

Fluidez

Ela parte do princípio da fluidez, que remete à capacidade de tornar contínuo o movimento. A ideia é utilizar a funcionalidade de giro e deslizamento da roda para explorar diversos planos e sentidos.

Controle e centralização

Controle e centralização também se apresentam com ênfase na metodologia, pois para dominar a instabilidade do aparelho, que tem uma base instável, se faz necessário o uso da musculatura profunda que estabiliza e organiza tronco e as cinturas pélvica e escapular.

A instabilidade oferecida pela roda proporciona uma referência proprioceptiva que auxilia na compreensão de um bom alinhamento corporal. Isso porque, quando desalinhado, a roda tem sua trajetória ou estabilidade alterados, mudando de posição e rota durante o deslize, podendo até cair. E isso acontece, primeiramente, por sua característica rígida, que não se deforma nem se adapta às nossas compensações, como pode acontecer em bases maleáveis.

Energia Oposicional

O organismo precisa sair da zona de conforto e se ajustar para evitar compensações, sendo o sentido do tato aguçado para perceber os detalhes da trajetória da roda. Também se faz presente o princípio da energia oposicional, que utiliza os pontos de extremidade do corpo para construir vetores de oposição do direcionamento dos movimentos, a fim de proporcionar alongamento axial em todos os tecidos. Além de uma boa distribuição das descargas de peso do corpo, conceito de extrema relevância para que se trabalhe com segurança sobre a roda.

Openning hips

Diversifique suas experiências e divirta-se!

Por navegar em posturas e movimentos de variadas inspirações, a metodologia Flow Wheel oferece variabilidade de estímulos motores e proprioceptivos. Isso porque ele desperta o sistema nervoso em prol da capacidade de adaptação a mudanças e ampliação da consciência corporal.

Abra a mente e experimente se divertir através do movimento com Flow Wheel!

Crow pose

Samanta Ferreira Bozola
Professora de Pilates
Embaixadora Metodologia Flow Wheel
CREF 101155-G/SP

PUBLICIDADE