10 dicas para melhorar meu comando verbal

Os comandos verbais sempre foram importantes numa aula de Pilates, porém, neste momento onde grande parte dos instrutores de Pilates está ministrando aulas online, essa ferramenta se tornou essencial para o sucesso de uma aula.

Hoje, eu – Marcela Piston – trouxe dicas importantes sobre a comunicação nas aulas de Pilates online. Selecionei 10 dicas de comandos verbais para você, instrutor de Pilates, experimentar no seu dia-a-dia.

10 dicas de comandos verbais

1) Seja praticante de Pilates: quando você se coloca na posição de praticante-aluno você tem a experiência de como construir o exercício e quais os caminhos para chegar até ele. Eu gosto de dizer que nós professores somos guias turísticos do movimento, mas como podemos guiar o caminho a alguém se nunca o percorrermos? Então comece a praticar e perceba a posição inicial e o caminho para chegar até a posição final do exercício, perceba os desafios, as sensações de cada exercício. 

 2) Conheça bem o seu aluno!! Nós seres humanos aprendemos de diversas formas, observe qual a via de aprendizagem que cada aluno tem preferência: verbal, visual ou cinestésico. Assim você pode facilitar a sua comunicação, acertar nos comandos verbais com ele, e estimular as outras vias aos poucos.

3) Se você fosse se alimentar das suas palavras, você seria nutrida ou envenenada? Essa é uma frase que costuma dizer nas minhas formações de Move Flow. Observe as palavras que você utiliza na condução da sua aula. Elas são positivas, empoderadoras e encorajadoras ou elas são negativas e boicotadoras?

PUBLICIDADE
Estúdio + Mentoria MetaLife a Chave do Sucesso
Estúdio + Mentoria MetaLife a Chave do Sucesso
Estúdio + Mentoria MetaLife a Chave do Sucesso
Estúdio + Mentoria MetaLife a Chave do Sucesso

 4) Seja direto e preciso! Nesse momento a fala assertiva é fundamental!! Lembre-se: menos é mais! 

5) Tenha um vocabulário simples durante seus comandos verbais! Experimente falar usando coisas do senso comum: estica, dobra… Evite muitos detalhes e palavras muito técnicas.

6) Acrescente dicas de imagens e sensações.
Exemplo: respire abrindo as costelas como se tivesse duas bexigas nas suas costelas. Fecha um zíper interno…

 7) Olhe e enxergue de verdade o seu aluno! O que quero dizer com isso? Observe os caminhos do corpo do seu aluno e ajuste a sua condução de acordo com as necessidades dele naquele dia. Decorar um roteiro e usar ele de forma  igual para todo mundo não funciona!!!!

8) Você é perfeccionista? Então fique atento! Correções o tempo todo podem ser frustrantes e desmotivadoras a alguns alunos. Observe o movimento, perceba o que é mais importante naquele momento e faça apenas uma SUGESTÃO. Experimente deixar o seu aluno se mover mais livremente e aos poucos você vai lapidando o repertório. Claro que se as chances do aluno se machucar forem grandes é melhor mudar o plano! Inclusive repensar se a aula que você organizou é a ideal para ele.

9) Observe quantas vezes em uma aula você fala as seguintes palavras durante seus comando verbais:

  • Tente (tentar);
  • Difícil e complicado;
  • Não.

10) Experimente trocar:

  • Tentar por experimentar;
  • Difícil/complicado por desafio;
  • Não por faça assim ou experimente assim.

Vamos ver alguns exemplos de comandos verbais e possíveis substituições:

Agora vamos fazer um exercício bem difícil! Vamos tentar?
Agora um desafio bem legal para você! Vamos experimentar?

Não tensione os ombros!
Deslize os ombros para baixo!

Não deixe o abdome solto!
Mantenha a conexão do abdome o tempo todo!

Não é assim! Está errado!
Legal, vamos experimentar agora de outro jeito!

Bom, existem muitas frases (comandos verbais) comuns que nós professores de Pilates usamos no dia-a-dia que poderíamos citar. Experimente amanhã perceber quantas vezes você fala uma dessas palavras ou frases! Comece a perceber sua comunicação interna com você mesmo e com seus alunos.

 Espero que essas dicas te ajudem!!

 Nós vemos na próxima matéria!

Beijinhos Marcela Piston
@marcelapiston

Profissional do movimento, graduada em Educação Física, ex-bailarina, especialista em Pilates e fáscia em movimento. Idealizadora do Pilates Dance, do projeto ensinando a ensinar o método Pilates e treinadora do Move Flow.

PUBLICIDADE