Quem pode dar aula de Pilates?

De vez em quando aparece alguém perguntando que profissional pode dar aula de Pilates.

E todo mundo quer saber um monte de outras coisas…se quem está cursando a faculdade já pode exercer, se tem que se cadastrar em algum conselho federal ou regional. Enfim, são dúvidas e mais dúvidas e elas se repetem com freqüência. Portanto, resolvemos ajudar a esclarecer todas elas. Para começar, vamos saber quem pode dar aula de Pilates?

Segundo a legislação, somente dois profissionais estão habilitados a dar aula de Pilates: o Fisioterapeuta e o Educador Físico. Conheça as leis:

A resolução número 201, de 2010, do Conselho Federal de Educação Física (Confef), reconhece o Pilates como modalidade e método de ginástica que, como tal, deverá ser orientado e dinamizado por Profissionais de Educação Física. Veja a resolução completa aqui.

De acordo com a Resolução 386, de 2011, publicada pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), compete ao fisioterapeuta o exercício desta técnica, prescrevendo, induzindo o tratamento e avaliando o resultado a partir da utilização de recursos cinesioterapêuticos e mecanoterapeuticos. Leia aqui.

PUBLICIDADE
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual

Essa Resolução dispõe ainda, em seu Artigo 2º, que para os efeitos éticos e legais, o fisioterapeuta que aplica o método Pilates “estará vinculado ao controle ético e fiscalizatório do Sistema Cofitto/Crefitos”. Vale ressaltar que a prática exige o devido registro do profissional, consultório ou empresas no Crefito de sua circunscrição.

Resumindo, SIM, é necessário ter concluído a faculdade de Fisioterapia ou de Educação Física para poder dar aulas de Pilates. Um estudante pode não ter todo o conhecimento necessário para aplicar a técnica nos clientes, principalmente, se eles necessitarem do Pilates para reabilitação.

Depois de concluir a faculdade, é necessário fazer um curso de formação em Pilates.  Existem vários no mercado. Portanto, é importante pesquisar bem e escolher o melhor custo-benefício. Investir em uma boa escola de Pilates pode fazer toda a diferença no seu currículo.

Fique ligadinho na Revista que em breve iremos responder mais algumas dúvidas. Se você tiver algum questionamento, mande pra gente no contato@revistapilates.com.br. Faremos o possível para esclarecer tudinho para você!

PUBLICIDADE
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual
Black Friday MetaLife, descontos de até 50% em nossa loja virtual

22 COMENTÁRIOS

  1. Fisioterapeuta + Pilates = terapia para reabilitação (tratamento que atua na postura e no tônus para fins terapeuticos). Ao Fisioterapeuta não é ético atender pessoas sem problema de saude física para fins de treinamento físico.
    Educador Físico + Pilates = exercício para condicionamento físico (força muscular, flexibilidade, postura visando melhor desempenho da maquina corpo humano). Ao Educador Físico não é ético tratar por meio do Pilates os enfermos fisicamente.
    Como os próprios nomes dizem, a fisioterapia trata, já o educador físico visa o condiconamento físico.
    Terapeuta Ocupacional + Pilates = terapias dos disturbios fisicos ou mentais através de exercício pilates com a finalidade de estimular a reabilitação desses pacientes (deficiente fisico e/ou mental). Ao Terapeuta Ocupacional não é ético atender pessoas não deficientes fisico ou mental.
    A linha tênue se dá mais entre o fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional, mas a interpretação do verbo da missão dá para separar muito bem uma coisa da outra: Fisioterapeuta = Terapias para recuperar fisicamente uma enfermidade física; Terapia Ocupacional = Terapias específicas para deficientes físicos e/ou mentais.

  2. Olá pessoal, o que vejo com muito frequência na minha cidade é uma “richa” muito grande entre as duas classes, quando eu vejo que não há necessidade para isso, tem espaço para os dois profissionais atuarem como tal! Fisioterpeutas e Educadores deveriam trabalhar em conjunto para o melhor desempenho do aluno ou paciente, pela melhora da lesão do aluno ou paciente, enfim.. deveríamos trabalhar unidos e não um querendo ser melhor que o outro!!!

  3. Poderia esclarecer uma duvida estou terminando uma pós “Pilates: Uma abordagem multidisciplinar´´ com essa pós eu estaria autorizada a dar cursos de pilates? ou somente aula? SE não quais os requisitos que devo ter para poder ministrar aulas em cursos para interessados se formar na area de pilates?

  4. Discussões como essa não são cientificas, são sim referentes a disputa de mercado com sustenção e definição em legislação, por fim quem decide é o congresso que recebe uma materia levada por um deputado que em tese representa a sociedade, mas na verdade representa seus proprios interesses e de uma parcela de comunidades como fisioterapeutas ou eduacadores fisicos. Por isso o uso de argumentos cientificos na tentaiva de delimitação de aréa de conhecimento e atuação não leva a nada, já que não serão esses argumentos ou pesquisas que definirão qual profissional poderá usar o Pilates e em qual circunstância.

  5. Que eu saiba, por lei não existe uma profissão especifica para dar aula de Pilates. O que existe é uma briga boba entre profissionais da educação física x fisioterapia. O criador e único dono do método, so era autodidata.

  6. O método pilates não é privativo de nenhuma das nobres profissões, nem da Fisioterapia e nem da Educação física, embora ambos os profissionais possam utilizar o método. O que acontece erroneamente em ambas as profissões é a falta de conhecimento em legislação profissional, o que é natural porquê nossas formações técnicas e acadêmicas não enfatizam a cidadania profissional. Pois bem, o fisioterapeuta atende sessão de pilates, tem paciente de pilates e precisa avaliar o paciente e evoluir o prontuário do paciente como prevê a Resolução COFFITO n 414/12. O fisioterapeuta trabalha com objetivo e foco diferente de um educador físico que dá aula de pilates, atende aluno de pilates e como não conheço a legislação da profissão não acredito que seja obrigado por legislação a fazer evoluções de saúde, porquê não tem pacientes, mas alunos. A diferença é o objetivo do método. Fisioterapeuta dá aula na função de docente universitário. Então você fisio que quer trabalhar com linha de tratamento com o método cobre o valor por sessão (seja valor mensal), atenda individual ou em grupo o seu paciente e por favor, enobreça sua profissão seguindo-a como uma área de saúde, avaliando seu paciente quando iniciar o tratamento pelo métoco e faça a evolução do prontuário a cada sessão, como deve fazê-lo sempreem qualquer esfera de tratamento. Não adentre essas discussões de pilates privativo de uma profissão especificamente porquê não é. Assim vem acontecendo com a drenagem linfática desde 1932. O método criado por um fisioterapeuta não é privativo da fisio, tanto que esteticistas o utilizam, agora a questão neste caso específico, é o risco que uma pessoa em pós-operatório corre ao contratar uma esteticista que provavelmente não saberá reconhecer um seroma, uma fibrose, uma TVP e sinais flogísticos de uma inflamação. O fisioterapeuta não pode mesmo com afirmou o colega abaixo “dar aula de pilates”, inclusive se o fizer sem avaliar, tratar e evoluir o paciente, o fisioterapeuta poderá ser autuado e lavrado Auto de Infração pelo CREFITO regional, podendo sofrer um PED (processo ético disciplinar) incorrendo nas sanções previstas na Lei Federal 6.316/75.

  7. Resolução de Conselho Profissional não é LEI.

    art. 5º, inciso II, CF que expõe “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”.

    “Art. 5º (in omissis)

    (…)

    XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;”

    Veja que a Constituição Federal fala em LEI e não em meras Resoluções de conselhos.

    Resolução do COFFITO atinge aos fisioterapêutas. Resolução do CONFEF aos educadores físicos. Os referidos conselhos podem dizer o que podem fazer seus respectivos membros e não a sociedade em geral.

    O método Pilates, a yoga, as artes marciais e a dança ainda não são regulamentadas por LEI. Portanto, qualquer pessoa pode aprender e ensinar as referidas atividades respondendo civil e criminalmente pelos danos que causar aos seus alunos. (como também respondem os fisioterapêutas e educadores físicos)

    Existe inclusive um projeto de Lei PL 1371/2007 (que não é LEI, apenas um projeto) da Deputada Federal Alice Portugal que visa modificar a Lei 9.696/98 com o objetivo de deixar isto bem claro:

    O Congresso Nacional decreta:
    Art. 1º Acrescente-se ao art. 4º da Lei nº 9.696, de 1º de setembro
    de 1998, o Parágrafo Único, com a seguinte redação:

    “Art. 2º………………………………………………………..

    Parágrafo Único. Não estão sujeitos à fiscalização dos
    Conselhos previstos nesta lei os profissionais de Dança, Capoeira,
    Artes Marciais, Ioga e Método Pilates, seus instrutores, professores
    e academias.”
    Art. 2º Esta lei entre em vigor na data de sua publicação.

    http://www2.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=356213

    http://www2.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=F161BC4EA82D01089203004F16ED1990.proposicoesWeb1?codteor=471980&filename=PL+1371/2007

    Se surgir uma Lei no futuro que diga o contrário peço que publiquem em resposta ao meu comentário. Lembrando que Resolução não é LEI.

  8. Lendo os comentários, fica bem claro que a fisioterapia domina o Pilates. E as pessoas acreditam que, somente fisioterapeuta é que pode ministrar as de Pilates. O que fazer para mudar isso?
    Sou Educador Físico

  9. As dúvidas relacionadas à pertinência da atuação do Fisioterapeuta na Ginástica Laboral e no Pilates, podem ser facilmente sanadas com a leitura da legislação regulamentadora da Fisioterapia. A tipificação da atuação do fisioterapeuta reside na especificidade do uso de técnicas e procedimentos fisioterápicos com a finalidade de “restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente”, conforme estabelece o Art. 3º do Decreto Lei nº 938/69

  10. alguém sabe me dizer se existe alguma lei que determine que o profissional de fisioterapia ou educação física formado, não tendo o curso de pilates, possa ser impedido de dar aulas de pilates ?

  11. foi num campo de concentração em Lancaster-1914, que a técnica começa dar seus primeiros passos, quando Joseph foi considerado “inimigo estrangeiro” pelas autoridades britânicas, foi exilado e aproveitou para fazer suas primeiras experiências em corpos alheios ao seu, utilizava as molas dos colchões para trabalhar resistência muscular (daí vem à origem das molas dos aparelhos de pilates). O resultado foi incrível: nenhum dos internos que fizeram parte do seu treinamento se contagiou com a epidemia de influenza que matou milhares de outros colegas internos naquela época. Mais tarde Joseph vai pra Nova York e aprimora a técnica que hoje chamamos de Pilates, trabalhando a reabilitação e condicionamento físico dos bailarinos do New York City Ballet de maneira inovadora e eficaz. A partir daí ele desenvolveu os primeiros aparelhos e a fundamentação dessa técnica que hoje abrange o mundo todo.

    Portanto o Pilates foi criado para reabilitar pessoas em um campo de concentração e se vc é formado ou não isso não importa pois o prórprio Joseph não era nada apenas um auto didata.

  12. Infelizmente e vergonhosamente tem muito fisioterapeuta que acha que é profissional de educação física dando AULA de pilates………mas não deveriam!

  13. Olá comecei a pouco uma faculdade Enfermagem e vi que nã é para mim,agora estou em duvida entre Fisio e Ed. Fisica e qualquer um dos dois que eu escolher quero trabalhar com pilates,estou gotando desta revista esta me ajudando muito na escolha !!

  14. Fisioterapeuta utiliza a técnica como recurso de tratamento e/ou prevenção de lesões frente a algum risco cinesiologico funcional pré determinado. Não dá aula de Pilates. Ou não deveria!

  15. Já vi Quiropraxista e estudantes tanto de Fisioterapia, quanto de Educação Física. Isso pode?
    E qual é o problema de dar aulas de Pilates em academias sendo o profissional um Fisioterapeuta?