flexibilidade-capa

7 Incríveis Dicas de Flexibilidade para Você Aplicar Durante Suas Aulas de Pilates

A flexibilidade é algo muito importante na vida do ser humano para que ele possa se locomover melhor, realizar movimentos mais difíceis e até mesmo praticar as aulas de Pilates.

Além disso, ter uma boa flexibilidade influencia também nas atividades do cotidiano, para que ambas possam ser realizadas com facilidade como: abaixar-se ou até mesmo esticar-se para pegar algo.

Por isso, preparamos este texto para que você possa entender um pouco mais sobre a importância de ser flexível e conferir também as 7 dicas de flexibilidade para você aplicar durante suas aulas de Pilates. Confia a seguir!

Entendendo a Flexibilidade

flexibilidade-1

A flexibilidade é um aspecto físico que possibilita o ser humano a realizar determinados movimentos com uma boa amplitude sem dores ou lesões.

Esta flexibilidade é adquirida através do alongamento do corpo que estimula a extensibilidade do músculo garantindo então uma maior mobilidade articular.

Quando a pessoa trabalha a sua flexibilidade, ela pode realizar este processo de duas formas sendo elas: estática ou dinâmica.

Flexibilidade estática: e caracterizada pela distensão dos músculos que são mantidos em posição estática. Este tipo de alongamento é utilizado para realizar o relaxamento dos músculos ao final dos exercícios.

Flexibilidade dinâmica: já este tipo de alongamento é caracterizado por estimular a concentração muscular, desta forma, ele pode ser utilizado em diversos exercícios preparando a musculatura para a atividade física.

O que Pode Influenciar para o Ganho de Flexibilidade

flexibilidade-2

Existem alguns fatores que podem colaborar com o ganho de flexibilidade, sejam eles genéticos ou climáticos como:

  • Individualidade corporal: o grau de flexibilidade pode variar de pessoa para pessoa, independentemente de sua idade ou sexo.
  • Idade: conforme vai envelhecendo, o corpo pode perder sua flexibilidade, sendo assim, teoricamente, quanto mais velha a pessoa fica, menor será sua flexibilidade.
  • Sexo: na maioria das vezes a mulher tende a ser mais flexível que o homem por conter os tecidos menos densos.
  • Tônus Muscular: ter o tônus muscular elevado pode influenciar para a perda de flexibilidade.
  • Temperatura do ambiente: o frio pode reduzir a elasticidade muscular, causando a perda da flexibilidade. Já as temperaturas mais altas ajudam a relaxar esta musculatura, podendo então ajudar no aumento da mesma.
  • Horário: logo pela manhã no momento em que o ser humano acorda, a musculatura tende a encontrar-se em sua forma mais próxima do original, assim, pode haver resistência por parte do corpo no momento de realizar movimentos de maior amplitude. Mas fique calmo, com o decorrer do dia, os níveis de flexibilidade voltam ao normal.

Sendo assim, podemos dizer que ter altos níveis de flexibilidade irá depender não só das atividades físicas realizadas, mas também do corpo em si e até mesmo do tempo e horário em que o ser humano pratica esses exercícios.

Como o Pilates Trabalha a Flexibilidade?

flexibilidade-3

Um excelente exercício para manter e aumentar a flexibilidade é o PILATES. Um método de condicionamento físico e mental que trabalha o corpo de forma global desenvolvido em 1920 pelo legendário alemão, enfermeiro e atleta, Joseph H. Pilates.

Ele elaborou um equipamento específico e um método para balancear e fortalecer os músculos e articulações.

O método é baseado em um sistema de exercícios que se focaliza na melhora da flexibilidade e força total do corpo.

O Pilates trabalha com a flexibilidade através dos exercícios de alongamento que preparam o corpo para os movimentos do Método.

Além disso, os exercícios do Pilates auxiliam para o aumento da estabilidade na região do tronco através do fortalecimento dos músculos estabilizadores mais profundos. Assim, o método ajuda no controle do corpo, podendo tornar os músculos mais elásticos.

No trabalho de flexibilidade o Método também proporciona menos risco de lesões ao executar os movimentos com suavidade e uma maior circulação sanguínea na região exercitada, ajudando então na melhora da mobilidade no dia-a-dia.

Desta forma, o Método é uma ótima atividade física para quem busca ter uma boa flexibilidade, força e alongamento corporal. Garantindo uma melhora constante do condicionamento físico.

Ao praticar Pilates com o intuito de alongar o corpo, você garante alguns benefícios como:

• Músculos mais flexíveis – obter músculos mais flexíveis ajudam a melhorar seu desempenho diário, sendo assim, tarefas como carregar pacotes, se abaixar para amarrar os sapatos ou correr para pegar o ônibus ficam mais fáceis e menos cansativas.

• Melhora a circulação – quando o corpo está mais alongado, o fluxo do sangue nos músculos aumenta e nutre-os se livrando dos “resíduos” nos tecidos musculares. Essa melhora na circulação ajuda a diminuir o tempo de recuperação, caso haja lesões musculares.

melhora a postura – pois o alongamento feito com frequência ajuda a evitar que os músculos fiquem duros e ajuda a manter a postura adequada, o que minimiza o desconforto e reduz as dores.

• alívio do estresse – ao praticar Pilates com este intuito, os exercícios auxiliam para o relaxamento dos músculos duros e tensos que, geralmente, acompanham o estresse.

• melhora a coordenação – manter a extensão completa do movimento das articulações faz você ter um melhor equilíbrio e a coordenação e o equilíbrio ajudarão a mantê-lo móvel e menos propenso a lesões por queda, especialmente quando for envelhecendo.

Dicas de Flexibilidades para Aplicar Durante as Aulas

Conheça agora as 7 dicas de flexibilidade para você aplicar durante as suas aulas de Pilates:

Movimente-se

flexibilidade-4

Por mais que você realize os movimentos do Método Pilates durante as aulas, é necessário que você se movimente fora dos Studios também!

Levantar-se e caminhar, ou realizar algum outro tipo de atividade física ao longo do dia é muito eficaz para que você não fique o dia todo parado na frente do computador.

Mantenha-se Hidratado

flexibilidade-5

O corpo é composto principalmente por água, sendo assim, é importante que você beba bastante água e mantenha-se hidratado todos os dias.

Manter-se hidratado garante benefícios para o corpo todo, principalmente para os nossos músculos, ajudando então no ganho de força durante as aulas de Pilates.

Por isso, beber água ou até mesmo sucos naturais e chás, ajudam muito nesse processo de hidratação que irão te ajudar a garantir mais flexibilidade durante as aulas de Pilates.

Estique os seus Pés

flexibilidade-6

Os pés são responsáveis por carregar todo o nosso peso corporal, sendo assim, se você tem um pé rígido, o seu corpo inteiro será rígido.

Por isso, é importante que você esteja ciente de esticar sempre os seus pés nutrindo-os e movendo-os fora dos sapatos.

Assim, você irá colaborar com o ganho de flexibilidade durante suas aulas de Plates.

Estimule a Circulação do seu Corpo

flexibilidade-7

Ter uma boa circulação sanguínea também é muito importante para garantir a flexibilidade do corpo.

Sendo assim, movimente-se e concentre-se em cada um dos seus passos para que o sangue possa bombear para todo o corpo com mais facilidade.

Massagear o corpo também ajuda a estimular a circulação, então quando tiver um tempo, aproveite para massagear seu corpo, auxiliando então para a melhora da sua circulação.

Lembre-se de Bocejar

flexibilidade-8

Pode até parecer uma dica boba, mas ao bocejar, você estica todos os músculos ajudando então para a conquista da flexibilidade.

Por isso, logo pela manhã ao acordar, levante os braços para o ar e boceje esticando todo o seu corpo, para que você possa ter um dia muito mais alongado!

Realize Todos os Movimentos por Completo

flexibilidade-9

Ao realizar um movimento, lembre-se de pratica-lo por completo ou até mesmo de ir além no momento em que for se alongar.

Assim, você estimula seu corpo a manter-se alongado por completo, ajudando então para o ganho de flexibilidade.

Não se Esqueça de Respirar

flexibilidade-10

A respiração está presente no nosso dia-a-dia e é o primeiro ato que garantimos ao nascer, por isso ela é muito importante no Método Pilates, no momento em que você for realizar os exercícios do Método.

Sendo assim, lembre-se de inspirar e expirar corretamente durante os exercícios, para que você possa colaborar então com o seu ganho de flexibilidade.

Descanse e Relaxe Após os Movimentos

flexibilidade-12

Após realizar os exercícios do Método Pilates, é importante que você descanse para que seus músculos possam recuperar-se dos esforços realizados.

Por isso, relaxe, não sobrecarregue muito o seu corpo e lembre-se de descansar após uma longa jornada de exercícios para que todos os benefícios possam ser conquistados de forma correta!

Conclusão

flexibilidade-13

Estar em dia com sua flexibilidade não é uma tarefa fácil, até porque isso exige bastante esforço e comprometimento.

Porém, ter uma boa flexibilidade ajuda em vários aspectos da vida, seja para a melhor movimentação ou até mesmo para realizar tarefas com mais facilidade.

Sendo assim, ao aplicar essas 7 dicas de flexibilidade durante as suas aulas de Pilates, você estará colaborando não só com o seu maior desempenho durante as aulas, mas sim com a garantia de vários benefícios para seu corpo como um todo!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>