cancer-capa

Câncer de Mama e de Próstata: Saiba como o Pilates Ajuda neste Tratamento!

O Pilates é um método que pode ser praticado em várias fases da vida do ser humano, garantindo diversos benefícios, mas você sabia que ele também é um ótimo aliado para o tratamento do câncer?

O câncer é uma doença complexa que pode causar alterações tanto físicas quanto psicológicas.

Além disso, quando uma pessoa passa pelo tratamento do câncer, é normal que ela se sinta fadigada e com dores pelo corpo, além de uma baixa imunidade.

Dentre as soluções para que o processo seja menos desgastante, existe o Pilates que auxilia nesse para uma reabilitação não só do corpo como também da mente.

O Pilates tem por objetivo preservar, melhorar e restaurar a integridade funcional de órgãos e sistemas do paciente quando o mesmo é utilizado para fins de reabilitação.

Desta forma, o Método pode ser muito beneficiador para o tratamento de cânceres como o de mama e o de próstata.

Sendo assim, conheça agora um pouco mais sobre esses cânceres e de que forma o Método Pilates pode ajudar!

Mas o que é o câncer?

cancer-1

Nosso corpo é formado por uma grande diversidade de células, onde as mesmas se multiplicam quando há necessidade e morrem quando o nosso organismo não precisa mais delas.

Quando estas células do corpo sofrem alterações no seu DNA, multiplicam-se descontroladamente ou até mesmo permanecem ativas ao invés de “dar espaço para as novas”, surge então o câncer.

O câncer em si é caracterizado pelo crescimento desordenado de células no corpo sendo elas malignas. Esse crescimento desordenado invadem os tecidos e órgãos do corpo podendo então espalhar-se por todos os lugares.

O crescimento progressivo destas células é incontrolável formando então os tumores, que são conhecidos também como acúmulo de células cancerosas.

Existem vários tipos de câncer, podendo desenvolver-se em muitas partes do corpo como o pulmão, intestino, estômago, cólon, mama e próstata.

Além disso, o câncer também pode ter diversas variações no mesmo local como é o caso do câncer de pele. Isso porque, esta região do corpo possui uma variedade de células diferentes.

Existem diversos fatores que podem causar o câncer como:

  • Tabagismo
  • Hereditariedade
  • Hábitos alimentares
  • Medicamentos
  • Radiação solar
  • Idade

Sendo assim, é importante que você esteja em dia com sua saúde, para que então seja evitado esse problema.

Conhecendo o câncer de mama

cancer-2

O câncer de mama caracteriza-se pelo crescimento anormal das células mamarias, criando-se então tumores malignos.

Este problema pode ser caracterizado como Carcinoma Ductal ou Carcinoma Lobular sendo:

Carcinoma Ductal: é o tipo de câncer mais comum podendo então ser caracterizado como “in situ” ou invasor.

O In situ é quando a doença acomete os ductos mamários, atingindo então apenas a primeira camada dos mesmos.

Já o Invasor é quando a doença invade os tecidos adjacentes.

Carcinoma Lobular: este tipo de câncer é menos comum e localiza-se nos lóbulos mamários podendo então atingir as duas mamas. Por mais que ele seja o menos comum, é também o mais agressivo podendo comprometer toda a mama.

Existem diversos fatores podendo ser eles genéticos ou ambientais que podem causar esta doença como:

- Idade

- Duração da idade ovariana

- Alterações hormonais

- Tempo de amamentação

- Hereditariedade

- Obesidade

- Sedentarismo

- Hábitos de vida como a alimentação, consumo de bebidas alcoólicas e o tabagismo

- Uso contínuo de medicamentos anticoncepcionais e repositores hormonais

- Predisposição genética como mutações dos genes

- Fatores ambientais como a exposição a irradiação

Quando uma pessoa é diagnosticada com Câncer de mama, ela pode ter alguns sintomas como fadiga muscular, diminuição da amplitude do movimento do ombro, dor e complicações pulmonares, onde os mesmos afetam diretamente o seu desempenho diário.

Sendo assim, é importante que o autoexame seja realizado mensalmente para que em caso de alguma anormalidade o ser humano possa buscar por ajuda médica.

Conhecendo o Câncer de Próstata

cancer-3

A próstata é uma glândula localizada logo abaixo da bexiga e à frente do reto do homem que tem por funcionalidade produzir e armazenar um liquido incolor que juntamente com os espermatozoides, produzem o sêmen.

Quando o homem desenvolve o câncer de próstata, inicialmente não é possível perceber nenhum sintoma, onde então a única forma de se diagnosticar a doença é através do exame retal.

Posteriormente, por conta do aumento da próstata, o homem pode notar alguns sintomas como a retenção urinária.

Existem alguns fatores de riscos que assim como o câncer de mama, também podem contribuir para o surgimento do câncer de próstata sendo alguns deles:

- Alimentação inadequada

- Tabagismo

- Alcoolismo

- Vasectomia

- Idade avançada

- Genética

- Sedentarismo

- Obesidade

- Raça (homens negros podem desenvolver a doença de uma forma muito mais severa)

- Nível de poluição ambiental

Desta forma, é muito importante que o exame retal seja realizado anualmente, para em caso de algum diagnostico, o tratamento seja realizado precocemente, evitando uma piora no quadro clínico.

Pilates no tratamento do câncer de mama

cancer-4

O Método Pilates é caracterizado pelos diversos benefícios que o mesmo pode proporcionar tanto para o corpo quanto para a mente.

Sendo assim, ele é uma ótima atividade física para aqueles que buscam reabilitar-se, independentemente de sua patologia.

Quando o Método é praticado para a reabilitação do câncer de mama, ele pode beneficiar o corpo de várias formas melhorando não só a força, mas também o psicológico que pode ficar muito abatido nessa fase da vida.

Existem algumas evidências que comprovam que o Pilates é beneficiador para a reabilitação desta doença, entre elas, há uma específica que foi realizada na Austrália.

Um estudo piloto de 2013 foi realizado com o objetivo de avaliar a viabilidade e eficácia dos exercícios de Pilates para treinamento de resistência para sobreviventes de câncer de mama usando a Step Chair.

Este estudo contou com a participação de 26 mulheres que foram avaliadas após a finalização do tratamento clínico.

Essas 26 mulheres com idades entre 29 e 29 anos foram avaliadas e separadas em 3 grupos sendo eles: Grupo Pilates, Grupo de Treinamento de Resistência e Grupo Controle.

Cada uma realizou um treinamento que durou oito semanas com três aulas semanais de 50 minutos cada.

Antes do início do treinamento, cada uma teve seus sinais vitais avaliados, para que não houvesse futuros problemas com o treinamento.

Os Grupos Pilates e Treinamento de Resistência realizaram 15 minutos de atividade aeróbica como esteira e bicicleta, em seguida, mais 5 minutos de alongamentos e logo após, as mulheres do Grupo Pilates realizaram 25 minutos de treinamento na Step Chair enquanto as do grupo de Treinamento de Resistência realizaram 25 minutos de exercícios de resistência.

Para finalizar a sessão, foram feitos 5 minutos de desaquecimento.

O grupo controle não realizou atividade física.

Ao final do estudo, pode-se notar que tanto o grupo Pilates quanto o grupo de treinamento de resistência apresentaram uma melhora significativa na resistência muscular em comparação ao grupo controle.

Sendo assim, o Pilates associado com atividades aeróbicas pode trazer diversos benefícios que auxiliam para a reabilitação do corpo.

Além disso, o Pilates também contribui para outras melhoras significativas do corpo como o aumento da resistência, melhora da dor, melhora da amplitude do movimento, aumento da força e também serve como um tratamento alternativo para disfunções do membro superior que são causados devido ao câncer de mama.

Pilates no tratamento do câncer de próstata

cancer-5

O Pilates também pode colaborar (e muito) com a reabilitação do câncer de próstata.

Isso acontece, pois, o método colabora com a melhora do sistema imunológico que é afetado pelo tratamento clínico.

Além disso os exercícios do Pilates fortalecem a musculatura, diminui a fadiga e os níveis de depressão que ocorrem durante todo o processo de tratamento.

O Método Pilates também colabora garantindo outros diversos benefícios como:

  • Melhora da postura
  • Aumento da flexibilidade
  • Melhora da coordenação
  • Prevenção de lesões
  • Aumento da disposição
  • Fortalecimento muscular
  • Bem-estar físico e mental
  • Aumento do equilíbrio
  • Auxilia na reabilitação física
  • Melhora aas atividades diárias
  • Melhora da resistência
  • Auxilia na capacidade cardiovascular e respiratória
  • Diminui o percentual de gordura evitando a obesidade
  • Melhora dores musculares
  • Alivio da fadiga
  • Melhora da qualidade de vida

Praticando Pilates durante a quimioterapia

cancer-6

Na maioria das vezes para reabilitar-se do câncer clinicamente é necessário realizar sessões de quimioterapias que é um processo realizado através de substâncias químicas introduzidas no corpo que são responsáveis por matar as células cancerígenas, dando lugar a células novas.

Porém, este tratamento possui grandes efeitos colaterais que podem ser caracterizados principalmente pela fadiga e dor.

Praticar Pilates neste período não é proibido, porém é necessário que haja uma liberação médica antes para que não tenha nenhum risco para a saúde daqueles que estão passando por esse momento.

Tendo esta liberação médica, busque realizar os movimentos somente com o acompanhamento de um profissional, pois ele indicará os melhores exercícios para cada caso específico.

Os exercícios do Pilates irão auxiliar para a melhora da fadiga e também para a melhora dos movimentos que podem ser acometidos devido ao tratamento clínico.

Os movimentos realizados nessa fase devem ser realizados com cautela e com uma baixa intensidade, para que não ocorra problemas como tontura e boca seca.

Sendo assim, pegue leve com o seu corpo e só faça aquilo que seu instrutor te autorizar e lembre-se de respeitar os limites do seu corpo.

Conclusão

cancer-7

O câncer é uma doença difícil pois exige que o corpo possa aguentar tanto os efeitos do tratamento quanto as dores sentidas durante esta fase.

Já o Pilates por sua vez, auxilia para a melhora destas dores evitando a fadiga e cooperando também para a melhoria do bem-estar.

Sendo assim, o Método é um grande aliado para o tratamento do câncer, podendo garantir diversos benefícios, não só durante o tratamento, mas para a vida toda!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>