magic-circle-capa

Magic Circle: conheça este incrível acessório (+ 8 exercícios para você praticar)

O Método Pilates é conhecido por conter uma grande variedade de exercícios que podem ser praticados em solo, em equipamento e com a ajuda de acessórios como é o caso do Magic Circle.

Apesar de possuir um nome um pouquinho mais complicado, o Magic Circle pode ser utilizado na realização de diversos exercícios garantindo muitos benefícios para o corpo do indivíduo.

Sendo assim, preparamos essa matéria para que você possa conhecer um pouquinho mais sobre esse incrível acessório e acompanhar também os 8 exercícios para você praticar durante as suas aulas de Pilates (claro, com o auxílio de seu instrutor). Confira a seguir!

O que é o Magic Circle?

magic-circle-1

O Magic Circle é um acessório do Pilates que tem sua estrutura caracterizada por um anel, que normalmente é feito de metal ou borracha, com aproximadamente treze polegadas de diâmetro, com suportes laterais que são chamados de “pacs” e almofadados.

Este incrível acessório de Pilates foi criado por Joseph Pilates, onde o mesmo inicialmente retirou um anel de metal de um barril para criar o Magic Circle.

Com o passar do tempo, este acessório foi aperfeiçoado e hoje, pode ser encontrado em muitos lugares voltados para atividades físicas como é o caso dos Studios de Pilates.

Além do nome Magic Circle, que é o nome mais conhecido, ele também pode ser chamado de várias formas diferentes como Windsor Ring, Fitness Circle, Exercise Ring, Fitness Ring.

O Magic Circle ajuda o praticante a se conectar com o seu centro, que é um dos principais princípios do Método Pilates envolvendo o Powerhose.

Sendo assim, quando utilizado de forma correta, o praticante pode se beneficiar de várias formas, seja para variar a aula, ativar diferentes musculaturas em conjunto com exercícios tradicionais ou aumentar o percentual de ativação, ainda, pode-se utilizá-lo para facilitar alguns movimentos, seja qual for a finalidade esse acessório vem com o objetivo de melhorar o seu desempenho no Método.

Por ser um acessório leve com uma resistência inferior a outros tipos de pesos livres e por oferecer uma resistência variável de acordo com a deformação do material, o Magic Circle é muito utilizado em exercícios de reabilitação, melhorando e evitando possíveis lesões no Pilateiro, melhorando então a sua resistência física.

Um outro fato interessante do Magic Circle é que o mesmo é um ótimo atuante quando o assunto é estabilização. Isso porque através dos movimentos realizados com o apoio do mesmo, podemos recrutar as musculaturas adutoras e estabilizadoras de membros inferiores e superiores.

Sendo assim, podemos então dizer que este acessório é muito importante e beneficiador com muita versatilidade na sua implementação favorecendo os ganhos no momento em que o indivíduo realiza os movimentos do Pilates.

Exercícios de Pilates com o Magic Circle

Agora que você conheceu o Magic Circle e suas aplicabilidades, confira agora alguns exercícios que podem ser praticados com o auxílio deste acessório:

Mas lembre-se, esteja ciente de realizar os movimentos do Pilates apenas com a ajuda de seu instrutor para que ele possa te auxiliar da forma correta durante a prática do exercício, atividade física realizada sem a orientação de um profissional habilitado pode oferecer riscos à saúde.

1- Fortalecimento de Membros Superiores Fitness Circle

magic-circle-2

Posição Inicial: Sentado sobre a Fitball, com ombros flexionados à 90 graus e cotovelos com leve flexão. Segure o Fitness Circle com as mãos.

Ação: Inspire flexionando os ombros até o prolongamento do corpo e ao expirar, realize uma adução de ombros contra a resistência do Fitness Circle. Em seguida, inspire e expire retornando à posição inicial.

2- Agachamento Unipodal (Bosu e Magic Circle)

magic-circle-3

Posição Inicial: Em pé estando com o membro inferior direito com flexão do quadril e leve flexão do joelho. O membro inferior esquerdo deve estar em hiperextensão de quadril e joelho estendido, apoiado no Bosu.

Mantenha os membros superiores à frente do corpo segurando o Fitness Circle.

Ação: Inspire para preparar o movimento e expire ao flexionar quadril e joelhos de ambos os membros inferiores. Simultaneamente, realize uma flexão horizontal de ombros contra a resistência do Magic Circle. Em seguida, inspire e expire retornando à posição inicial.

3- Single Leg com Magic Circle

magic-circle-4

Posição Inicial: Deitado de barriga para cima com o quadril e joelho direito fletidos, posicione um Fit Circle na planta do pé direito e segure a outra extremidade com as mãos.

Ação: Inspire e expire estendendo o joelho direito ao mesmo tempo que flexiona o quadril na sua máxima amplitude. Inspire, mantendo a posição de alongamento, e expire retornando à posição inicial. Repita o movimento com o membro inferior esquerdo.

4- Roll Over Adaptado com Magic Circle

magic-circle-5

Posição Inicial: deitado de barriga para cima, mantenha os levemente quadris abduzidos e fletidos à 90 graus com um Fit Circle envolvendo os membros inferiores, posicionado acima dos maléolos. Os membros superiores devem estar no prolongamento do corpo.

Ação: Inspire preparando o movimento e expire realizando a flexão da coluna lombar, e torácica até estar com o apoio sobre as escápulas, priorize a mobilização vertebral.

Inspire e expire realizando a extensão da coluna torácica e lombar, progressivamente até a posição inicial. Você pode associar uma adução do quadril durante a fase concêntrica do movimento.

5- Prancha com Magic Circle

magic-circle-6

Posição inicial: deitado de barriga barra baixo com os membros superiores à frente, e cotovelos flexionados, mantenha o apoio sobre cotovelos e antebraços.

O membro inferior direito deve estar apoiado sobre uma das laterais de um Fit Circle e o membro inferior esquerdo, em leve hiperextensão de quadril, deve estar pressionando o Fit Circle na extremidade superior no sentindo da flexão do quadril.

Ação: Inspire preparando o movimento e expire ao realizar a hiperextensão do quadril direito, deixando o contato do dorso do pé com o Fit Circle.

Inspire novamente sustentando isometricamente a posição e expire retornando à posição inicial, pressionando novamente o acessório no sentindo de flexão do quadril direito. Alterne o posicionamento de membros inferiores e repita o movimento.

6- The Hundred

magic-circle-7

Posição inicial: Deitado de barriga para cima com o Magic Circle posicionado ao redor dos joelhos, mantenha quadril e joelhos ?etidos com os pés apoiados no solo e os ombros a 90 graus de ?exão.

Ação: Realize a ?exão da coluna associada à extensão dos ombros e estenda os joelhos e quadril, retirando o apoio dos pés do solo ao mesmo tempo que abduz o quadril isometricamente contra a resistência do Magic Circle.

7- Swan

magic-circle-8

Posição inicial: Deitado de barriga para baixo com Magic Circle ao redor dos tornozelos, logo acima dos maléolos laterais. Apoie as mãos e antebraços no solo com cotovelos ?etidos.

Ação: Estenda os quadris mantendo a extensão de joelhos e abdução a abdução do quadril de forma isométrica, contra a resistência do Magic Circle.

8- Hip Aduction

magic-circle-9

Posição inicial: Deitado para a lateral esquerda com um Magic Circle entre os tornozelos. O membro superior esquerdo deve estar ?exionado sob a cabeça, o membro superior direito deve estar com a mão apoiada no solo e o ombro e cotovelo ?etidos.

Ação: Realize a adução do quadril contra a resistência do Magic Circle e em seguida, retorne à posição inicial.

Conclusão

magic-circle-10

O Magic Circle é um acessório muito utilizado durante as aulas de Pilates para melhorar o condicionamento físico ou até mesmo para reabilitar lesões.

Sendo assim, ele é um ótimo acessório para garantir os benefícios do Pilates e além disso, ainda pode ser utilizado por qualquer pessoa, independentemente de sua fase de vida.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>