evitar-lesoes-com-Pilates-CAPA

Saiba como Reabilitar e Evitar Lesões com Pilates

Como sabemos, existem várias vantagens do método Pilates como: estimular a circulação, melhorar o condicionamento físico, a flexibilidade, o alongamento e o alinhamento postural além disso, melhora os níveis de consciência corporal, coordenação motora e também podemos evitar lesões com Pilates.

Além disso, o Método também melhora os níveis de consciência corporal e a coordenação motora.

Quem pratica Pilates sabe que não sendo fiel aos movimentos de forma bastante atenta, podem a qualquer momento sofrer algum “mau jeito”, uma dorzinha indesejada e em última análise até uma possível lesão.

Para prevenir tudo isso, existem maneiras de se trabalhar com os exercícios  afim de evitar lesões com Pilates.

Há também pessoas que procuram o Pilates para reabilitar-se de lesões preexistentes.

Neste caso, é importante um acompanhamento mais de perto do profissional para que além de reabilitar esse praticante, também evite que ele piore ou se machuque ainda mais durante os treinos.

Desta forma, você irá saber agora como reabilitar e evitar lesões com Pilates, garantindo grandes benefícios através do Método.

Prevenindo lesões através do Pilates

evitar-lesoes-com-Pilates-1

Como o Método pode ser aplicado a pessoas em recuperação de alguma lesão maior no corpo, ele também pode evitar lesões com Pilates, sejam elas musculares, articulares ou de diminuição de movimentos por dor ou por alguma doença,

Os benefícios do Pilates além de serem de caráter preventivo proporcionando alívio de dores crônicas, passam a ser também um método de reabilitação física dessas lesões.

O Pilates busca promover o alongamento e relaxamento dos músculos encurtados ou tensionados demasiadamente e o fortalecimento ou aumento do tônus muscular daqueles que estão estirados ou enfraquecidos.

Portanto, com o método, diminuem-se os desequilíbrios musculares que ocorrem entre músculos agonistas e antagonistas, que são responsáveis por certos desvios posturais e problemas ortopédicos e reumatológicos.

Além disso, por se tratar de uma atividade que não impõe desgaste articular, cujo número de repetições de cada exercício é reduzido, promove-se a prevenção e/ou tratamento de certas patologias, especialmente as ocupacionais para evitar lesões com Pilates.

Muitos dos pequenos movimentos terapêuticos desenvolvidos para ajudar pessoas que se recuperam de lesões, podem ser intensificados para desafiar atletas experientes, a fim de melhorar sua performance.

Assim, quando o assunto é lesão, torna-se indispensável a ajuda de um fisioterapeuta que tenha amplo conhecimento da técnica e da patologia em questão antes de começar a treinar, para que o tratamento através do Método seja feito corretamente.

Desta forma, é muito importante que cada movimento seja estimulado e assistido com bastante cautela para poder evitar danos maiores.

Por isso, antes de começar a praticar Pilates, é interessante lembrar de deixar claro caso exista alguma limitação física significante para que a mesma possa ser identificada de forma eficiente e os exercícios sejam realizados garantindo todos os benefícios.

Pilates em pessoas com lesões e Patologias

evitar-lesoes-com-Pilates-2

Em pessoas com patologias, a amplitude articular do movimento pode ser agravada por processos inflamatórios, redução da quantidade de líquido sinovial (a articulação pouco lubrificada não produz o movimento de forma eficaz provocando atrito), presença de corpos estranhos na articulação e lesões cartilaginosas.

Dessa forma, pode haver movimentos compensatórios de outras articulações, prejudicando o desempenho esportivo, laboral ou de atividades da vida diária.

A falta de flexibilidade é um fator limitante ao desempenho esportivo e aumenta as chances de lesões tais como as distensões musculares.

Porém, a flexibilidade excessiva pode provocar instabilidade articular gerando entorses articulares (torções na articulação), osteoartrite e dores articulares.

Vários estudos discutem as diferentes formas de alongamento, comparando sua eficácia.

No Método Pilates, elas são realizadas concomitantemente (ativo, passivo, estático, dinâmico) e, provavelmente, seus efeitos se somam.

Muitas pesquisas foram realizadas sobre os efeitos da intervenção do Pilates na postura e na flexibilidade, onde um deles foi realizado em mulheres sedentárias e o mesmo demonstrou que, após a realização das 20 aulas, ocorreu uma melhora no alinhamento postural.

Além disso, nos diversos pontos observados, houve um aumento na amplitude de movimento dos músculos da parte posterior da coxa e em todos os estudos, os autores concluíram que a maioria das participantes mostraram-se corporalmente mais flexível.

A boa flexibilidade na coluna lombar, bem como, na musculatura isquiotibial (músculo posterior da coxa), parece estar associada à menor incidência de lesões lombares crônicas.

As restrições impostas por estes encurtamentos podem resultar em lesões músculo-esqueléticas, dor e dificuldades nas atividades de vida diária.

Quando aplicado na população idosa, o Pilates melhora a força e a mobilidade, que geralmente estão alteradas devido à presença de doenças degenerativas, como a artrite.

O Método também auxilia na manutenção da pressão arterial, além de influenciar na calcificação óssea além de evitar lesões com Pilates.

Aplicando o Método Pilates em qualquer momento da vida

evitar-lesoes-com-Pilates-3

O Pilates apresenta muitas variações de exercícios que podem ser realizados por qualquer pessoa independente de sua fase de vida.

Aqueles que buscam alguma atividade física, ou que apresentam alguma patologia encontram no Pilates grandes vantagens como a reabilitação para diversos problemas como: desordens neurológicas, dores crônicas, problemas ortopédicos e distúrbios da coluna vertebral.

A maioria das contra-indicações não impede a aplicação do Método, apenas exige algumas alterações e cuidados, enfatizando que o método seja individualizado.

As indicações são muitas e variadas, podendo ser aplicado em populações especiais – como gestantes idosos e atletas – e também em vários problemas ortopédicos.

Segundo diversos estudos, os resultados do Método Pilates, no que compete ao tratamento de desvios posturais e distúrbios ósseos, musculares e ligamentares têm sido satisfatórios.

Conclusão

evitar-lesoes-com-Pilates-4

O Pilates se tornou uma forma popular de exercício para o condicionamento e reabilitação.

O método apresenta diversos benefícios, quando aplicado de acordo com seus princípios, como baixo impacto articular e muscular, sendo assim pode ser utilizado como tratamento, prevenção e promoção da saúde.

Através do Pilates, os hábitos saudáveis perduram por toda a vida e com sua prática, as pessoas aprendem a manter uma postura correta em diversas situações do cotidiano, como sentar, andar e agachar.

Além disso, como medida de prevenção, se bem orientado por um profissional habilitado é praticamente inexistente a possibilidade de problemas,  ou até mesmo dores musculares, assim conseguindo evitar lesões com Pilates.

Minha dica é que todos aproveitem os benefícios do método Pilates tanto para manter um corpo saudável prevenindo lesões e também como forma de tratamento para lesões que já existam.

Dessa forma, o método Pilates se torna um dos mais eficazes da atualidade para promover um trabalho corporal completo em todos os aspectos.

Vanessa Cristina

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>