pilates-na-erabilitação-capa

Conheça os Principais Exercícios de Pilates para Reabilitação

Hoje em dia existem vários fatores que levam as pessoas a praticarem Pilates, como a busca por um melhor condicionamento físico, a busca pelo emagrecimento e até mesmo para auxiliar em  diferentes fases da vida diferentes, como a terceira idade.

Porém um dos principais motivos que levam as pessoas a  praticarem o Método é pelo Pilates na reabilitação.O Pilates, vem como uma prática muito indicada para a reabilitação por diversos motivos.

Dentre eles o principal é o fato de ser composto por exercícios que atuam diretamente na musculatura com o intuito de fortalecer, o que colabora com a melhora do quadro clínico na região do corpo fragilizada.

Pensando nisso, nesse texto vamos explicar como o Pilates na reabilitação atua nas 4 das principais partes do corpo que sofrem com lesões e patologias, são elas: Ombro, Joelho, Coluna e Quadril.

Além disso, algumas dicas de exercícios de Pilates na reabilitação de cada região, que irão te ajudar nesse processo, trazendo bem-estar e melhora na qualidade de vida. Até porque, quem é que não quer viver com o corpo estável e saúdavel?

Pilates na reabilitação do ombro

O ombro é uma das estruturas articulares que realiza diversos movimentos no dia a dia, sendo assim ele está sujeito à diversas patologias como:

  • Tendinite – inflamação do tendão (uma estrutura fibrosa, como uma corda, que une o músculo ao osso).
  • Artrose – doença que ataca as articulações.
  • Bursite - Uma inflamação que atinge a Bursa (pequena bolsa de líquido localizada entre o músculo e o osso com o intuito de diminuir o atrito entre os dois).

Todos esses problemas têm motivos parecidos, podem ser causados por movimentos repetitivos, levantamento de cargas pesadas e até mesmo por exercícios realizados de forma incorreta.

O Pilates na reabilitação do ombro age através de exercícios que trabalham a respiração, alongamento e fortalecimento de alguns músculos em específicos.

Com o Método ele irá tratar e até prevenir futuras lesões relaxando os músculos como mostram alguns exemplos abaixo, confira:

Movimento do arqueiro, sentado no Cadilac

pilates-na-reabilitação-1

Sentado no centro do Cadilac com a coluna neutra, segure as alças com as mãos, mantendo os cotovelos estendidos.

Inspire preparando-se para o movimento, e ao expirar, realize a rotação da coluna flexionando o cotovelo e hiperestendendo o ombro do mesmo lado.

Este exercício tem por objetivo o fortalecimento dos extensores do ombro, adutores, elevadores e rotadores inferiores da cintura, flexores do cotovelo e rotadores da coluna.

Fortalecimento em diagonal no Reformer

pilates-na-reabilitação-2

Ajoelhado no carrinho de lado para a barra do Reformer, segure a alça de mão mantendo o ombro aduzido e cotovelo estendido.

Inspire preparando-se para o movimento, e na expiração abduza o ombro associado à extensão horizontal. Retorne à posição inicial.

Este exercício tem como objetivo o fortalecimento dos abdutores e extensores horizontais do ombro, rotadores superiores e adutores das escápulas.

Exercício do Relógio

pilates-na-reabilitação-3

Em pé do lado de fora do Cadilac de costas para as molas, segure as alças com as mãos, mantendo os joelhos semi-flexionados e ombros abduzidos na horizontal.

Inspire preparando-se para o movimento, e na expiração realize uma flexão lateral da coluna, retornando à posição inicial. Realize o movimento para o outro lado.

Este exercício tem como objetivo a mobilização e alongamento do complexo do ombro, flexores laterais da coluna com ênfase nos flexores horizontais dos ombros.

Tríceps

pilates-na-reabilitação-4

De joelhos sobre o Cadilac de frente para a barra torre fixa às molas, segure a barra torre com as mãos na largura dos ombros, incline levemente o tronco à frente estendendo um pouco os joelhos.

Inspire preparando-se para o movimento, e na expiração realize a extensão dos cotovelos e retorne à posição inicial.

Este exercício tem por objetivo o fortalecimento dos extensores do cotovelo e estabilizadores da coluna e ombros.

Pilates na reabilitação da coluna

A coluna é uma das principais regiões do nosso corpo, e por esse motivo não é constantemente foco de patologias e dores, sendo a reclamação número um nos Studios de Pilates.

As patologias podem ser diversas como:

  • Hérnia de disco – inflamação do disco vertebral.
  • Artrite – inflamação nas articulações.
  • Ciática – por lesão ou inflamação do nervo ciático.
  • Escoliose – alteração no formato da coluna.

As principais causas que levam a esse tipo de patologia são fatores como a má postura, o sedentarismo, carga excessiva de peso e o estresse.

E novamente o Pilates é um ótimo Método para ajudar na reabilitação da coluna, pois ele trabalha com correção de postura, além de atuar com exercícios que realizam movimentos ligados diretamente com essa parte do corpo como vemos a seguir:

Abs Obliques

pilates-na-reabilitação-5

Sentado de costas no assento da Chair com os joelhos esticados, apoie uma mão no pedal e o braço flexionando o ombro a 90°.

Realize a descida do pedal, estendendo e rodando o tronco para o lado em que o corpo está apoiado no pedal. A coluna acompanha o movimento.

O objetivo deste exercício é fortalecer os músculos abdominais e alongar os peitorais.

Roll up com tonning ball

pilates-na-reabilitação-6

Deitado com o corpo estendido (sem elevar as costelas) e uma tonning ball nas mãos, flexione o tronco e os ombros simultaneamente elevando uma perna.

Flexione o quadril enquanto uma mão segura a tonning ball com os braços afastados do corpo fazendo uma rotação de tronco, a mão oposta segura a perna que eleva. Alternar os lados.

O objetivo deste exercício é mobilizar a coluna em flexão e rotação, fortalecendo os músculos abdominais, melhorando a coordenação motora.

Respiração direcionada no mermaid

pilates-na-reabilitação-7

Sentado, com as pernas flexionadas em rotação externa com o quadril (mais conhecida como a posição do índio) e coluna neutra, incline o tronco para o lado convexo da curvatura escoliótica.

Apoie a mão do lado em que a curvatura se encontra flexionada na nuca e a outra nas últimas costelas do lado côncavo, realize a respiração e progrida com o aumento do tempo respiratório.

Este exercício tem por objetivo a expansão torácica para o lado côncavo da curvatura escoliótica, melhorando os problemas de pessoas que sofrem de escoliose.

Sit up

pilates-na-reabilitação-8

Sentado sobre os ísquios no barrel, os pés no espadar com as pernas flexionadas a aproximadamente 90° de joelhos e quadril, ombros flexionados a 90°, cotovelos estendidos.

Realize o enrolamento da coluna em flexão simultaneamente com a abdução horizontal dos ombros com a faixa elástica e retorne à posição inicial.

O objetivo deste exercício é aumentar a mobilidade da coluna e fortalecendo os músculos abdominais.

Pilates na reabilitação do Joelho

O joelho é uma parte essencial no quesito movimento, por isso, é importante que ele esteja saudável para realizar suas tarefas diárias.

Muitas são as patologias que podem incomodar os nossos joelhos como por exemplo:

  • Lesão no ligamento cruzado – parte da articulação do joelho que liga o osso da coxa (fêmur) ao osso da perna (tíbia).
  • Luxação patelar – deslocamento de um osso de formato triangular que fica localizado na frente do joelho.
  • Lesões no menisco – é uma lesão que ocorre nas estruturas fibrocartilaginosas em formato de meia lua, de consistência semelhante à de uma borracha, que ficam no interior dos joelhos.

Um dos principais fatores que influenciam a causa dessas patologias são o desgaste causado por movimentação contínua (no caso de praticante de esportes), a idade e também um forte impacto na região.

O Pilates é um grande aliado para esse tipo de reabilitação, atuando de forma eficiente através de exercícios específicos para esse caso. Veja a seguir:

Bridge

pilates-na-reabilitação-9

Deitado com as costas apoiadas no chão e com a faixa elástica acima da pelve segurando abaixo das mãos. Mobilize a coluna e estenda o quadril até o alinhamento do corpo.

Este exercício tem por objetivo mobilizar a coluna e fortalecer os extensores do quadril e joelho.

Afundo

pilates-na-reabilitação-10

Em pé com uma das pernas à frente da outra, fixe uma faixa elástica sob do pé da frente, segurando com as mãos as extremidades.

Realize a flexão do quadril e joelho do da perna que se encontra à frente e do joelho da perna de trás, ao mesmo tempo que flexiona os ombros.

Esse exercício tem por objetivo fortalecer os extensores do quadril e joelhos, abdutores ou flexores do ombro e alongar os flexores do quadril e extensores do joelho.

Agachamento

pilates-na-reabilitação-11

Em pé sobre o Bosu, flexione os joelhos e quadril mantendo a coluna em posição neutra, feito isso, estenda o quadril e joelhos até a posição inicial.

Este exercício tem por objetivo fortalecer os extensores do quadril e joelhos trabalhando a propriocepção e o equilíbrio.

Leg pull front

pilates-na-reabilitação-12

Em quatro apoios, com o miniband ao redor dos tornozelos, estenda os joelhos até ficar com as pernas e a coluna alinhadas.

Realize a extensão de quadril unilateralmente de forma alternada mantendo a pelve neutra.

Este exercício tem por objetivo fortalecer os extensores do cotovelo, flexores da coluna, trasnverso abdominal, extensores do joelho e quadril.

Pilates na reabilitação do quadril

Muitas pessoas sofrem por problemas no quadril, entre esses problemas podemos citar a artrose, Bursite e desgastes como já vimos nos outros casos.

No quadril esses problemas podem causar dor além de comprometer a estrutura dos ossos e articulações da região.

Dentre as principais causas que estão associadas com esse tipo de patologia podemos citar o sedentarismo, a osteoporose os impactos e também a obesidade.

Esses problemas podem causar grandes sofrimentos em nossas vidas caso não sejam tratados. Praticando Pilates você também pode se reabilitar nesse quesito, como vemos nos exercícios a seguir:

Fortalecimento do glúteo em quatro apoios

pilates-na-reabilitação-13

Com joelhos flexionados a 90º para trás com o apoio das mãos sobre a cama com alinhamento do ombro, realize a extensão do quadril empurrando a barra para cima mantendo o alinhamento pélvico.A perna realizará o movimento com pé apoiado na barra torre.

Este exercício por objetivo o fortalecimento máximo, médio e mínimo do glúteo.

Fortalecimento de Adutores

pilates-na-reabilitação-14

Com uma perna flexionada de joelho e rotação externa com pé apoiado na lateral do Reformer, realize o movimento com o joelho fletido apoiando na ombreira. Realize a adução das pernas até o centro do corpo.
este exercício tem por objetivo fortalecer os músculos adutores localizados no lado interno da coxa.

Fortalecimento de Ísquios Tibiais

pilates-na-reabilitação-15

Sentado sobre a long box, com os pés apoiados nas ombreiras e os joelhos a 45º, realize uma flexão de joelhos até 90º. O movimento deve ser realizado mantendo a pelve
neutra.

O objetivo deste exercício é fortalecer os ísquios tibiais, e os glúteos.

Fortalecimento de glúteo na Meia Lua

pilates-na-reabilitação-16

Em pé como os pés na borda interna da Meia Lua, mantenha eles o mais próximo possível da borda superior, realize a eversão dos pés empurrando a face lateral do pé contra a meia lua.

Este exercício tem por objetivo fortalecer os músculos do glúteo em quantidade média, mínima e máxima.

Conclusão

pilates-na-reabilitação-18

As lesões e patologias podem ser muito doloridas, porém todos nós corremos o risco de enfrentar algum tipo delas em qualquer situação de nossas vidas.

Praticar Pilates pode reduzir significativamente o risco de adquirir esse tipo de problema além de reabilitar as pessoas que já possuem alguma patologia do tipo.

Sendo assim podemos dizer que Pilates na reabilitação funciona sim! Até porque seus exercícios são totalmente voltados para o nosso corpo e mente nos proporcionando uma saúde melhor e um bom condicionamento físico.

Mas muito cuidado! Os exercícios precisam ser praticados de forma correta e com ajuda de um profissional que irá te auxiliar a realizar cada um deles da melhor forma evitando que os problemas no seu corpo persistam.

E aí, gostou do texto? Deixe um comentário para nós contando sua experiência.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>