Incontinência-Urinária-capa

Você sabia que o Pilates ajuda (e muito) no tratamento da Incontinência Urinária?

Sabe aquela vontade incontrolável de fazer xixi? Pode até parecer momentânea e sem motivos para preocupação, porém, você pode estar com incontinência urinária!

Você sabia que isso pode ser um risco maior do que parece? Ao contrário do que alguns pensam, essa disfunção pode trazer grandes riscos a sua saúde.

Mas como sempre, o Método Pilates para a Incontinência Urinária é um dos melhores tratamentos atualmente. Vamos saber como ele pode ajudar?

Nesse post você vai descobrir tudo sobre a incontinência urinária, desde seus sintomas até suas causas e principalmente como o Pilates pode ser um grande aliado no tratamento.

O que é a Incontinência Urinária?

Incontinencia-Urinaria-2Segundo a padronização da Sociedade Internacional de Continência (ICS), é considerado Incontinência Urinária (IU) “a queixa de qualquer perda involuntária de urina”.

E ao contrário do que alguns pensam, essa disfunção pode trazer grandes riscos a sua saúde.

E se engana quem pensa que essa é uma disfunção exclusiva para alguma faixa etária ou gênero. Ela pode ser diagnosticada em qualquer idade ou sexo. E mesmo que sua frequência seja maior em mulheres, muitos homens são diagnosticados também.

Para se ter ideia do risco, a incontinência urinária é considerada um problema de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Incontinência Urinária é uma disfunção do corpo que afeta várias áreas. Des das questões física, até a qualidade de vida. Ou seja, compromete além do bem-estar físico, o emocional, psicologismo e até o sexual.

Tipos de Incontinência Urinária e seus sintomas

Incontinência-Urinária-6

Você pode estar se perguntando agora, “Mas é só fazer xixi sem querer? ”

Apesar de esse ser o principal sintoma, existem diversos graus dessa disfunção, com diferentes sintomas, veja.

  • Incontinência urinária de esforço

É a liberação involuntária de urina, especialmente durante o ato de tossir, espirrar ou rir.

E o vazamento de uma pequena a moderada quantidade de urina.

  • Incontinência urinária de urgência

Frequente e incontrolável necessidade súbita de ir ao banheiro.

Pode vazar uma quantidade de urina baixa ou alta também.

  • Incontinência urinária por transbordamento

Vazamento de uma pequena quantidade de urina.

Jato urinário fraco

Necessidade de se esforçar ao urinar e uma sensação de que a bexiga não está vazia

Uma necessidade urgente de urinar muitas vezes durante a noite

Vazamento de urina durante o sono.

  • Incontinência Urinária Mista 

Quando os sintomas da incontinência urinária podem se misturar.

Possíveis causas da incontinência urinária

Incontinencia-Urinaria-10E o que pode originar uma Incontinência Urinária? Listamos os principais motivos que as pessoas desenvolvem.

  • Obesidade
  • Gravidez e parto
  • Tosse crônica (fumantes)
  • Doenças que comprimem a bexiga
  • Quadros pulmonares obstrutivos que geram pressão abdominal
  • Procedimentos cirúrgicos ou irradiação que lesem os nervos do esfíncter
  • Bexiga hiperativa
  • Fraqueza da musculatura do assoalho pélvico

Quais os fatores de risco para a incontinência urinária?

Incontinencia-Urinaria-7Vimos as causas que levam a incontinência urinária, porém quais são os fatores de risco, e com isso quero dizer, os fatores que podem contribuir para o aparecimento, não necessariamente são causas.  Veja.

  • Idade
  • Constipação
  • Tabagismo
  • Doenças crônicas
  • Fatores hereditários
  • Raça
  • Uso de medicamentos
  • Trauma do assoalho pélvico
  • Várias gestações
  • Exercícios intensos na região abdominal
  • Obesidade
  • Idade
  • Parto
  • Câncer próstata

A incontinência urinária em idosos

Incontinencia-Urinaria-4Como vimos essa semana em outro post, a terceira idade é uma faixa etária que está passando por diversas mudanças no corpo. Isso porque junto com o envelhecimento vem a perca da capacidade funcional, que afeta diretamente o funcionamento de todo o organismo.

Sendo assim, com a incontinência urinária não é diferente. Nessa fase da vida há um envelhecimento da bexiga, que faz com que aumente da frequência urinária, diminua a capacidade elástica da bexiga e do jato urinário.

Segundo algumas pesquisas, são diversos fatores que favorecem essa disfunção nos idosos. Fatores esses como atrofia muscular, alterações do tecido conectivo, lesões do nervo pudendo, estiramento ou esforço excessivo e fatores hormonais.

Porém, assim como nos mais jovens, a incontinência urinária em idosos tem consequências como restrição de atividades físicas, isolamento social, insegurança, depressão dentre outros.

O tratamento da incontinência urinária em idosos se baseia em atividades físicas para estruturar a bexiga. Além de manutenção do sistema hormonal e uma boa saúde física e mental.

Continue lendo para saber como podemos tratar essa disfunção com o Pilates.

A incontinência urinária feminina

Incontinencia-Urinaria-1Assim como os idosos, as mulheres têm maior facilidade de desenvolver a incontinência urinária. Pois, apesar de ocorrer também em homens, é duas vezes mais comum em mulheres, tudo por causa da diferença anatômica do sistema urinário e outros fatores externos.

Chega até ser considerado um problema clínico especificamente feminino. Segundo algumas pesquisas, 50% das mulheres podem ser afetadas em alguma fase da vida. E esse número aumenta quando é considerada mulheres acima de 60 anos, chega a atingir cerca de 60%.

E assim como em outros casos, a incontinência urinária feminina prejudica (e muito) a qualidade de vida da mulher. Consequências como problemas físicos, econômicos e psicossociais, que interferem no convívio social, profissional, sexual e familiar.

Os principais fatores que levam a incontinência urinária feminina são:

  • Infecções urinárias ou vaginais
  • Efeitos colaterais de medicamentos
  • Constipação intestinal
  • Fraqueza de alguns músculos
  • Doenças que afetam os nervos ou músculos
  • Alguns tipos de cirurgia ginecológica e outras
  • Trauma do assoalho pélvico
  • Várias gestações
  • Exercícios intensos na região abdominal
  • Obesidade

Importante ressaltar, que este último item (obesidade), é tão agravante quando a gravidez. Pois foi comprovado por estudos que o excesso de peso na região abdominal. O que aumenta a pressão na região abdominal e consequentemente aumenta a pressão sobre a bexiga e a uretra e provoca o escape do xixi.

Entretanto, a incontinência urinária feminina é uma enfermidade que tem tratamento e principalmente cura! Essa disfunção deve sempre ser investigada e tratada adequadamente para assim, melhorar a qualidade de vida de diversas mulheres já diagnosticadas.

Como o Pilates contribui para melhora da Incontinência Urinária

Incontinência-Urinária-3A sociedade internacional de continência em 2005 indicou o tratamento fisioterapêutico como uma das melhores opções para o tratamento da incontinência urinária. Isso porque essas atividades são de baixo risco e tem eficácia comprovada.

E como não podia ser diferente, uma das técnicas da fisioterapia que vem se destacando na prevenção e tratamento da incontinência urinária, é o Pilates!

O método novamente junta todos os benefícios necessários para a reabilitação, como o ganho de força e coordenação, além de flexibilidade, equilíbrio e resistência.

Você em alguma aula já ouviu seu professor falando “Segura o xixi”, “Prende o xixi”?

Pois bem, esse movimento de fortalecimento da região do Power House é feito constantemente durante as sessões de Pilates. Isso afeta diretamente o tratamento pois trabalha o fortalecimento da área mais afetada na incontinência urinária.

Esse comando básico das aulas é essencial para o tratamento da incontinência urinária, uma vez que sua causa da disfunção é o enfraquecimento da musculatura. Sendo assim, estimular a elasticidade e fortalecer essa região são primordiais para a reabilitação.

E isso sempre vai estar presente nas aulas, considerando que um dos princípios do método é o fortalecimento do Power House e sua musculatura envolvida.

E pode ser que você tenha alguma dificuldade no começo, normalmente não estamos acostumados a ter consciência sobre essa região, não contraímos ela diariamente. Mas não se preocupe, com o tempo fica mais fácil.

Outro ponto em que mostra como o Pilates é eficaz no tratamento, é a respiração associada ao movimento.  Esse tipo de respiração evita que se prenda o ar durante os exercícios. E o ato de “prender o ar” leva a sobrecarga na musculatura e ao invés de fortalecer a enfraquece.

É importante ressaltar que todos os exercícios devem ser orientados por um profissional capacitado.

Concluindo…

Incontinencia-Urinaria-5

A incontinência urinária é uma disfunção que não deve ser temida! É fácil de ser tratada e reabilitada, principalmente com a prática de Pilates.

Então se você conhece alguém que foi diagnosticado, ou você mesmo, não deixe de buscar o Studio de Pilates mais perto de você e começar a praticar.

Ficou alguma dúvida? Gostou do texto? Deixe aqui nos comentários!!

 

 

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Você sabia que o Pilates ajuda (e muito) no tratamento da Incontinência Urinária?”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>