Cãibra---CAPA

Cãibras: tudo sobre como evitá-las e como tratá-las com o Pilates!

Alguma vez você estava dormindo e acordou com uma sensação dolorosa na perna, ou em alguma outra parte do corpo?

Estava fazendo exercício e do nada não conseguiu mais continuar por uma dor na musculatura?

Pois é, estamos falando da cãibra.

Essa dorzinha é mais comum do que você imagina e nesse texto vamos explicar tudo o que você precisa saber.

Vamos lá?

O que são as Cãibras?

Cãibra-4

Cãibras são contrações musculares involuntárias e muito dolorosas.

Elas aparecem pelos mais diversos motivos e podem acontecer durante uma atividade física, em repouso, ou até mesmo no meio da noite durante o sono.

As cãibras são extremamente comuns e segundo pesquisas 95% das pessoas experenciarão um episódio de cãibra ao longo da vida.

Qualquer músculo de controle voluntário está suscetível à cãibra, mas alguns são mais comuns:

  • Panturrilhas (batata da perna)
  • Pés
  • Mãos
  • Músculos da coxa
  • Pescoço
  • Abdômen

Causa

Cãibra-1

Na maioria dos casos, a causa exata da cãibra não é decifrada, no entanto, existem diversos fatores que podem ter provado essa dor. Tais como:

  • Uso excessivo de algum músculo
  • Desidratação
  • Tensão Muscular
  • Ficar na mesma posição durante muito tempo
  • Fratura Óssea
  • Alterações Metabólicas: Diabetes, Hipotireoidismo e Hipoglicemia
  • Doenças Neurológicas
  • Anemia
  • Deficiência de algumas Vitaminas: B1, B5 e B6
  • Hemodiálise
  • Alterações Estruturais

Além dessa lista de possíveis motivos do aparecimento da cãibra, existem alguns fatores de risco que podem agravar esse incômodo. São eles:

  1. Idade Avançada
  2. Ingestão Excessiva de Álcool
  3. Gravidez
  4. Desidratação
  5. Doenças Metabólicas

Portanto preste atenção, pois ás vezes o surgimento da cãibra se dá por outros motivos do que não os mais comuns.

Fique de olho!

Tratamento

Cãibra-5

Quando as cãibras acontecem, a primeira coisa que você tem que fazer é tentar reverter a situação.

Ou seja, não adianta pensamento positivo, e torcer para que ela passe logo, você tem que colocar força.

Com as mãos você deve tentar mobilizar o local de dor, pode usar o chão e a parede como apoio, no lado contrário que a dor está vindo.

Faça isso até a cãibra desaparecer.

Depois faça uma massagem no local e coloque compressas de água quente para ajudar a relaxar a musculatura.

É normal que a cãibra cause algum desconforto nos dias que se seguem, e é só repetir a compressa de água quente no local dolorido.

Assim que a cãibra aparece não é necessário tomar nenhum remédio. Basta hidratar-se e descansar para evitar que aconteça novamente.

Como evitar as Cãibras

Cãibra-2

É bem simples a receita para evitar as cãibras.

Primeiramente vamos falar da importância do alongamento para a musculatura.

Além de alongar antes e depois dos exercícios, é interessante fazer uma pausa de 15 minutos antes de dormir para alongar o corpo.

Assim é mais seguro evitar as cãibras noturnas.

O alongamento é mais importante ainda para os sedentários, pois eles costumam ter mais cãibras.

Por esse motivo é importante se manter ativo, sendo o Pilates uma ótima alternativa de exercícios de baixo impacto e de progressão.

Além do alongamento, uma boa hidratação é ótimo para manter o corpo sempre em boa atividade, bebendo água antes, durante e depois o exercício físico.

Deve-se também evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cafeínas, pois essas substâncias favorecem a desidratação, o que já sabemos que não é bom para o corpo.

Alimentos que evitam a Cãibra

Apesar de não existir uma fórmula mágica de como evitar o aparecimento de cãibras, existem maneiras de como podemos prevenir.

E uma dessas maneiras é uma dieta balanceada com alimentos ricos em nutrientes.

Dentre esses alimentos existem alguns melhores no tratamento do que outros, como podemos olhar na tabela abaixo.

Cãibra---Alimentos

Por que o Pilates?

Cãibra-7

Agora já conhecendo todos os benefícios da atividade física para a cãibra é mais fácil entender porque o Pilates é uma ótima alternativa, não?

Por ser um Método de exercícios de baixo impacto, ele não força a musculatura atingida pela cãibra.

Além de ter um ótimo repertório de exercícios de alongamento.

Dessa forma, ele se torna um ótimo tratamento para evitar as cãibras assim como tratá-las se já vem acontecendo há um tempo.

No entanto é importante frisar que não será de um dia para o outro que as sessões farão efeito.

É necessário um comprometimento diário e semanal para que o Método Pilates ou qualquer outro exercício traga os resultados desejados.

Isso pelo fato de o músculo demorar um tempo para ganhar mais força e resistência contra as contrações involuntárias.

Exercícios Físicos

Existem algumas formas de evitar o aparecimento da cãibra antes, durante ou depois dos exercícios físicos.

Para isso, fizemos uma lista do que você pode fazer para evita-la.

Evitando Cãibra Antes dos Exercícios

Cãibra---Antes-do-Exercício

Evitando Cãibra Depois dos Exercícios

Cãibra---Depois-do-exercício

Recomendações

Cãibra-3

  • Mantenha uma dieta balanceada em sais e minerais.
  • Consuma alimentos ricos em potássio.
  • Beba muita água: antes, durante e após os exercícios físicos.
  • Sempre faça alongamento! Antes e depois de se exercitar.
  • Nunca faça atividades físicas em jejum.
  • Não exagere!
  • Descanse após o exercício físico.
  • Não desanime.
  • Não force a musculatura afetada pelos episódios de cãibra

Concluindo…

Cãibra-8

Como todos sabem a cãibra é uma sensação muito dolorosa e por isso devemos tentar sempre evitá-la.

Com todas essas dicas de alimentação e exercícios ficou mais fácil de evitar as cãibras.

Essa dor dura poucos segundos, mas é extremamente desconfortável e pode deixar o músculo dolorido.

Assim, a melhor forma é sempre evitar!

E você, gostou do texto? Tem algo a acrescentar? Deixa nos comentários!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Cãibras: tudo sobre como evitá-las e como tratá-las com o Pilates!”

  1. Muito útil… de fácil entendimento para qualquer leitor…
    Obrigada pelas dicas e parabéns pelo texto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>