6kbx

Como ganhar massa óssea através do Pilates

O problema, caracterizado pela diminuição da perda óssea, é silencioso. O ritmo de trabalho acelerado dos dias atuais, sedentarismo, ingestão de corticóides e ciclos menstruais interrompidos que altera os níveis hormonais, acabam contribuindo para o aparecimento precoce dessa patologia. Mas se você pensa que a Osteoporose é uma doença somente da terceira idade está totalmente enganado. Atualmente, é cada vez mais frequente o início da doença em adultos a partir dos 35 anos. Então, vamos entender o que é Osteoporose?

A Osteoporose (por = passagem, caminho; ose = condição) é, literalmente, a condição de ossos porosos.  É uma doença óssea caracterizada por baixa regeneração e/ou rápida degeneração óssea causada por fatores nutricionais, metabólicos ou patológicos. O problema básico é que a ressorção óssea supera a formação de osso, e consequentemente a massa óssea diminui.

Em grande parte, isso se deve à perda de cálcio no corpo, mais cálcio é perdido na urina, fezes e suor, do que é absorvido a partir da alimentação. A massa óssea fica tão enfraquecida, que os ossos se fraturam, frequentemente de modo espontâneo, quando submetidos às tensões mecânicas da vida cotidiana. Por exemplo, uma fratura da pelve pode acontecer simplesmente como resultado de se sentar rapidamente. A osteoporose afeta todo sistema esquelético. Além das fraturas, causa encolhimento das vértebras, perda de altura, cifose (aumento da curvatura torácica da coluna) e dor óssea (em casos mais avançados).

Ela acomete duas vezes mais mulheres do que homens, por dois fatores: têm menor massa óssea que os homens e a produção de estrogênio declina acentuadamente na menopausa, enquanto a produção de androgênio, testosterona em homens decresce gradualmente. Além do fator sexo, história familiar, ascendência europeia ou asiática, estatura pequena e magra, estilo de vida sedentário, hábito de fumar, dieta pobre em cálcio e vitamina D, mais de dois copos de bebida alcoólica por dia e o uso de certos medicamentos contribuem para surgimento precoce da osteoporose.

A prática de exercícios físicos tem por objetivo deixar os ossos mais fortes, ajudando a melhorar o desempenho e funcionamento de todo o corpo. O Pilates é uma técnica que oferece exercícios variados e que respeita as particularidades: necessidades e limites de cada aluno. Não há desgaste físico nem estímulo à fadiga. Durante os exercícios, os ossos são submetidos à carga mecânica, favorecendo o aumento da massa óssea. Dentro de certos limites, o osso tem a capacidade de alterar sua resistência, em resposta a variações das tensões mecânicas.

Quando submetido a essas tensões, o tecido ósseo se adapta, tornando-se mais forte, pelo aumento da deposição de sais minerais e da produção de fibras colágenas. Outro efeito dessas tensões é aumentar a produção de calcitonina, hormônio que inibe a ressorção óssea. O Pilates também ajuda a trabalhar o equilíbrio, a força muscular, a concentração e a coordenação, essenciais para evitar a ocorrência de quedas e consequente risco de fraturas, além de promover uma melhora do alinhamento postural, evitando padrões de movimentos incorretos e prevenindo a incidência de lesões.

O melhor tratamento sempre é a prevenção, uma dieta rica em cálcio, prática regular de exercícios no mínimo três vezes por semana, acompanhamento médico e fazer anualmente a densitometria óssea que é o principal exame para rastreamento e diagnóstico da doença.

“A aptidão física é o primeiro requisito da felicidade. Nossa interpretação da aptidão física é a obtenção e manutenção de um corpo uniformemente desenvolvido com uma mente sã plenamente capaz de, natural e facilmente, realizar satisfatoriamente as nossas muitas e variadas tarefas diárias com entusiasmo espontâneo e prazeroso.” Joseph Pilates

Caroline Van Der Laan
CREFITO 11/ nº 106717-F
Fisioterapeuta e Especialista em Terapias Manuais.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Como ganhar massa óssea através do Pilates”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>