od5ay8pvi

O impacto da tecnologia na coluna

O avanço da tecnologia tem facilitado bastante nossa vida e, na atualidade, é difícil encontrarmos uma pessoa que não seja adepta a essa evolução. Bilhões de pessoas estão utilizando celulares no planeta, porém, sem observar e se importar com a postura correta. E o que isso nos implica? Você é capaz de imaginar o quanto o uso do celular em posições inadequadas pode prejudicar a sua coluna?

Segundo estudo publicado na revista científica Surgical Technology Internacional, ao inclinarmos a cabeça para baixo, para olhar o celular, é possível gerarmos um impacto de até 27 kg para a nossa coluna.

A cabeça humana pesa algo em torno de 5 kg, mas quando estamos em uma posição inclinada para frente, o peso imposto à coluna cervical (pescoço) aumenta drasticamente. Quanto maior for a inclinação da nossa cabeça, maior será a carga imposta à nossa coluna.

Essa carga sobe para 12 kg em um ângulo de 15 graus, 18 kg a 30 graus, 22 kg a 45 graus e 27 kg (equivalente a uma criança de 8 anos) a 60 graus (Representado em libras na figura abaixo).

foto

Uma boa postura é resultado da capacidade que os ligamentos, cápsulas e tônus muscular têm de suportar o corpo ereto, permitindo sua permanência em uma mesma posição por períodos prolongados, sem desconforto e com baixo consumo energético (Kendall, McCreary & Provance, 1995).

O estudo observa que essa postura é definida com as orelhas alinhadas com os ombros e escápulas para trás. Em alinhamento adequado, o estresse na coluna é diminuído.

As pessoas gastam, em média, de duas a quatro horas por dia com suas cabeças inclinadas sobre seus smartphones. Isso totaliza 700 a 1400 horas por ano de excesso de estresse sobre a coluna cervical.  É possível que um estudante gaste um extra de 5000 horas em uma má postura.

De acordo com o Dr. Kenneth K. Hansraj, chefe de cirurgia da coluna no New York Spine Surgery & Rehabilitation Medicine, a permanência constante em uma postura inadequada leva à perda da curva natural da coluna cervical, o que gera um grande aumento de cargas impostas sobre ela. Estas tensões podem levar a um desgaste precoce, degeneração e até possíveis cirurgias.

Como não é possível fugirmos destas tecnologias que causam tais problemas, as pessoas devem se conscientizar e se esforçar a usar os seus equipamentos em uma melhor posição, evitar tantas horas de uso por dia e ter uma vida ativa.

E como o Pilates pode ajudar? O método trará benefícios como ganho de consciência corporal, músculos tonificados e alongados, alívio das tensões e dores na coluna, fortalecimento e estabilidade do centro e melhora da postura.

Lembrando sempre a importância em escolher um bom profissional que irá trabalhar de acordo com as suas necessidades e objetivos.

Fontes de estudo: 

Kendall FP, McCreary EK, Provance PG. Músculos: provas e funções. 4ª ed. São Paulo: Manole; 1995. 

https://cbsminnesota.files.wordpress.com/2014/11/spine-study.pdf

Karina Chaparro
Fisioterapeuta (CREFITO 161538)
Especialista em disfunções musculoesqueléticas

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>