97vviy66r

Mamãe pilateira: Nova série na Revista!

A gestante também altera a postura para se adaptar à mudança do centro de gravidade. Há uma tendência para o deslocamento para frente, devido ao crescimento uterino-abdominal e ao aumento das mamas. Para compensar, o corpo projeta-se para trás, amplia-se o polígono de sustentação, os pés se distanciam e a porção cervical da coluna alinha-se para frente.

Os músculos abdominais e da região perineal passam a suportar mais peso, e muitos deles são solicitados em movimentos dos quais eles normalmente não participavam. Os ligamentos da pelve sofrem maior exigência e tornam-se mais um foco de dor.

st94zehfr

Mas o foco dessa matéria é a região do quadril, que é onde ocorrem as principais modificações necessárias à adaptação do corpo da mulher ao bebê.

A dor na articulação sacroilíaca não é incomum em mulheres durante a gestação. As combinações de ganho de peso, aumento da lordose lombar e frouxidão induzida por hormônios dos ligamentos podem aumentar o estresse sobre as articulações sacroilíacas e cápsula.

Conforme o útero vai crescendo e se expandindo vai ocorrendo um fenômeno chamado contranutação ou out-flare, que nada mais é que uma abertura da cavidade superior da pelve e um fechamento da parte inferior da pelve, o que permite que o útero e abdome se expandam para o crescimento do bebê. Este movimento é mais perceptível para a mulher no último trimestre.

Nessa fase o Pilates pode ajudar o corpo da mulher fazendo com que essas modificações fisiológicas se tornem menos dolorosas para o seu corpo através de exercícios, balanceios em cima da bola e alongamentos que favoreçam esses movimentos necessários à articulação sacroilíaca, o que torna a gestação menos dolorosa.

A seguir, alguns exercícios do Pilates que favorecem o movimento de contranutação na mulher:

- ALONGAMENTOS DE MUSCULATURA DE PERÍNEO

zda0dx6r

- FORTALECIMENTO DE PERÍNEO

tjcoqd7vi

- POSIÇÃO DE QUATRO APOIOS E DISSOCIAÇÃO DE MEMBROS

fphw7b9

O movimento das articulações sacroilíacas aumenta durante o trabalho de parto. E é então que ocorre o movimento de nutação ou in-flare. O aumento da nutação durante o trabalho de parto roda posteriormente a parte inferior do sacro, aumenta o tamanho da saída da pelve e favorece a passagem do bebê. As superfícies articulares das articulações sacroilíacas são mais lisas nas mulheres e apresentam menor resistência contra esses leves movimentos fisiológicos.

Para esta fase, mais perto do parto, os exercícios do Pilates devem favorecer uma abertura e movimentação completa das articulações sacroilíacas, então complementa-se os exercícios acima com movimentos mais leves, menos fortalecimento e mais soltura da musculatura perineal, como esses:

- BALANCEIO EM CIMA DA BOLA

wu0vsra4i

Estéfani Bizzi Gai
Fisioterapeuta CREFITO 10 – 99973-F

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Mamãe pilateira: Nova série na Revista!”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>