kgap2e29

A postura com o passar do tempo – Parte 2

Na matéria anterior, a Educadora Física Marcela Piston falou sobre a evolução da postura por conta das necessidades de sobrevivência do homem com o passar dos séculos. Hoje, ela vai abordar a postura do homem nos tempos atuais. Acompanhe.

Já sabemos que a postura sofre diferentes tipos de influências. Atualmente, nossos costumes estão bem diferentes e nosso padrão postural sofre a cada dia mais alterações nada funcionais, gerando dores e até algumas patologias.

t8r3mzpvi

Com o novo estilo de vida do homem, parece que a postura está regredindo. Isso devido, principalmente, à falta de consciência corporal e postural,ou seja, ao sedentarismo. Antigamente, nos movimentávamos muito mais! Com o mundo moderno e tecnológico, até as crianças diminuíram seu repertório motor e ficaram focados nos computadores, tablets, celulares e vídeo games.

O ambiente de trabalho também interfere nesse novo padrão postural do homem, onde muitas pessoas ficam nas mesmas posições por horas e, além de tudo, não tem uma vida ativa.

Quarenta e seis em cada 100 brasileiros não fazem atividade física suficiente no lazer, no deslocamento ou no trabalho, segundo informações divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2014) em sua Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). O IBGE considerou na pesquisa que, para ser suficiente, é preciso praticar uma atividade física por pelo menos 150 minutos por semana.

fqiqhyqfr

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, o percentual de pessoas que praticam atividades físicas no lazer vai diminuindo de acordo com a faixa etária. De 18 a 24 anos, a proporção é de 35,3%. Essas taxas vão caindo para 25,5% (de 25 a 39 anos), 18,3% (de 40 a 59 anos) e 13,6% (de 60 anos ou mais). Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o indivíduo ativo regular é aquele que pratica alguma atividade física pelo menos três vezes por semana em seu tempo livre, com duração mínima de 30 minutos.

Esses hábitos rotineiros podem causar alguns desvios posturais. Mas como corrigir essas alterações? Deixar a vida sedentária já é um ótimo caminho. Além disso, temos o Pilates, que é uma atividade física com foco no alinhamento postural, a fisioterapia clássica e o RPG.

Os princípios modernos do método Pilates existem exatamente para restaurar as curvas naturais da coluna, para assim, se movimentar com mais controle e precisão. Isto é, ter um gasto energético menor. Já as posições neutras da pelve e da coluna são mais indicadas para uma melhor estabilização da coluna vertebral, protegendo-a de lesões, buscando alinhamento do corpo com eficiências fisiológicas e biomecânicas máximas, o que minimiza os estresses e as sobrecargas sofridas ao sistema de apoio pelos efeitos da gravidade.

Profª Esp. Marcela Piston
Full Certification STOTT Pilates
Coordenadora dos Studios Showa Pilates +Funcional e Showa SuperCore
Coordenadora técnica da equipe de docentes da Pilates Institute

Referências Bibliográficas:
Knoplich, J. – Enfermidades da coluna vertebral: Uma visão clínica e fisioterápica. São Paulo, Robe editorial, 3ª Edição, 2003.
?Kendall, H. O.; Kendall, F. P.; Boynton, D. A. – Posture and pain. N. York, Krieger, 1977.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>