2014_11_649-META-IMAGENS-MATERIAS-RP-CARLA-DIAZ-Site

Carla Diaz buscou Pilates após lesão

A maioria das pessoas que conhece Carlinha Diaz, que agora está com 23 anos, lembra dela ainda pequena, como Khadija, de ‘’ O clone’’, não é mesmo? Então quando veem o quanto ela está bonita hoje, ficam espantados. Mas ela não gosta que digam que ela é um mulherão, porque ela não se sente assim.

“Toda vez que as pessoas vêm com essa coisa de ‘ela cresceu’, acho engraçado. Gente, vou ficar crescendo até que idade? É claro que eu cresci! Mas entendo que isso é muito porque as pessoas me acompanham desde bebê, é natural que as pessoas se surpreendam. Faço muita campanha publicitária em que saio mais produzida. Mas não sou mulherão, não. Faço os trabalhos de acordo com o que me pedem”, diz ela.

Quando a gata começou a viver Lucrécia, na minissérie ‘’Plano alto’’, ela precisou do treinamento funcional como preparação para dar conta das cenas de ação e correria, afinal não é fácil manter o pique o tempo todo. Tudo ia muito bem até a atriz sofrer uma lesão na coluna, um deslocamento de vértebra, que a fez rever todo o planejamento para o trabalho.

“Estava fazendo treino funcional três vezes por semana, há três meses, para ganhar resistência para o personagem. No treino, ganhei pique, resistência e emagreci uns dois quilos. Só que levei um susto porque, antes de começar as gravações, desloquei uma vértebra da coluna. Além de já ter problemas de coluna, uma lordose e uma escoliose. Juntou tudo e acordei um dia travada. Tive que fazer um intensivo com um quiropata e muita fisioterapia para conseguir voltar a gravar. Fui poupada ao máximo, tive até ajuda de dublê”, relata.

Sem poder fazer nenhum outro exercício, ela precisava manter a boa forma e se recuperar da lesão, por isso optou pelo nosso amado Pilates.

“Depois da lesão, procurei uma atividade que me ajudasse a me recuperar e que eu também mantivesse tudo o que tinha conquistado com o treino funcional. Vim fazer Pilates. Não podia fazer academia e ainda queria algo que me desse uma correção postural”, conta ela.

Carla lembra que sempre se perde na conta e ganha mais uma série da professora durante as aulas. Ela ainda conta que o Pilates a ajudou a perder toda a retenção de líquidos provocada pelos medicamentos à base de cortisona. O resultado? Menos quatro quilos na balança.

“Gosto de me sentir bem com o espelho, mas como de tudo, e como bem, com muitos legumes e frutas. Mas também adoro um docinho. Vou equilibrando, e fico feliz. Mas por causa dos remédios que tomei, à base de cortisona, dei uma inchada, ganhei uns quatro quilos. Esse também foi um dos motivos pelo qual voltei a me exercitar. Estava me sentindo mal. Gosto de me sentir mais fininha”, diz a bela, que se exercita duas vezes na semana.

Com o Pilates, a atriz também venceu o medo de altura, já que, em algumas posições, fica bem longe do chão.

E você, conhece alguém que buscou o Pilates para reabilitação e se apaixonou? Conta pra gente!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

4 thoughts on “Carla Diaz buscou Pilates após lesão”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>