2014_08_0548-META-IMAGENS-MATERIAS-RP-REVISTA-DOR-E-LESAO-Site

Pilates pode prevenir lesões em corredores?

A corrida é um dos esportes mais praticados no mundo atual, por sua praticidade: pode ser praticado sozinho por qualquer pessoa. Por este motivo, muitas pessoas começam a correr sem nenhum tipo de orientação profissional, e com isso aumentam muito o risco de sofrer lesões.

As lesões mais comuns em corredores são a fascite plantar, a tendinopatia de Aquiles e a síndrome do estresse medial da tíbia (canelite): todas lesões crônicas. Isto ocorre pois a corrida é um esporte de impacto repetitivo; logo, qualquer desalinhamento na pisada irá causar uma sobrecarga inadequada na região, que se repetirá e se somará a cada passada, até que um microtrauma ocorra no local.

Além do padrão incorreto da pisada, outros fatores podem influenciar no risco aumentado destas lesões: excesso de treinos, com aumento abrupto do volume e/ou intensidade e tempo de descanso insuficiente entre os treinos; correr em piso muito rígido (como o concreto); insuficiência de força e desequilíbrios musculares nas pernas e pés; e arco plantar rebaixado ou muito alto também estão entre os fatores de risco para estes problemas crônicos.

O Pilates pode ser uma ótima ferramenta para a prevenção das lesões crônicas nestes atletas. O instrutor deve trabalhar a correção da pisada, por meio de exercícios para melhor posicionamento de tornozelos, joelhos e pelve.

Para tal, além da consciência corporal, podem ser realizados exercícios de controle pélvico e fortalecimento de glúteo médio, evitando a adução do membro inferior durante a passada; fortalecimento dos rotadores externos da coxa, impedindo que o joelho entre em valgismo e rotação interna; e fortalecimento da musculatura intrínseca dos pés e dos tornozelos, garantindo melhor posicionamento e absorção do impacto da corrida pelos mesmos.

Também é muito importante trabalhar o alinhamento do tronco durante a corrida: a intenção de crescimento exigida em todos os exercícios do Pilates, além do tônus extensor recrutado durante diversos exercícios ajudam o atleta a posicionar-se melhor enquanto corre, diminuindo o gasto energético.

Além disso, é essencial trabalhar habilidades como propriocepção, equilíbrio e flexibilidade, preparando melhor o corredor para passar os obstáculos encontrados no caminho. O fortalecimento e controle muscular também devem ser trabalhados pelo instrutor de Pilates, a fim de diminuir sobrecargas excessivas e desproporcionais.

Denise Pripas
Fisioterapeuta CREFITO-3/133755-F
www.fisioterapiadenisepripas.blogspot.com

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

3 thoughts on “Pilates pode prevenir lesões em corredores?”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>