Teaser-Desafio.png

O valor do Pilates

Uma dúvida muito comum entre os profissionais que estão se formando como instrutores de Pilates é que valor cobrar dos clientes. E a resposta é quase sempre a mesma: depende da situação.

Hoje em dia, o Pilates está bem mais acessível que há alguns anos atrás. Portanto, você pode cobrar um valor maior quando você tem experiência o suficiente para saber que está fazendo um bom trabalho, quando tem um público que está disposto a pagar e que tenha dinheiro para isso.

Você pode cobrar um pouco mais se o local está num metro quadrado valioso e oferece inúmeros diferenciais como: aulas individuais, equipamento de qualidade, estacionamento, vestiários, armários com cadeados, toalhas, entre outras vantagens para os clientes.

‘’ Nunca concordei com um profissional que cobra caro só porque pagou caro pelo curso de formação ou para montar o próprio negócio. Conheço muitos instrutores que se dão o direito de cobrar por algo que, além de não fazerem direito, não gostam do que fazem’’, revela Renata Moraes, treinadora Stott Pilates.

Segundo ela, em qualquer negócio, quem ganha dinheiro não é só quem investe, mas quem é bom e quem se diferencia. ‘’Vejo muitos instrutores negando ótimas oportunidades de emprego porque o salário é baixo.  Porém, esse mesmo profissional não tem sequer experiência em dar aulas. Pensando com um pouco de bom senso não vejo como ganhar experiência e muito dinheiro ao mesmo tempo ‘’, diz ela.

O profissional deve entender que existe uma ordem natural e correta para que o sucesso profissional e financeiro seja obtido. Primeiro um bom curso de formação que garanta a parte técnica, ou seja, um curso que ensine a pensar o Pilates e não somente a combinar exercícios. Praticar sendo aluno para que o trabalho como professor seja cada vez melhor. Estudar e ganhar experiência sendo professor.

Ser dono do próprio negócio é um sonho que muitos almejam, porém, além de todos os pontos acima, é preciso ter conhecimento administrativo e ser empreendedor. Estudar o mercado, escolher um local adequado, e cobrar honestamente por tudo isso.

‘’ Sou treinadora pela Stott Pilates e nosso curso de formação não aborda estas questões no cronograma, mas faço questão de orientar meus alunos da melhor forma possível. O nosso curso certamente traz qualidade técnica e faz os alunos pensarem no que eles estão fazendo, e não somente fazer por fazer. Mas isso também não trará o retorno se o aluno não fizer a sua parte e se ele não gostar do que está aprendendo’’, explica Renata.

‘’ Seja um apaixonado, faça as coisas de forma adequada, na ordem correta e tenha bom senso que o retorno virá. Sucesso à todos!’’

Renata Moraes
TREINADORA STOTT PILATES

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

8 thoughts on “O valor do Pilates”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>