Revista Pilates.png

Mamãe pilateira

Mari Merlim é fotógrafa em São Paulo e ficou tão feliz com o resultado de um ensaio de uma mamãe pilateira que resolveu dividir a experiência com a Revista Pilates. A gente a-d-o-r-o-u!

Olha o e-mail que a Mari nos mandou:

“Recentemente tive o prazer de fotografar uma sessão inédita e muito bacana, de uma mãe que tem 29 anos, é professora de Pilates e poledance e seu bebê de 5 meses de idade. Foi fantástica a sintonia e o ensaio! Achei a ideia dela tão legal e tão motivadora para as mães que praticavam esportes antes da gravidez e pararam por conta do nascimento dos filhos, que gostaria de divulgar a vocês o ensaio todo e o vídeo do making of”.

Além de dividir esse trabalho lindo com vocês, pilateiros e pilateiras, de quebra ainda fizemos uma entrevista com a mamãe em questão: Paula Guedes Uemura. Vale a pena ler.

Clique aqui para ver as fotos.  E aqui par assistir ao vídeo feito por Raiza Carvalho.

Revista: Qual o objetivo do ensaio?
Paula: O objetivo do ensaio foi mostrar para todas as pessoas a importância de praticar atividade física durante e após a gestação, mantendo o corpo equilibrado e saudável… e também mostrar que o Pilates ajudou muito na hora do nascimento do Miguel… Foi um lindo parto natural domiciliar assistido com ajuda desta incrível atividade.

Revista: Há quanto tempo você pratica Pilates e quais os benefícios para a gravidez e o pós-parto?
Paula: Pratico Pilates desde 2007.

Benefícios do Pilates durante a gravidez e pós-parto:

Trabalho da respiração
É um dos princípios mais importantes do método Pilates. Através dele torna-se possível: a otimização de padrões respiratórios inadequados, reduzindo a sensação de cansaço; a ativação de músculos do tronco e abdome que trabalham quando respiramos profundamente; a melhora da consciência corporal que, além de corrigir a postura, ajuda a acalmar.

Fortalecimento da musculatura do abdome
O Pilates, além de trabalhar os músculos abdominais superficiais, também ativa um músculo mais profundo chamado de transverso do abdome, que funciona como uma cinta. A ativação de todos esses músculos é importante durante a gravidez, pois normalmente eles se distendem, trazendo desequilíbrios posturais.

Fortalecimento do assoalho pélvico
Um assoalho pélvico fortalecido melhora a capacidade de estirar e relaxar com mais facilidade durante o parto; melhora a circulação para a região pélvica; promove a rápida recuperação e cicatrização; auxilia na reconquista de boa qualidade muscular após o parto; previne incontinência urinária por esforço; apóia os órgãos da pelve; previne o mau alinhamento das articulações do quadril e sacroilíacas e promove a estabilidade da musculatura postural.

Melhora da circulação
Com o Pilates é uma atividade dinâmica, ocorre uma melhora da circulação sanguínea em todo o corpo. Isso é benéfico tanto para a futura mamãe quanto para o bebê. Um dos resultados visíveis é a prevenção de câimbras e inchaços nas pernas.

Otimização da postura
Durante a gestação, o crescimento do útero promove um deslocamento do centro de gravidade que, por sua vez, conduz às alterações posturais típicas da gravidez. A projeção da coluna para frente pode trazer desconfortos musculares como a lombalgia, muito comum em gestantes. Com a prática assídua do Pilates, os músculos responsáveis pela postura são ativados através de um trabalho de reeducação de movimento e isso ajuda a amenizar os quadros de dor.

Preparo para o parto
A interação entre o corpo e a mente durante a prática do método, conscientiza a gestante sobre as modificações fisiológicas e psicológicas dando um maior suporte para o parto.

Fortalecimento dos membros superiores e inferiores:
No Pilates, todo o corpo é trabalhado, assim, tanto os braços quanto as pernas, serão fortalecidos para ajudar a futura mamãe a ter qualidade de vida durante a espera e durante os cuidados com o bebê, como carregar e amamentar.

Atividade de baixo impacto
O método Pilates tem no seu amplo repertório exercícios com movimentos de baixo impacto articular, o que não provoca sobrecarga nas articulações das gestantes.

Bem estar físico e mental
Os exercícios do método associados com a respiração e concentração promovem um relaxamento e um bem estar físico e mental às gestantes.

Qualidade de vida
A soma de todos os benefícios citados anteriormente possibilita uma melhora na qualidade de vida da mãe e conseqüentemente do bebê

Revista: Quanto tempo após o parto você voltou a praticar atividade física?
Paula: Voltei a praticar Pole e Pilates um mês após o parto do Miguel… Como a musculatura estava bem preparada durante a gestação e o parto foi natural, o retorno às atividades foi mais rápido.

E aí, está grávida ou pensando em engravidar? Inspire-se na história motivadora da Paula e pratique Pilates!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Mamãe pilateira”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>