Pilates e hipertensão combinam

hipertensao-pilates-revista-pilates

 

Quem disse que os hipertensos não podem fazer exercícios físicos? Podem, sim. Desde que bem controlados. Na verdade, os exercícios podem até ajudar a diminuir os riscos relacionados à hipertensão.

A atividade física melhora o metabolismo e ajuda a combater a obesidade. De acordo com o Instituto Gaia Pilates, os exercícios aeróbicos como a caminhada e a natação influenciam diretamente o sistema cardiovascular e trazem benefícios para a frequência cardíaca e a pressão arterial.

Porém, mesmo sendo um exercício de força, o Pilates pode ser praticado por quem tem hipertensão ou outros problemas cardíacos. Segundo a instrutora Fabiana Torrens, alguns estudos comprovam que os exercícios não elevam de forma significativa a pressão arterial do praticante. “Isso acontece porque o Pilates trabalha com poucas repetições e, principalmente, com uma respiração adequada que ajuda a relaxar a musculatura, aliviar as tensões e nos impede de realizar apneia”, explica.

Além disso, o método promove o relaxamento e atua na diminuição do estresse, por isso pode ser considerado benéfico para a redução da pressão arterial. Desta forma, pode ser praticado sem grandes riscos.

Antes de começar a praticar exercícios, o hipertenso precisa consultar o médico e passar por um teste ergométrico, para verificar sua resistência e a intensidade com que ele vai poder se exercitar. Junto com o seu instrutor, o aluno deve monitorar a sua frequência cardíaca e a pressão, se necessário. Se sentir qualquer sintoma de cansaço extremo, é hora de parar!

 
LEIA TAMBÉM
Pilates pode ajudar hipertensos
Pilates facilita o processo de ventilação interna

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>