Treinamento resistido no tratamento do câncer

treinamento-resistido-cancer-revista-pilates

 

No Dia Nacional de Combate ao Câncer vamos falar sobre como os exercícios resistidos são importantes na diminuição dos efeitos físicos da doença.

Você sabe como se sente um paciente que está se tratando do câncer? Um dos maiores efeitos colaterais do tratamento, segundo a fisioterapeuta Aline Mendonça, é a Fadiga Relacionada ao Câncer (FCR). “É uma sensação de cansaço que não melhora com o repouso e interfere na capacidade funcional do paciente”, explica Aline.

Segundo a especialista em Clínica da Dor, vários estudos científicos falam sobre a efetividade dos exercícios físicos na diminuição desse sintoma do tratamento. Porém, os cuidados estão na prática de uma atividade adequada. A atividade aeróbica é importante para os pacientes com câncer, mas sua contribuição está limitada quando se trata da fraqueza, do emagrecimento repentino e da perda de massa muscular associados ao tratamento.

Nesses casos, os exercícios resistidos podem ser muito efetivos. Eles trabalham a musculatura através de resistências, como pesos, molas e elásticos. Esse tipo de exercício é capaz de estimular o aumento da massa muscular e de reduzir a degradação protéica, promovendo também a saúde cardiovascular.

A fisioterapeuta lembra que os pacientes com câncer também sofrem alterações de equilíbrio e coordenação motora, além de terem alguns movimentos restritos, como ocorre com o câncer de mama. Os exercícios devem estimular a melhora da coordenação, o equilíbrio, a consciência corporal e a flexibilidade. Por isso, o Pilates é uma atividade ideal para esses pacientes.

“O Pilates promove o aumento da massa muscular, da resistência e da força com segurança. Ele auxilia no equilíbrio e na estabilidade do corpo, aumenta a qualidade da propriocepção do paciente e promove mais independência, além de melhorar o humor e a autoestima”, defende Aline.

Os exercícios devem ter indicação médica e ser adaptados às debilidades do paciente, sempre com atenção e acompanhamento individualizado. As aulas em grupos são uma forma de tornar a atividade mais estimulante, além de serem muito lúdicas.

 

LEIA MAIS
Quem se ama, se cuida!

 

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Treinamento resistido no tratamento do câncer”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>