Incorporando o Vertical Frame nas aulas

Trouxemos uma matéria bem explicativa da STOTT PILATESTM sobre o uso do Vertical Frame nos treinos. O texto foi traduzido do inglês, escrito pela instrutora Sarah Jarvis.

Incorporar o Vertical Frame com molas no treino dos alunos aumenta a variedade e o nível de desafio. Eles são desafiados de forma unilateral, pelos braços e pernas, de acordo com o peso das molas.

Durante os exercícios bilaterais de braços e pernas, detectamos eventuais desequilíbrios na força. Como instrutora, um componente chave de treino eficaz para os nossos clientes é identificar e corrigir quaisquer desequilíbrios e não trabalhar apenas globalmente.

Exercício de braço no V2Max da STOTT PILATES™

Quando você faz o trabalho de braços e pernas com os pés ou as mãos nas alças, se a mola está recuando mais é fácil de ver e instruir o cliente a pressionar mais o membro que é mais fraco. Ao usar a barra estabilizadora para o trabalho de braço, é fácil ver quando a barra não está nivelada, então você pode dar ao seu cliente a sugestão de pressionar o membro que não está trabalhando tão duro.

O Vertical Frame também lhe dá a flexibilidade para os exercícios nas posições de pé, ajoelhada e sentada (no solo ou na bola), o que é muito importante para o conforto do cliente e fortalecimento adequado dos músculos.

Essas diferentes posições também podem ser feitas com o sistema de roldanas sobre a parte dianteira do aparelho. Os exercícios no Reformer utilizando o sistema de roldanas permitem que você mude o ângulo de onde a tensão está vindo, o que pode ser mais favorável para os clientes para envolver e estabilizar os músculos certos, principalmente com o carrinho em movimento.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>