XTend Barre combina Ballet e Pilates

Bailarinos profissionais e amadores podem se beneficiar da prática do Pilates, que garante força muscular, flexibilidade, bom alinhamento, controle, precisão dos movimentos e fluência entre eles. No início de sua história, o Pilates foi adaptado para os movimentos do ballet com o intuito de melhorar a performance e prevenir lesões ocasionadas pela dança.

É comum a ideia de se aliar as duas modalidades, trabalhadas paralelamente, a fim de conferir estabilidade aos movimentos e melhorar os resultados no palco. Mas, uma nova modalidade surgiu há alguns anos, nos Estados Unidos, pelas mãos de Andrea Rogers: o XTend Barre. Mais suave do que as ginásticas convencionais, o XTend combina a técnica do ballet ao método de Pilates, dando origem a uma terceira atividade que tem conquistado mulheres acima de 20 anos em busca de mais feminilidade.

O XTend Barre usa elementos do ballet, como os pliés, elevés e derrièrres, além da barra em frente ao espelho. Mas nem por isso a aula é parada. Pelo contrário, a dinâmica é imposta pela música de batida forte e pela exigência de resistência muscular, pois trabalha com movimentos repetidos e, muitas vezes, executados com o uso de pesos e com o auxílio de mats e as tiras conhecidas do Pilates para manter a postura correta.

Confira o XTend Barre no vídeo de Andrea Rogers, a criadora da modalidade (em inglês):

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “XTend Barre combina Ballet e Pilates”

  1. Adorei essa ideia de unir pilates com ballet,como fao para fazer essa aula?Tem curso?Sou formada em Educação física e trabalho com pilates.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>