Pilates e Escoliose: melhora da flexibilidade e dor

Por Rafaela Porto

Instrutora Certificada STOTT PILATES ™

Coordenadora Técnica da Pilates StudioFit

 

Foto: Chico Audi

Como vimos em nosso texto: “Benefícios da atividade física para quem tem escoliose”, escoliose é uma deformidade da coluna vertebral em forma de “C” ou “S”. O hábito postural pobre está associado diretamente com o uso do corpo em suas atividades da vida diária (AVD) também.

30% dos casos de escoliose são devido a hábitos posturais. Muitos casos de dores nas costas estão ligados aos hábitos posturais causando um desequilíbrio entre o trabalho das AVDs e a capacidade funcional em atividades de performance.

A literatura tem apresentado conclusões onde o método Pilates e técnicas terapêuticas têm melhorado problemas posturais. Entre estas técnicas estão: exercícios físicos, estimulação elétrica dos músculos (também associado com exercícios), osteopatia, RPG (reeducação Postural Global) e outros.

Uma das formas utilizadas para promover uma musculatura restaurada é o método Pilates por que para aumentar a resistência utilizamos a força da gravidade e molas adicionadas á execução de cada movimento. 

O estudo “O EFEITO DO MÉTODO PILATES NO GRAU DE ESCOLIOSE ESTRUTURAL E A MELHORA DA FLEXIBILIDADE E DOR EM MULHERES ESTUDANTES (Journal Of Body & Movment Therapies, 2011)” concluiu que com o método Pilates conseguimos diminuir significantemente o grau da escoliose dos praticantes, aumentando ainda a flexibilidade da cadeia muscular posterior e também reduzindo dores na coluna.

Pratique Pilates…no pain, all gain!!

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text