O treino de Pilates de Deborah Secco -Parte 3

Por Marília Zara Chiarelli
Educadora Física
Instrutora Certificada Internacionalmente pela STOTT PILATES

Confira os exercícios com a Stability Ball e acompanhe todas as considerações dos profissionais da Pilates StudioFit.

PARTE 3
7. Braços, abdômen e pernas
Ajoelhe de frente para a bola. Alongue o tronco por cima da bola, toque com as mãos no chão e role a bola até a altura dos joelhos, avançando com o corpo para a frente. Mantenha as pernas firmes e estendidas e as mãos na linha dos ombros. Contraia o abdômen e as coxas. Mantenha o pescoço reto, olhando para o chão. Inspire (a). Enquanto expira, flexione os joelhos e relaxe a cabeça (b). Ao inspirar, retorne à posição inicial e recomece.

Considerções: Esse exercício também pode ser chamado como ‘Alongamento de Joelhos’ no Reformer. Tanto na superfície fixa como a barra de pés no reformer quanto no solo (onde as mãos estão apoiadas nesse exercício), gera uma descarga de peso para MMSS (membros superiores). A bola cria um desafio maior por ser uma superfície instável. Instrutores: Fiquem atentos aos clientes que se queixam de desconforto nos punhos”.

8. Abdômen e pernas
Posicione-se como no movimento inicial (a) do exercício anterior (7). Ao expirar, flexione os cotovelos para fora, na linha dos ombros. O abdômen fica contraído e o corpo desce firme, formando uma linha diagonal com pernas e quadris. Ao inspirar, retorne para a posição inicial e recomece.

Considerações: Esse exercício também pode ser chamado de ‘Flexão de Braços’ no solo. Apesar da bola criar um desafio para a estabilidade, ao realizar o movimento de flexão dos cotovelos o cliente permanecerá em uma posição declinada (cabeça abaixo da linha do quadril), ou seja, ela aumenta a altura das pernas em relação aos braços dificultando a execução. Intrutores: Prefiram aplicar esse exercício à praticantes que já dominam o mesmo no solo”.

Foto: www.dasmariasblog.com

9. Braços, peitoral e abdômen
Deitada de barriga para cima, flexione os joelhos em direção ao peito, afaste as pernas e encaixe a bola entre as canelas. Os pés tocam no meio da bola. Braços estendidos ao lado do corpo. Palma das mãos apoiada no chão. Inspire. Ao expirar, estenda os joelhos e aponte a sola dos pés para o teto. Inspire, retorne à posição inicial e recomece.

Considerações: Esse exercício é similar ao ‘Flexionar e Alongar’ no Reformer. Tanto no Reformer quanto no solo, a coluna se mantém em uma posição neutra e em contato com uma superfície, porém no solo, a bola promoverá um peso para as pernas e o movimento partirá da extensão do joelhos, enfatizando os músculos flexores do quadril e anteriores da coxa. Já no Reformer, o cliente fará o movimento com as alças nos pés e o movimento se iniciará pelo quadril seguido do movimento de extensão dos joelhos, enfatizando os músculos extensores do quadril. Instrutores: Dependendo da ênfase muscular e do nível do cliente, opte pelo melhor equipamento ou acessório e de acordo respeitando o condicionamento ou limitações de seu cliente”.

Fonte: Boa Forma

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>