Pilates auxilia na prevenção e tratamento da osteoporose

Cada vez mais comum, a osteoporose não é privilégio somente da 3ª idade. A doença, que tem como principais fatores de risco o sedentarismo, o tabagismo, o histórico familiar, a baixa ingestão de cálcio e a retirada cirúrgica de ovários sem reposição hormonal, está cada vez mais comum entre as faixas etárias de 30 a 35 anos.

De um modo geral, a osteoporose é caracterizada pela perda da massa óssea e a diminuição da resistência mecânica dos ossos por diversas causas, sendo as principais relacionadas aos desequilíbrios hormonais. As regiões do corpo mais atingidas são os quadris, os punhos e a porção anterior dos corpos vertebrais, que sofrem desgastes com simples inclinações repetidas do tronco para frente, gerando fraturas espontâneas.

A prática de exercício físico preserva a massa óssea, tanto por ação direta do impacto sobre o esqueleto, quanto por ação indireta, pela tração  realizada nos músculos através de exercícios de força.

“Os resultados da prática do Pilates em pacientes com osteoporose podem ser observados em pouco tempo. Durante as primeiras sessões já é possível notar uma melhora da força muscular, aumento do relaxamento e da sensação de bem-estar”, explica a fisioterapeuta Valquiria Santiago. Além dos benefícios proporcionados pela técnica, no caso da osteoporose, o Pilates auxilia também no tratamento da depressão, estresse, dores na coluna, incontinência urinária, hérnia de disco e algumas doenças neurológicas, como o Parkinson.

De acordo com a fisioterapeuta alguns benefícios proporcionados pelo Pilates em pessoas com osteoporose são:

- Aumento da flexibilidade;

- Melhora na função articular;

- Melhora no alinhamento postural;

- Ganho de equilíbrio para prevenir lesões ou evitar padrões de movimentos incorretos;

- Oxigenação dos músculos e qualidade de sua função;

- Incorporação de consciência corporal, diminuindo os fatores de risco que podem levar a lesões;

- Diminuição da ansiedade e do nervosismo provocados pelo estresse e pelas tensões do dia a dia.

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

4 thoughts on “Pilates auxilia na prevenção e tratamento da osteoporose”

  1. Quando podemos saber se é correto fazer o pilates quando se tem um problema de hérnia de disco, onde a mesma já é bastante incômoda e irradia para as nádegas e pernas tendo também um formigamento nos pés e nas mãos??? Gostaria de fazer, mas meu ortopedista não recomenda devido ao meu problema, só o RPG.

  2. Preciso de artigos científicos sobre pilates na osteoporose….Alguém pode me ajudar?

  3. Micheli, quando já se tem um quadro de hérnia de disco instalado, o ideal é que você faça um trabalho de reeducação Postural individualizado mesmo. No entanto, o Pilates pode ajudar se feito por um fisioterapeuta que conheça o seu caso e prescreva os exercícios ideais pra você. Um abraço

  4. Michele,pelos sintomas descritos,com toda essa irradiação, somente o RPG (MétodoSouchard) seria indicado.Quando houver melhora significativa,aí sim poderá encaminhá-la para o Pilates com um fisioterapeuta experiente.Boa sorte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>