Vida em equilíbrio

Por Clarice Akemi Ishikawa

Graduada em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie  

Especializada em Psicossomática pela Faculdade de Ciências da Saúde – Facis-IBEHE.

 

Imagem: Melhor Amiga

Um estilo de vida saudável é a chave para se manter longe do estresse.

O dinamismo, a rapidez e a agilidade de informações que permeiam a sociedade contemporânea, aliados a acúmulo de responsabilidades, má gestão do tempo e excesso de autocrítica, têm tornado as pessoas um alvo fácil para o estresse. O fim de ano, que reúne o cansaço de meses de trabalho e a agitação das festas, também pode contribuir para os momentos de estresse.

“O nosso organismo é capacitado para se adaptar até certo nível de estresse. Quando vamos além desse nível, acumulamos tensões e outras consequências negativas”, explica a psicóloga Clarice Akemi Ishikawa*. “Muitos não sabem, mas o estresse é um fenômeno necessário à nossa sobrevivência, pois está diretamente relacionado a situações de adaptação. O estresse é considerado como positivo quando as situações que enfrentamos são prazerosas (comemorações, surpresas amorosas) e como negativo quando as situações são adversas (brigas, perda de um ente querido). Os sintomas variam entre ansiedade, fadiga, irritabilidade, sudorese, alteração do sono, entre outros”.

Uma das formas de evitar ou minimizar a situação de estresse é aprendendo a lidar e a controlar os fatores causais. “A partir da apropriação de estratégias que controlam o estresse, a pessoa poderá alcançar maior bem-estar e produtividade no trabalho. O indivíduo adquire a capacidade de responder de forma mais consistente aos desafios e dificuldades, de reagir com flexibilidade e capacidade de recuperação diante de desafios e circunstâncias desfavoráveis, obtendo uma atitude otimista e perseverante para manter um equilíbrio dinâmico durante e após as adversidades”, ensina Clarice.

Para isso, é necessário um processo em que o indivíduo faz um reconhecimento da situação, baseado em experiências passadas. “Com a avaliação, é possível ter um parâmetro do nível quantitativo e qualitativo do estresse e, a partir daí, traçar planos estratégicos e individuais de enfrentamento, que variam caso a caso. Paralelamente, é importante trabalhar com a consciência corporal, onde damos ouvido e olhar aos sintomas que o corpo expressa por meio de técnicas de relaxamento, regularizando e liberando as tensões”.

A psicóloga dá as dicas para manter o estresse bem longe. “É fundamental integrar a qualidade de vida no dia a dia. A valorização pela promoção da saúde e do bem-estar proporciona ao indivíduo maior controle do estresse, maior estabilidade emocional, maior motivação, maior eficiência no trabalho, melhor autoimagem e melhores relacionamentos. Isso permite que, além das obrigações e responsabilidades, as pessoas incluam outros compromissos em suas vidas, como a família, os amigos e os hobbies”.

Vale lembrar que um estilo de vida saudável inclui também alimentação equilibrada, qualidade de horas de sono e a prática regular de exercícios físicos.

 

Fonte: Revista Nestlé Com Você

 

Compartilhe essa página com seus amigos, alunos e professores nos links abaixo:

 

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

One thought on “Vida em equilíbrio”

  1. Bom dia,
    gostei muito de ler essa matéria. Acho muito importante as pessoas buscarem o equilibrio em todas as situações. Eu sou adepta de todos os esportes que façam meu corpo entrar em sintonia com os meus pensamentos. Mantendo-me calma e orientada. O dia-a-dia se torna muito produtivo. Além de poder controlar as dificuldades pertinentes a rotina.
    Ótimo dia com muito equilibrio a todos!
    Lilian Frederico

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>