O que o Pilates pode fazer pela Síndrome Pós-Poliomielite?

Por Marília Zara Chiarelli

Educadora Física, Instrutora Certificada Internacionalmente pela STOTT PILATES

 

Foto: Pilates Studio Fit

A Síndrome Pós-Poliomielite (SPP) se refere a sintomas neuromusculares, como dores musculares e articulares, fraqueza muscular, alto índice de fadiga, que aparecem, geralmente, após 15 anos de estabilidade da doença.

A força muscular é um dos fatores que determinam a indepedência para as atividades da vida diária, e o Pilates pode ser um meio para que essas atividades sejam realizadas com mais firmesa e segurança. O mecanisno de fraqueza muscular não é claramente descrito. Mas, uma das hipóteses cientificamente seria pela disfunção dos neurônios motores, ou até mesmo pelo uso excessivo de musculaturas afetadas pela doença, tendo que trabalhar a cargas próximas do máximo de sua tolerância.

O Pilates é uma atividade que melhora a percepção corporal, qualidade física e mental do praticante. Com a elaboração de exercícios específicos, podemos incluir um aluno com síndrome pós-poliomielite a uma aula em grupo.

O Pilates é uma atividade onde esse aluno poderá trabalhar equilíbrio, melhorando sua consciência corporal, o alongamento do corpo como um todo, e principalmente das musculaturas afetadas.

Considerações aos instrutores:

• Preocupem-se em saber o histórico da doença, qual o grau dessa deficiência e as restrições de movimento;

• Aplique exercícios como Leg Press no reformer;

• Exercícios em pé no Cadillac;

• Alongamento do Gato em pé de frente na cadeira;

• Exercícios de Mat Pilates (solo) utilizando o disco de rotação e faixas elásticas.

O importante é termos em mente, a realização de exercícios de pouca carga, evitando a fadiga no local. Além disso, as sessões contribuirão na diminuição da ansiedade na melhora da autoestima e na prevenção de depressão.

 

Compartilhe essa página com seus amigos. alunos e professores nos links abaixo:

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

11 thoughts on “O que o Pilates pode fazer pela Síndrome Pós-Poliomielite?”

  1. Tenho síndrome pós-pólio e somente quem passa por este grave problema pode entender a importância de saber que existem profissionais interessados em ajudar, tentando amenizar as dores causadas por esta doença tão destruidora…
    Só posso agradecer este empenho…
    Obrigada!
    Teresinha Ciupak

  2. Teresinha
    Acabei de descobrir que as dores que sinto a mais de 10 anos se tratam de SPP. Como sempre fui educada a me comparar com os normais atribuia as dores a problemas de coluna, so que as dores cada vez mais se complicavam e sem um diagnostico que fosse condizente. Tive polio ao 2 aonos de idade e tenho sequela na perna direita. A poucos dias tive a conciencia que sou portadora da SPP. Estou sem saber por onde comecar a procurar ajuda, estou com muita dificuldade de levar o dia a dia pois tenho muitas dores.Procuro por Pilates ou um neurologista?

  3. tenho uma aluna com poliomelite de nascença e gostaria de saber se existem exercicios especificos de pilates
    para melhorar sua qualidade de vida

  4. Olá, Ana Paula, tudo bem?
    Desculpe a demora na resposta. Consultamos a nossa fisioterapeuta sobre o assunto para responder corretamente a sua dúvida:

    A Síndrome Pós-Poliomielite é uma desordem neurológia que afeta pessoas por volta dos 40 anos que foram infectadas pelo vírus da poliomielite, pelo menos 15 anos antes e pode afetar o indivíduo de diferentes maneiras. Precisaríamos saber o quadro clínico de sua aluna para poder descrever melhor como o Pilates poderia ajudá-la.
    Sendo uma doença neurológica crônica, não há tratamento específico, mas é fundamental alongar e fortalecer os músculos atrofiados. Nossos profissionais indicam como melhor equipamento para trabalhar com sua aluna o Cadillac devido à diversidade de exercícios e a altura da cama. Trabalhe muito utilizando as molas para auxiliar os movimentos, e também os acessórios como Flex-Band, Over ball, Stability Ball, Fitness Circle. Com o Pilates você conseguirá trabalhar com sua aluna para melhorar sua respiração, flexibilidade e fortalecimento muscular. Descubra os limites de sua aluna e trabalhe tanto a musculatura atingida pela poliomielite quanto os músculos sadios.

    Esperamos ter ajudado!

    Abraços

  5. Obrigada, ela é muito debilitada e entao estou realizando poucos exercicios e ela tem reagido bem a eles. em breve mando videos pois os exercicios estao sendo todos adaptados

  6. oi eu tenho meu pai que tem Poliomielite e eu quero saber o que ele pode comer se ele tem que estar em dieta tambem eu quero saber que exercicios que ele pode fazer porque como corer o caminhar .
    e que tratamento,
    obrigado espera a sua resposta

  7. Olá Melany.
    Como as sequelas da Poliomielite variam muito entre os casos, não conseguimos te orientar sobre o melhor tratamento, o ideal é que você procure orientação de um médico, ele irá te auxiliar com todas as suas dúvidas.

    Abraços!

  8. Entre no site da ong ABRASPP que junto com a equipe multidisciplinar da UNIFESP conquistaram o CID 10 G14 para Síndrome Pós-pólio e entenda o que esta acontecendo com vc ou com quem vc ama e saiba como pode marcar sua primeira avaliação,

    Tenho SPP

    Boa sorte.

  9. Olá, venho há um mês e meio trabalhando com um aluna com sequelas de poliomielite no membro inferior direito. O trabalho realizado com ela tem sido feito no Aparelho Cadillac principalmente, no começo ela não demonstrava nenhuma movimentação no membro atingido sem a prótese; hoje ela já consegue contrair a musculatura de quadríceps e elevar o membro estendido levemente, fazer a bridge segurando uma over ball entre os membros sem deixar cair a mesma, entre outros exercícios. Trabalhamos com exercícios sentados na bola para equilíbrio, no reforme tanto deitado quanto em pé. Os resultados estão vindo rápido e estamos muito felizes.
    Confie no trabalho do pilates.
    Cada aula estamos vendo uma evolução.
    Estou me sentindo muito realizada ao ver a evolução dessa aluna.
    Abraço a todos, só queria dividir um pouco dessa experiência maravilhosa com vocês.

  10. Oi, Tayonara! Ficamos muito felizes ao receber depoimentos como o seu. Tudo isso só confirma que o Pilates é uma atividade poderosa na prevenção de doenças e na manutenção da qualidade de vida.

    Abraços!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>