Pilates na gravidez facilita o parto

Foto: Pilates Studio Fit

Durante o período de gestação, o corpo vai mudando rapidamente, e essas mudanças causam muito desconforto, fazendo com que a mulher sinta dores e apresente uma má postura.

 

Nessa fase os exercícios de condicionamento feitos com o auxilio das Técnicas de exercícios do Pilates pode ser de grande ajuda, amenizando as dores e melhorando a postura. Mas para isso, primeiramente a gestante deve procurar orientação médica, e caso não haja contra-indicação médica, ela poderá inicializar o exercício após completar o terceiro mês de gestação podendo continuar praticando até o final do sétimo mês, mais lembre-se, para isso deve primeiramente comunicar seu médico.

 

O Pilates durante a gravidez proporciona muitos benefícios tais como: Fortalecimento e alongamento da musculatura do abdome, também dos glúteos e da parte inferior das costas, que é parte do corpo responsável pela sustentação da coluna vertebral, além de diminuir a sensação de desconforto muito comum entre as grávidas, diminui também o inchaço das pernas e as dores nas costas.

 

A gestante que pratica Pilates adquire um bom condicionamento físico que proporciona a ela um bem-estar, alem de controlar o peso terá um abdome mais forte que vai tornar o trabalho de parto mais fácil.

 

Como os músculos do abdome estarão mais fortes irão facilitar o nascimento do bebê. O útero irá se contrair para expulsar o bebê, e automaticamente neste momento como um ato reflexo, a mulher faz a pressão abdominal que empurrar o bebê pelo canal da vagina. Nesta hora pode se perceber os benefícios de pilates, pois um abdome forte facilita e muito esse trabalho. Outra vantagem para quem pratica o Pilates, é que após o nascimento do bebê, se a musculatura estiver bem preparada, a recuperação será mais rápida.

 

Durante a pratica do Pilates, sem dúvidas a prioridade é que os movimentos sejam executados corretamente, sendo que a grávida deve estar acompanhada por um instrutor qualificado para que possibilite e garanta uma postura adequada da grávida. Nestes casos o principal objetivo é fazer poucas repetições de movimentos e com uma carga leve para que não venha a causar problemas durante agravidez. Para isso procure uma academia especializada.

Afinal você não gostaria de comprometer a saúde do seu bebê, não é mesmo.

 

Fonte: Tem Dicas

 

Compartilhe essa página com seus amigos nos links abaixo:

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

2 thoughts on “Pilates na gravidez facilita o parto”

  1. Olá… muito legal o artigo, mas gostaria de questionar qto aos limites para a pratica do pilates. de acordo com artigos e cursos realizados anteriormente, pilates não é contra indicado apos o 7º mes de gestação. Tenho pacientes que fizeram ate o dia anterior ao parto nomal, ja estando com 2 centimetros de dilatação… e o parto foi um sucesso! e tudo ocorreu com indicação e orientação de sua obstetra…
    estando tudo bem, nao vej problemas! Portanto gostaria de saber o porque desta afirmação… aguardo respostas! Obrigada.

  2. Olá, gostaria de saber se tem algum artigo ou estudo que indique que as aulas só devem ser ministradas até o 7º mes de gestação, pois desconheço essa informação. Tive uma aluna que praticou até 2 dias antes do parto e estou com novas alunas gestantes em que estou partindo do mesmo princípio. Além disso, os estudos que eu conheço não determinam um prazo para a parada da prática de pilates.
    Fico no aguardo de uma resposta sobre essa informação.
    Grata,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>