Pilates X Ombro Congelado ou Capsulite Adesiva

Imagem: ClubedoPilates

Ombro congelado, também conhecido como Capsulite Adesiva, é a perda da movimentação ativa e passiva do ombro, ou seja, o ombro fica rígido e dolorido.

Esta alteração ocorre principalmente em pacientes entre 40 e 60 anos e não está relacionado ao sexo, braço dominante ou profissão.

O ombro congelado não está ligado a algum trauma no ombro. Quando o paciente fica com o movimento do ombro limitado por semanas, meses ou anos por causa de uma lesão, a cápsula em volta da articulação do ombro pode se tornar rígida e desenvolver tecido fibroso, causando adesão na articulação.

Os pacientes progridem de uma fase de rigidez matinal, acompanhada de dor e perda progressiva do movimento do ombro para uma fase de “descongelamento” com diminuição do desconforto associado a uma melhora lenta da movimentação da articulação.

Geralmente o processo leva de 6 meses a 2 anos ou mais para recuperar a lesão, nesse período a maioria dos pacientes sofre de dor leve porém constante e déficit de funcionalidade do braço.

Os movimentos mais difíceis de serem realizados pelos pacientes são, geralmente, erguer o braço acima da cabeça ou coçar as costas, as mulheres relatam muita dificuldade de abrir e fechar o sutiã.

O médico provavelmente encaminhará o paciente para a fisioterapia para que um programa de exercícios supervisionado seja realizado.

Pilates intervém de forma eficiente para a manutenção da fisioterapia convencional, bem como o fortalecimento muscular necessário. Após uma avalição do quadro, o instrutor do método prescreverá exercícios que dão continuidade ao estímulo das mobilizações glenoumeral, esternoclavicular, acromio clavicular e escapulocostal, focando a separação, rolamento, deslizamento e giro das articulações. Sendo o Pilates um método que constrói o equilíbrio muscular, o aluno/paciente também executará exercícios de alongamento, a fim de aumentar o comprimento dos tecidos moles encurtados na patologia, auxiliando a amplitude dos movimentos; além de exercícios de fortalecimento muscular, uma vez que a amplitude da articulação glenoumeral esteja restaurada. Através do Pilates, a função do manguito rotador e deltóide também se beneficia com a coordenação e propriocepção. Desta forma, é possível recuperar a função da região acometida, criando caminhos à qualidade de vida.

O médico poderá prescrever medicamento antiinflamatório e aplicar uma injeção com medicamento corticosteróide na articulação do ombro.

Quando o ombro estiver dolorido é importante usar compressas de gelo por 8 minutos, seguidos de 3 minutos sem ele, esse ciclo deve ser repetido até completar 20 ou 30 minutos. Pode ser feita 3 ou 4 vezes ao dia. Em caso de não haver resposta à terapia, o médico poderá sugerir uma “manipulação sob anestesia”. Neste procedimento, o paciente recebe anestesia geral e o médico moverá o ombro em várias direções para soltar a aderência, na cápsula do ombro.

 

O objetivo da reabilitação é que o retorno do paciente ao esporte ou à atividade aconteça o mais breve e seguramente possível. O retorno precoce poderá agravar a lesão, o que pode levar a um dano permanente. Todos se recuperam de lesões em velocidades diferentes e, por isso, para retornar ao esporte ou à atividade, não existe um tempo exato, mas quanto antes o médico for consultado, melhor.

O retorno ao esporte acontecerá, seguramente, quando:

• O ombro lesionado estiver com total capacidade de movimento, sem dor.

• O ombro lesionado tiver recuperado a força normal, comparado ao ombro não lesionado.

 

 

Fonte: ClubedoPilates

 

 

Compartilhe essa página com seus amigos abaixo:

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

5 thoughts on “Pilates X Ombro Congelado ou Capsulite Adesiva”

  1. Uteis as informações para quem está atualmente com capsulite adesiva.

  2. Olá! Gostaria de saber quais exercícios podem ser úteis na melhora de quem tem capsulite adesiva e se posso trabalhá-los se o aluno/paciente não está tomando medicamentos nem fazendo fisioterapia para isso. Pode haver reabilitação somente com o Pilates?
    Obrigada!

  3. Muito esclarecedoras as informações. Tive capsulite adesiva por um processo inflamatório por uma trinca no ombro, nao diagnosticada, após queda. Em 3 meses desenvolvi edema ósseo e meu braço congelou. Quanto tempo após o bloqueio esta indicado iniciar a fisioterapia? Grata. Maria Helena

  4. Há um ano sofri com Capsulite no ombro esquerdo passei por três especialistas até um me pedir uma ressonância que então constou esta doença, fiquei meses sem dormir de tanta dor, não conseguia amarrar meu cabelo, trocar uma blusa, e quando dava tranco ao pisar em falso chorava de dor agora depois de tanto sofrer e meu braço que já estava atrofiado resolvi fazer um exercício que graças a Deus há duas semanas não sinto, mas dor e estou conseguindo fechar as mãos atrás do corpo coisa que não fazia há um ano, já consigo lavar embaixo do braço direito porque meu braço esquerdo não alcançava mais para lavar o direito em duas semanas já vi resultados significantes o exercício que estou fazendo é jogo no XBOX com Kinet o jogo Angry Birds, como o jogo exige ficar sempre com a mão na frente do sensor alonga bastante eu aconselho fazer isso para quem sofre com esta doença, também ajudou muito o remédio Cloridrato de Amítripilina 25mg remédio controlado tomei por quatro meses, parei a pouco tempo de tomar, deixo este depoimento, pois me ajudou muito.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>