Pilates no controle da ansiedade

Imagem: Internet

 

Acordar cedo, deixar os filhos na escola e ir trabalhar. No horário de almoço, apenas um quarto é reservado para a refeição. O restante é separado para resolver os assuntos mais urgentes, que não podem esperar até o fim do expediente. Depois mais trabalho que geralmente se torna estressante devido à sobrecarga de responsabilidades. De volta em casa, uma leve pausa para o jantar e, como se não bastasse, os problemas domésticos para solucionar, sem falar daqueles que levam trabalho pra casa.

É uma rotina dessas que muitos profissionais precisam enfrentar todos os dias e o que menos fazem é cuidar da própria saúde. A consequência é pouca ou quase nenhuma qualidade de vida. Muitas pessoas já sofrem com as chamadas “doenças da modernidade”. A ansiedade, por exemplo, é um motivo suficiente para se recorrer a um bom médico. E não estranhe se entre um remédio e outro, ele recomendar a prática do Pilates.

A ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central consequente à interpretação de uma situação de perigo. Por vezes a pessoa que sofre de ansiedade, sente uma necessidade de estar sempre à fazer coisas de forma a fugir do seu estado emocional para que se sinta melhor.

Desta forma a pessoa que passa muito tempo num estado de ansiedade acaba interrompendo a respiração como uma forma de defesa contra o medo de uma punição ou situação de perigo, ocasionando um bloqueio no músculo diafragmático. Um diafragma inibido, que não funciona bem, pode causar diversos distúrbios no nosso organismo, como: dores de cabeça, problemas gastrointestinais, dores nas costas e até mesmo um aumento na ansiedade.

Uma respiração otimizada, mobiliza a coluna vertebral na região do tórax, que provoca a mobilização do sistema nervoso autônomo que, dentre outras tantas atividades é responsável pela digestão, reprodução, sono e relaxamento.

O Pilates aperfeiçoa a rerspiração e potencializa a capacidade respiratória. Em todos os exercícios a respiração é enfatizada como instrumento para atingir a qualidade na execução dos movimentos. O contrário também acontece, pois os movimentos adequados com a região do tronco estimulam e ampliam a entrada e saída de ar nos pulmões. O Pilates exerce muitos benefícios em pessoas ansiosas por modificar a capacidade respiratória. Se o indivíduo ansioso é capaz de aprender a expirar, podemos até certo ponto, modificar sua condição energética diafragmática, onde a ansiedade está contida.

O Pilates mobiliza a musculatura dessa região e na medida em que respiração é solicitada durante a execução dos exercícios, tornando-se um ato voluntário e consciente. Somente a prática irá validar a relevância do trabalho interdisciplinar entre o instrutor de Pilates e psicólogo corporal no indivíduo ansioso.

 

Fonte: Clubedopilates

 

Compartilhe essa página com seus amigos nos links abaixo:

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Pilates no controle da ansiedade”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>