Pilates auxilia no emagrecimento

Pilates auxilia no emagrecimento  Imagem: STOTT PILATES™

Algumas pessoas acreditam que basta subir na balança e pesar “menos” para que tenham perdido peso. Devemos sempre lembrar a necessidade de manter uma dieta equilibrada e disciplina na prática das atividades aeróbicas, para que percamos peso gradativamente. Entre os exercícios aeróbios estão a caminhada, corrida, natação, pular corda, pedalar, andar de patins e outros, todos contribuem bastante nesse processo.

O foco principal do Pilates é a consciência corporal durante os exercícios combinado com a respiração e postura. Existem outros benefícios de melhora das capacidades físicas que são mais visíveis na prática do método como: melhora da flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora e resistência musculação, onde podemos elaborar as sessões com estratégias de intensidade que favorecem no processo de emagrecimento, usando alguns exercícios que elevem a freqüência cardíaca do cliente.

O emagrecimento não decorre exclusivamente da prática de Pilates, mas de uma combinação de fatores. Também depende do tipo de corpo do aluno, do nível de esforço e dos tipos de exercícios trabalhados durante a aula. No entanto, ele não é um exercício aeróbico.

Normalmente, o gasto energético de uma aula de Pilates fica abaixo do que precisamos para “queimar gordura”. Precisar a perda de calorias numa aula de Pilates é bem difícil, pois as aulas têm objetivos diferentes, mas normalmente consideramos uma média de 400 calorias por sessão, que varia de acordo com o objetivo de cada aluno. Principalmente se o cliente optar pela aula de Mat, onde nessa aula não há intervalos entre as séries e, com isso, torna-se mais intensas, (esse efeito dependerá do condicionamento e metabolismo de cada praticante).

Outra estratégia é a utilização de um acessório que contribui para atingir resultados como o trabalho aeróbico: a plataforma de salto (que se encaixa no Reformer, chamada de Jump Board). Ela proporciona um desafio aeróbico por fazer com que o aluno não descanse entre os saltos, exigindo assim maior ativação de pernas, braços ou abdome (variando de acordo com a quantidade de molas e a posição do praticante no equipamento). Para um aluno que já pratica uma atividade aeróbica será uma ótima opção.

 

Autora:

Rafaela Porto

Certificated Instructor STOTT PILATES

Coordenadora Técnica da Pilates StudioFit

LINKS IMPORTANTES ACESSE!!!

CURSOS da STOTT PILATES no Brasil clique aqui

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>