Pilates e Triathlon

triatlhon-pilates-revista-pilates

O Pilates tem crescido muito e cada vez mais está sendo incluído como base de preparação física de outras atividades, uma delas é o Triathlon. Com o objetivo da melhora do rendimento, técnica na postura do atleta e em prevenção de dores e lesões o Pilates acaba se tornando um dos principais diferenciais do treino.

Um dos benefícios do Pilates é educar o corpo para usar os músculos de forma mais eficiente e segura. Para isso podemos seguir o método contemporâneo do Pilates por ter como principal objetivo o alinhamento neutro de todo o corpo, o método mais conhecido atualmente no mercado é o da STOTT PILATES™.

O Pilates é um método que respeita o grau de condicionamento físico de qualquer aluno e, por isso, é possível realizar variações nos exercícios que podem adequar-se para o iniciante, intermediário e avançado, também não tem contra-indicações. No entanto, durante a execução do exercício, consideramos várias limitações, como, por exemplo, caso o aluno esteja com alguma dor, lesão, problemas de coluna e até mesmo no caso de gravidez.

Um dos principais grupos musculares a ser fortalecido é o abdome. Ele é formado por várias camadas: reto e oblíquos que trabalham em conjunto a fim de movimentar a coluna, e o músculo transverso do abdome e assoalho pélvico que vão fornecer estabilização da pelve e coluna vertebral.

Nas 3 modalidades do Triathlon envolvemos muitos movimentos com todo o corpo, no Pilates mantemos os músculos preparados para executar a atividade com segurança e sem tensões musculares o que vai evitar futuras dores musculares.

Na Natação o foco principal do treinamento é o equilíbrio do trabalho muscular de membros inferiores a fim de melhorar o rendimento quanto a sustentação das pernas na água, fortalecimento dos abdominais por ter que manter uma leve extensão da coluna durante todo o percurso e dos músculos do manquito rotador do ombro pela grande amplitude dos braços.

No Ciclismo o trabalho é enfatizado para melhorar o posicionamento da pelve sobre os fêmures minimizando o desgaste do desnivelamento enquanto o triatleta pedala e posicionamento da coluna cervical e da cabeça.

Finalmente na Corrida são fortalecidas principalmente as articulações que mais sofrem com o impacto que ocorre durante a queda das passadas (tornozelo, joelho e quadril), e com certeza o tronco por conta dos movimentos dos braços que vão influenciar também no desempenho e na postura do triatleta.

O triatleta treina muitas horas por semana dentro de cada modalidade, onde uma falta de preparo físico pode causar algo maior que somente a fadiga muscular, e com a prática do Pilates alguns praticantes já se sentem melhores em seu desempenho físico por conta do fortalecimento desde os músculos mais profundos a fim de estabilizar melhor o corpo, até os músculos mais superficiais, e melhorando também a respiração, postura e flexibilidade.

 

Autora:

Rafaela Porto

Certificated Instructor STOTT PILATES

Coordenadora Técnica da Pilates StudioFit

LINKS IMPORTANTES ACESSE!!!

CURSOS da STOTT PILATES no Brasil clique aqui

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>