2014_02_0061-IMAGENS-RP-NOVO-SITE_pilates-funcional-uma-abordagem-Site

PILATES FUNCIONAL: uma abordagem prática na gestação

Nos tempos de hoje, devido à falta de conhecimento com a programação adequada de treinamento físico para gestantes, acabamos por assistir uma margem altíssima de programas que acabam sendo incompletos, incoerentes e preocupantes, visto que as mulheres gestantes são um grupo populacional que necessita de conhecimentos específicos e uma programação de treino adequada para cada período em que elas se encontram.

O que se vê então são programas de treino acionando os músculos isoladamente, com exercícios em apenas um plano de movimento (uniplanares) para obter alguma mudança morfológica no corpo da mãe e, muitas vezes se esquecendo do desenvolvimento do bebê. Esses exercícios isolados permitem ao sistema nervoso central (SNC) aperfeiçoar a seleção do músculo sinergista para desempenho do padrão de movimento integral em todos os três planos e velocidades de movimentos, desempenhando uma função anormal do organismo. Distorções posturais, dominância sinergista, aumento da inibição recíproca, dentre outras sobrecargas orgânicas que alteram o desenvolvimento musculoesquelético normal, vem a “atrapalhar” as alterações corporais da gestante, sobrecarregando todas as estruturas e aumentando as chances de lesões.

Já os movimentos modernos do Pilates Funcional, planejados adequadamente e vistoriados por um profissional capacitado nesse método são trabalhados nos diferentes planos de movimentos (multiplanares). Eles aumentam a capacidade funcional, desenvolve um alto nível de força no centro corporal, controle neuromuscular, flexibilidade dinâmica e força funcional total. Além disso, possibilita a gestante desenvolver um nível que se possa ser ideal de melhora do recrutamento da unidade motora para facilitar a resposta do treino e, assim, aumentar a qualidade gestacional de um modo geral.

Esse mesmo método nos possibilita adequar dentro dos trimestres gestacionais à exigência de movimentos estáveis e instáveis, não mecânicos, organizados de forma individualizada e visando uma periodização de treinamento que ainda não se via no Pilates convencional. Também é um treino programado para trabalhar a musculatura do sistema de estabilização corporal, chamado nesse método de Power House (centro do corpo) e conseqüentemente o sistema de movimento propriamente dito. Isso permite que a gestante tenha um desenvolvimento estrutural adequado durante toda a gestação.

À medida que a gestante começa a adaptar-se com os movimentos propostos e ocorre uma melhora da qualidade força, tanto excêntrica e concêntrica, existindo uma vantagem na habilidade para suportar o aumento de peso do bebê sem criar uma sobrecarga no tecido conectivo e afetar o desenvolvimento fetal.

Treinar os padrões de movimento funcional integrado objetiva, com qualidade, a redução de força dos músculos sinergistas, a estabilização dinâmica e redução de força nos diferentes planos de movimentos.

Existe também, um aprendizado correto no controle postural dinâmico, para que se tenha um alinhamento de cada segmento da corrente cinética e os movimentos do dia-dia permaneçam sem desordens e sobrecargas. Se um componente da corrente cinética está fora de alinhamento, outros componentes devem compensá-lo. Isto diminuiu a eficiência neuromuscular e cria a chance de lesão.

Uma postura pobre durante o treino e atividades da vida diária como suportar o peso da barriga (gestante), ficar em pé durante períodos prolongados e dirigir leva a desequilíbrios musculares, disfunções articulares e padrão de postura distorcida. Padrão de postura distorcida é o estado em que a função e a integridade estrutural da corrente cinética estão alteradas e nas quais compensações e adaptações ocorrem.

Padrão de distorções posturais mais comuns:

·         Padrão de distorção da extremidade alta;

·         Padrão de distorção postural lombar-pelvis-quadril;

·         Padrão de distorção da extremidade baixa.

Treinando com uma postura apropriada garante um ótimo resultado e diminui o risco de desenvolver um músculo em desequilíbrio, distorções articulares e sobrecarga nos tecidos. O programa de Pilates Funcional requer a uma gestante uma execução dos movimentos correta enquanto se tem um próprio controle postural através de todo o movimento.

Pois bem, planejar adequadamente um programa de treinamento para o período gestacional completo (três trimestres) tendo um respaldo diário do treino, adequação médica e conhecimentos científicos de cada período gestacional não é simples, mas pode ser facilitado se todas essas informações estiverem bem organizadas e forem administradas por um profissional qualificado.

Autor: Prof. Esp. Thiago Carneiro

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>