Música e Pilates

Música nas salas de pilates? Imagem: STOTT PILATES™

É típico, da maioria dos estúdios de Pilates, não ter música como parte da aula. Isso acontece por ser muito difícil ter o equilíbrio mente-corpo sem nenhuma distração. As pessoas que iniciam no Pilates, sem dúvida alguma, precisam compreender todas as explicações. O foco é ter controle da respiração, alinhamento, estabilidade e não no ritmo da música.

Uma pesquisa feita, nos Estados Unidos, mostra que a música dentro de uma aula de Pilates, vai contra a grande parte dos métodos de ensino, que buscam concentração total do aluno. Mas se o aluno mantiver, com equilíbrio, os movimentos dos exercícios, a música pode ajudar a conectar os participantes em um nível mais profundo da respiração, alinhamento e a percepção do próprio corpo?

Elizabeth Larkam, que possui experiência como instrutora de Pilates a mais de 20 anos, responde: “Um som bem escolhido, pode criar um fluxo…que sustenta movimentos suaves com harmonia. Isso permite integração da respiração, a atenção e a forma física. A música também pode inspirar o instrutor a falar suavemente, acompanhando a melodia do som e sintonia do aluno com os exercícios.

Alguns instrutores usam a música em diferentes tipos de aulas de Pilates, incluindo Reformer, Solo, Circulo Mágico e sessões privadas. Valentin, proprietário de um estúdio de Pilates na Califórnia, ensinou para uma turma de Reformer uma aula chamada “Allegro Technique” com músicas.

A música não é indicada para iniciantes. Ela é usada pra relaxar os alunos e não determinar ritmos aos seus movimentos. Se a música tiver um efeito controverso ela pode fazer com os alunos não atinjam o equilíbrio de seus movimentos. A música ambiente tem como função elevar a energia da turma.

Introduzindo a música em uma turma de Pilates, pode ou não, coreografar os movimentos. Isso vai depender da natureza da sessão, dos alunos e do objetivo do instrutor. “Apesar de ter coreografado alguns movimentos do Pilates, com um grupo de profissionais atuantes, não faço coreografias com alunos ou em sessões privadas.” – Diz Elizabeth. “Em minha opinião, o desempenho do iniciante deve ser correto, até que seja possível uma variação individual.

Atenção.

A música não dever ser usada com novos alunos. Somente com o princípio corpo-mente solidificados, é que pode ser introduzido um novo elemento para melhorar ainda mais a experiência dos alunos com o Pilates.

Fonte: www.inneridea.com

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text